ambiente


21-02-2024 20:43

Nova Sintra, 21 Fev (Inforpress) – Um técnico de conservação terrestre da Associação Biflores disse que o grupo tem produzido plantas endémicas e feito reflorestamento, mas manifestou grande preocupação com a proliferação de espécies invasoras que ameaçam as plantas endémicas .

Em entrevista a inforpress, Carlos Bango explicou hoje que ao longo de um ano da implementação do projecto  “Melhoria do conhecimento e números de plantas ameaçadas da Brava”, financiado por Critical Ecosystems Partnership Fund (CEPF), sediado na França, foi possível fazer vários trabalhos de esclarecimentos, na ribeira de Fajã d´Água.

De acordo com este responsável, o projeto do aumento de conhecimento de plantas endémicas, nesta localidade, foi feito juntamente com a comunidade educativa, os agricultores e criadores de gados, no intuito de ajudar a aumentar o conhecimento dos mesmos.

“Fizemos a produção de plantas no viveiro, mas também foi possível fazer produção de oitos espécies, no canteiro, que fica situado em travessa de Fajã d´Água e todas elas foram introduzidas num terreno que estava em avançado estado de degradação.

No entanto, tivemos bons resultados, embora existam muitos factores que impactam o desenvolvimento destas plantas”, sublinhou.

Conforme salientou, existe espécie de seres invasores em abundância, principalmente o Carapate, Lantana Camada, ou Freira, como é conhecido em Cabo Verde, e muitas causas que têm estado a impactar as espécies endémicas na ribeira de Fajã d´Água, tendo estado até mesmo a “roubar” os seus habitats.

“A associação tem vindo a fazer alguns trabalhos em áreas que foram elegidas, contudo para intervirmos é preciso fazer um grande esforço de remoção de espécies invasoras, pois estamos a estudar uma maneira de fazer a extração, de forma sustentável, com a possibilidade de aproveitarmos as espécies intrusas e fazer outros trabalhos”, finalizou.

DM/JMV
Inforpress/JMV

21-02-2024 12:55

Porto Novo, 21 Fev (Inforpress) – A edilidade porto-novense estimou para o próximo Verão a conclusão das obras da segunda fase de requalificação da zona balnear de Curraletes, a três quilómetros da cidade do Porto Novo, em Santo Antão.

Com isso, esta estância balnear estará pronta ainda a tempo de receber, em Agosto, a edição 2024 do festival de música de Curraletes, que assinará os 62 anos da criação do município do Porto Novo e que se afigura entre os principais eventos culturais da ilha de Santo Antão.    

“Neste Verão, entregaremos aos porto-novenses uma zona balnear mais requalificada e mais atractiva para os seus momentos de lazer”, confirmou o vereador Valter Silva, que responde pelo desenvolvimento económico local.

As obras da segunda fase de requalificação da zona balnear de Curraletes arrancaram, efectivamente, num investimento de 34 mil contos, financiado pelo fundo do turismo.

O projecto consiste na construção de um parque de estacionamento de viaturas, zona destinada a barracas, esplanadas e restaurantes, casas de banho públicas, parque infantil e deslocalização do palco do festival, entre outras intervenções.

Este investimento consta de um pacote de investimentos que está a ser implementado no município do Porto Novo, financiado pelo fundo do turismo, no âmbito do Plano Operacional do Turismo (POT).

O Governo, segundo o POT, propõe transformar Curraletes numa estância balnear com vista à diversificação da oferta turística em Santo Antão, onde o principal produto tem sido o ‘trekking’ (caminhadas em trilhas).

Além da requalificação da zona de Curraletes, Porto Novo está a ser também contemplado com o projecto sobre a valorização das aldeias turísticas do Tarrafal e Monte Trigo.

O POT prevê um milhão de contos em investimentos turísticos para a ilha de Santo Antão durante o período 2022-2026.

JM/CP

Inforpress/Fim

20-02-2024 20:13

Tarrafal, 20 Fev (Inforpress) – O presidente da Câmara Municipal do Tarrafal disse hoje que as obras da requalificação urbana e ambiental da vila de Ribeira da Prata vão acrescentar valor e transformá-la numa vila de futuro e turística.

José dos Reis, que falava à imprensa momentos antes de presidir à inauguração dessa infra-estrutura, que contou com a presença de moradores e munícipes, lembrou que a mesma, orçada em cerca de 17 mil contos, foi financiada e executada pela edilidade tarrafalense.

“A requalificação urbana e ambiental de Ribeira da Prata é uma obra que vai acrescentar valor e valorizar esta comunidade que já é uma vila, mas que, com certeza, com esta obra vai se afirmar cada vez mais enquanto uma vila de futuro e turística”, declarou, lembrando que esta é a 12ª obra a ser inaugurada pela equipa camarária que lidera.

Segundo José dos Reis, a intervenção nessa vila tinha como objectivo criar espaços de lazer, pracetas, requalificação de vias e passeios e asfaltagem de circular rodoviário.

Por tudo isso, disse acreditar que este investimento vai fazer com que Ribeira da Prata, com sua potencialidade enorme, sobretudo a nível do turismo, vai dar o seu contributo para o desenvolvimento do Tarrafal, trazer qualidade de vida e dignidade para as pessoas, e todos os residentes desta vila, e ainda atrair investimentos.

Na ocasião, o chefe do executivo municipal anunciou que “brevemente” vão inaugurar as obras de requalificação do Largo Santo Amaro Abade, e concluir as em Chão Bom, Mangue e nas zonas altas.

FM/CP

Inforpress/Fim

20-02-2024 19:32

Mindelo, 20 Fev (Inforpress) – A bruma seca que cobre a ilha de São Vicente obrigou hoje ao cancelamento de voos da TAP e dos Transportes Interilhas de Cabo Verde (TICV) de e para o Aeroporto Internacional Cesária Évora (AICE).

Segundo informações de fontes da Inforpress no aeroporto, a transportadora portuguesa (TAP), que deveria aterrar por volta das 13:00, nem fez o pouso e o voo foi desviado devido às más condições de visibilidade.

Quanto ao voo da TICV, que deveria acontecer hoje pelas 14:00 tendo como destino a ilha do Sal foi adiado e remarcado para as 23:10.

Mas, a transportadora cabo-verdiana decidiu manter o horário do voo com destino à cidade da Praia, que deve acontecer às 20:00, uma vez que de noite oferece melhores condições devido à iluminação artificial.

De acordo com informações do Instituto Nacional de Meteorologia e Geofísica (INMG), o arquipélago irá estar por estes dias coberto de uma camada de partículas de poeira, reduzindo a visibilidade, com mais intensidade na quarta-feira, 21, e principalmente nas ilhas mais a norte.

“Para além da intensa bruma seca, prevê-se a intensificação do vento para valores superiores a 49 – 61 km/h, desde a madrugada de terça-feira e durante o dia de quarta-feira, soprando de direção NE/ENE, por vezes com rajadas, com consequente agravamento do estado do mar”, lê-se no comunicado do INMG.

Este estado do tempo, para além de condicionar a situação dos transportes aéreos, também tem tido trazido constrangimentos aos transportes marítimos, tanto assim é que a concessionária CV Interilhas já suspendeu temporariamente as viagens de Sal/Boa Vista e Boa Vista/Santiago, desta segunda-feira, 19 e hoje, devido às “fortes ondulações” no Porto de Sal-Rei.

LN/CP

Inforpress/Fim

20-02-2024 18:58

Mindelo, 20 Fev (Inforpress) - A organização ambiental Biosfera Cabo Verde retoma no sábado, 24, as campanhas de limpeza nas praias do norte de São Vicente depois de ter recolhido mais de duas toneladas de lixo no ano passado.

Os dados foram fornecidos à Inforpress pela coordenadora do Departamento de Poluição Marinha, Leila Teixeira, que indicou que com nove campanhas realizadas em 2023, foi possível recolher 2,75 toneladas de lixo com ajuda de 350 voluntários

Isto porque, segundo a mesma fonte, a intenção do projecto “São Vicente d’costa limpe” (São Vicente de costa limpa, em português) é reduzir a maior quantidade de lixo, principalmente nas praias de nidificação de tartarugas.

“A ideia é recuperar os ecossistemas costeiros e permitir que as tartarugas adultas possam vir para terra fazer os ninhos sem problema, mas, também evitar que as tartaruguinhas não fiquem presas quando procuram o seu caminho para o mar”, explicou.

Neste sentido, a Biosfera tem incidido as suas acções principalmente nas praias mais a norte, de Norte de Baía a Praia Grande, local onde se encontra mais ninhos das tartarugas, mas também onde se acumulam mais lixos, vindos principalmente das correntes marítimas.

E é toda essa correnteza, que tem trazido maioritariamente resíduos advindos da indústria da pesca, tipo de lixo mais encontrado, e também plástico, segundo artigo mais constante dos estudos que a Biosfera sempre faz após as recolhas.

Daí, que, conforme Leila Teixeira, o objectivo é dar continuidade ao programa e tentar minimizar ao máximo o impacto na natureza, também agora em 2024 com a retoma das limpezas, que arrancam no sábado, 24, na Praia do Meio.

Para isso, a Biosfera, ajuntou, espera contar com o apoio de toda a população mindelense, sendo que os interessados podem contactar a organização ambiental para participar como voluntário.

“Apelo às pessoas para colaborarem connosco e participar das campanhas e perceberem o impacto do lixo na natureza e ainda reflectirem sobre as formas de diminuir o uso de plástico no dia-a-dia e tentarem reduzir o problema”, exortou a coordenadora.

As campanhas de limpeza do “São Vicente d´costa limpe” acontecem no último sábado de cada mês e já contam com diversas edições desde 2022, com ajuda de voluntariado de várias entidades, inclusive de turistas que procuram a ilha para passar as férias e ao mesmo tempo dar um pouco de si.

LN/CP

Inforpress/Fim

20-02-2024 12:32

Nova Sintra, 20 Fev (Inforpress) – O presidente da Câmara Municipal da Brava, Francisco Tavares, admitiu hoje que o concelho tem tido défices de água, mas considerou que o projecto de dessalinização deverá resolver definitivamente o problema.

Em declarações à Inforpress, Francisco Tavares informou que a obra do projecto de dessalinização teve um pequeno atraso, isto porque, era para estar tudo pronto no final do mês de Junho de 2023, mas garantiu que a infra-estrutura está num ritmo mais acelerado e em 40 por cento (%) de execução.

“Os materiais e equipamentos já se encontram na Brava e também na semana passada começaram a fazer a conduta de adução de água, que vem do reservatório principal da cabeça da avenida até ao um novo reservatório que será construída na localidade Santa Barbara, para fazer a ligação com a unidade dessalinizadora que é o ponto de abastecimento de água”, explicou.

Nesta situação a edilidade aproveitou para informar os munícipes que a Rua da Cultura estará interditada durante os meses de Fevereiro e Março, tendo em conta que foram abertas valas para introduzirem tubos de diâmetro maior e servir o abastecimento de água dessalinizada no reservatório principal de Nova Sintra.

O edil admitiu que a situação de falta de água na Brava é “gritante” e o município está em carência de quantidade de água para abastecer a população, realçando que a empresa distribuidora, Aguabrava, tem feito um esforço enorme na repartição de água, mesmo com grandes dificuldades.

Francisco Tavares defendeu que o projecto de dessalinização de água é a solução que trará a garantia de que o município irá ter este líquido em quantidade suficiente, o dia e o ano todo, não dependendo somente das chuvas e ainda reconheceu que haverá mais vantagem, uma vez que a ilha tem água no subsolo com excesso de fluor, que é prejudicial para a saúde humana.

“Estamos bastante satisfeitos e ansiosos para o início da produção de água através da unidade dessalinizadora, que está a ser montada na zona de Forte, perto da localidade da Furna, e penso que os próximos seis meses serão suficientes para o término da obra”, manifestou.

O Edil finalizou agradecendo ao Governo e ao seu parceiro, no caso a Cooperação Luxemburguesa, pelo o financiamento deste “grande” projecto estrutural e fundamental no processo de desenvolvimento da Brava.

DM/HF

Inforpress/Fim

20-02-2024 8:21

Mindelo, 20 Fev (Inforpress) - A Autoridade Marítima interditou a saída para o mar das embarcações de pesca local, botes e pequenas embarcações de boca aberta, enquanto se mantiverem as condições adversas de tempo.

A comunicação a todos os armadores, proprietários, patrões e pescadores em geral do Instituto Marítimo Portuário (IMP), através de comunicado, advém das condições de tempo no arquipélago durante as próximas 24 horas com vento 5 a 6, ocasionalmente 7 nas zonas ocidentais e ondas NW/NE de dois metros a 4,5 metros.

Há ainda, de acordo com a mesma fonte, a tendência para a “redução significativa da visibilidade”, devido a bruma seca.

AA//AA

Inforpress/Fim

19-02-2024 14:35

Porto Novo, 19 Fev (Inforpress) – O incêndio que deflagrou hoje no perímetro florestal do Planalto Leste, em Santo Antão, já foi controlado graças à intervenção de populares e dos bombeiros da Ribeira Grande e do Paul, asseguraram os serviços da Protecção Civil.

O delegado municipal do Planalto Leste, Adilson Silva, que está no local, disse à Inforpress que as chamas deflagraram depois das 11:00 e atingiram uma zona agrícola e uma parte da floresta, tendo afectado cerca de dois hectares de terrenos.

“O incêndio já está controlado. Estão aqui bombeiros do Paul e da Ribeira Grande que ajudaram a controlar o fogo”, notou aquele responsável, que estimou em cerca de dois hectares a área consumida entre uma zona agrícola e florestal.

Este é o segundo incêndio ocorrido em apenas três semanas no perímetro Planalto Leste, onde não se registava fogos desde 2018, quando deflagrou neste perímetro um incêndio de grandes proporções, que consumiu 200 hectares da floresta e terrenos agrícolas.

Os serviços da Protecção Civil no município do Porto Novo têm estado a promover acções de sensibilização junto dos agricultores e comunidades do Planalto Leste no sentido de prevenir fogos florestais, evitando, designadamente, queimadas nas zonas agrícolas.  

JM/AA

Inforpress/Fim   

19-02-2024 13:33

Porto Novo, 19 Fev (Inforpress) – Um incêndio está a lavra há cerca de uma hora no perímetro do Planalto Leste, em Santo Antão, disse à Inforpress o comandante do Corpo dos Bombeiros Voluntários do Porto Novo.

Balbino Gomes disse que o incêndio está a lavrar na zona de Chã de Mato – Esponjeiro, no concelho da Ribeira Grande, e que a corporação que dirige já foi acionada, estando a mobilizar o pessoal para o combate às chamas.

O delegado municipal no Planalto Leste, Adilson Silva, confirmou à Agência Cabo-verdiana de Notícias que as chamas deflagraram depois das 11:00 e que “já consumiram uma área considerável da floresta”.

No entanto, o delegado do Ministério da Agricultura e Ambiente na Ribeira Grande, por seu lado, disse que o incêndio começou numa zona agrícola mas ainda não atingiu a floresta propriamente dita. 

Este é o segundo incêndio ocorrido em apenas três semanas na floresta do Planalto Leste, não registava fogos florestais desde 2018, quando deflagrou neste perímetro um incêndio de grandes proporções, o maior até agora registado em Santo Antão, que consumiu 200 hectares da floresta e terrenos agrícolas.

Criada há mais de 150 anos, a floresta do Planalto Leste, com 1.600 hectares de extensão, foi declarada reserva florestal em 1990.  

O perímetro alberga “uma boa parte” do parque natural de Cova/Paul/Ribeira da Torre, com uma área de 2.092 hectares, considerado o maior centro de biodiversidade de plantas endémicas em Cabo Verde, com 36 espécies.

JM/AA

Inforpress/Fim

18-02-2024 19:49

Tarrafal, 18 Fev (Inforpress) – A Câmara Municipal do Tarrafal reforçou o seu Serviço de Saneamento com a aquisição de 115 novos contentores de lixo de 800 litros, no quadro do contrato programa assinado com o Fundo do Ambiente.

Esta informação foi avançada à Inforpress pelo vereador responsável pelo sector do Saneamento da autarquia, Jednilson Landim, que explicou que os contentores fazem parte de um projecto baseado num contrato programa e que além destes contentores, o projecto, orçado em cerca de 25 mil contos, contempla ainda a aquisição de dois camiões para recolha de lixo.

Quanto aos camiões, explicou que um já se encontra no município e já em funcionamento e que se aguarda a chegada do segundo.

Questionado sobre os objectivos do projecto, Jednilson Landim destacou que o foco principal é “conseguir ter um Tarrafal mais limpo e mais sustentável”, reforçando que o camião de lixo tem esta mensagem estampada “Tarrafal limpo e sustentável, menos lixo, mais saúde, mais vida”, já que o objectivo, sintetizou, primeiramente é trabalhar na sensibilização das pessoas.

Segundo a mesma fonte, a população do município tem “um papel importante” em apoiar no processo da limpeza da comunidade e para fazer parte deste processo é necessário trabalhar na sensibilização para mudanças de comportamentos e atitudes nesta matéria, manter a comunidade limpa e ter um município melhor, com mais qualidade de vida e preparada para receber turistas.

Sobre a distribuição dos contentores, o vereador explicou que pretendem reforçar os pontos onde já existem, mas também colocar outros em zonas que nunca tiveram com vista a tentar dar uma cobertura a 100 por cento (%) no município.

No sentido de alcançar a meta de manter o município o mais limpo possível, Jednilson Landim pediu aos tarrafalenses que comecem a colocar o lixo nos lugares certos, neste caso nos contentores, mas também para apoiarem na preservação dos equipamentos, o que vai permitir novos e maiores investimentos na área em vez de substituição ou reposição.

MC/AA

Inforpress/Fim 

18-02-2024 13:11

Porto Novo, 18 Fev (Inforpress) – O programa de requalificação urbana na cidade do Porto Novo, Santo Antão, já arrancou com obras de requalificação da estrada que liga os bairros da Ribeira da Cruz e Chã de Matinho, informou hoje a autarquia.

O vereador Irlando Ramos, que responde pelo pelouro das Obras Municipais, explicou à Inforpress que as obras da requalificação da via Ribeira Corujinha – Chã de Matinho já estão na fase de implementação, um projecto estruturante para esta urbe, que vai facilitar o acesso ao centro de saúde.

Irlando Ramos disse que outras obras estão previstas, ao longo deste ano, na cidade do Porto Novo, financiadas no quadro do programa de requalificação urbana, que receberá em 2024 investimentos na requalificação urbana, turística e ambiental à volta dos 50 mil contos.

As verbas são financiadas pelo Governo, conforme o plano de investimentos municipais para 2024.

Dados a que a Inforpress teve acesso indicam que mais de 300 mil contos foram investidos nos últimos anos no município do Porto Novo na requalificação urbana e ambiental.

Os dados fornecidos pela autarquia dizem que esse montante foi investido sobretudo na cidade do Porto Novo, que tem sido alvo, desde 2016, de “um amplo programa de requalificação urbana e ambiental” que contemplou já vários bairros desta urbe.

Este programa, de acordo com a mesma fonte, tem levado à “transformação da cidade do Porto Novo, criando melhores condições de vida para os residentes e visitantes”.

JM/AA

Inforpress/Fim

17-02-2024 18:20

Porto Novo, 17 Fev (Inforpress) – O projecto “um cão, um amigo”, que está a ser implementado em Santo Antão desde 2019, está a promover a criação de uma organização não-governamental de protecção dos animais nesta ilha, conforme a direcção deste projecto.

A direcção do projecto, segundo apurou a Inforpress, conta com a colaboração da activista social Maria Tereza Segredo na criação da associação voltada para “o bem-estar animal” em Santo Antão, onde actuará na organização de campanhas para tratamentos antiparasitários e outras atividades de bem-estar animal.

Este projecto tem actuado sobretudo na castração de cães em Santo Antão, onde procedeu nos últimos anos a mais de duas mil castrações nos três municípios desta ilha.

Além de castração, o projecto promovido pela Fundação dos Amigos do Paul nos Países Baixos tem também organizado campanhas antiparasitárias e educativas e promoveu a formação veterinários e voluntários.

JM/CP

Inforpress/Fim

Exibindo 1 para 12 de 54