Desporto


15-07-2024 12:34

Cidade da Praia, 15 Jul (Inforpress) -  O Team Cabo Verde, nome por que é conhecida a delegação cabo-verdiana para os Jogos Olímpicos de Paris´2024, foi recebido em festa no domingo,14, na região francesa de Parthenay - Gatine, onde efectua segunda fase de estágio.

“Muita emoção depois de dois anos de cooperação com a cidade, que se conclui agora com a chegada do Team Cabo Verde”, escreve o Comité Olímpico Cabo-verdiana (COC) na sua pagina oficial.

A primeira parte do estágio decorreu na cidade da Praia e contou com cinco dos sete atletas qualificados.

Samuel Freire e Jayla Pina fizeram as respectivas preparações no estrangeiro.

Os treinos em Parthenay-Gatine, a casa de Cabo Verde nos Jogos Olímpicos de Paris’2024, vão decorrer até o dia 23, véspera da partida do Team Cabo Verde para a aldeia olímpica.

Cabo Verde vai estar nesta competição com sete atletas, designadamente Samuel Freire (meia-maratona), Jayla Pina e José Tati (natação), Nancy Moreira e David Pina (boxe), Victor Alvares d’Oliveira (esgrima) e Djamila Correia e Silva (judo).

Integram a delegação 26 elementos, dos quais sete atletas qualificados, cinco treinadores (de boxe, esgrima, judo e natação) seis oficiais de equipa, além do chefe da Missão, Léo Moreau, um médico, um fisioterapeuta, um preparador físico, um psicólogo e responsáveis da COC.

Esta é a maior delegação de sempre de Cabo Verde (sete atletas) aos Jogos Olímpicos, que arrancam no dia 26 de Julho e terminam a 11 de Agosto em Paris, onde está assegurada a participação de 10.500 atletas, em representação de 206 Comités Olímpicos.

OM/AA

Inforpress/Fim 

15-07-2024 10:34

Cidade da Praia, 15 Jul (Inforpress) - ABC - Graciosa e Girassol - Atlético são os jogos das meias-finais do campeonato nacional de andebol feminino, que decorre na Cidade da Praia.

Nas meias-finais, com data ainda por indicar, as abecedárias defrontam as tarrafalenses [Graciosa] como primeiro lugar da fase preliminar, enquanto que o Girassol, que ficou na segunda posição joga com o terceiro classificado, o Atlético, conforme o regulamento da prova.

Nos jogos que ditaram os confrontos das semifinais, realizados este domingo, 14, a Graciosa venceu as Super Estrela por 35-25, enquanto que o ABC derrotou o Girassol (27-25).

O campeonato de Cabo Verde de andebol em seniores femininos, temporada 2023/2024, está a ser disputado por cinco equipas em representação de Santo Antão, São Vicente, Santiago Sul (duas, por ser a região cuja equipa, ABC, detém o título conquistado na temporada transacta) e Santiago Norte.

Resultados dos jogos:

Primeira jornada: ABC 38 - Graciosa 29 e Atlético 29 - Super Estrelas 19;

Segunda jornada: Atlético 30 - Graciosa 24 e Super Estrelas 19 - Girassol 36;

Terceira jornada: Atlético 24 - ABC 32 e Graciosa 19 - Girassol 24;

Quarta jornada: Girassol 32 - Atlético 29 e Super Estrelas 23 - ABC 30;

Quinta jornada: Super Estrelas 25 - Graciosa 35 e ABC 27 - Girassol 25.

Meias-finais: ABC - Graciosa e Girassol - Atlético

Classificação da primeira fase: ABC (12 pontos), Girassol (nove pontos), Atlético (seis pontos), Graciosa (três pontos) e Super Estrelas, sem qualquer ponto.

OM/ZS

Inforpress/Fim

14-07-2024 20:37

Cidade da Praia, 14 Jul (Inforpress) – A Espanha tornou-se este domingo, na selecção com mais títulos (quatro) de campeã da Europa de futebol, ao bater a Inglaterra, por 2-1, na final da 17.ª edição, no Estádio Olímpico de Berlim, na Alemanha.

Nico Williams, aos 47 minutos, e Mikel Oyarzabal aos 86, marcaram os golos da dos espanhóis, enquanto Cole Palmer apontou, aos 73, o tento dos ingleses.

 “La Roja”, como é conhecida a selecção espanhola de futebol, repete assim as conquistas de 1964, 2008 e 2012, que se junta ao Mundial de 2010.

A Alemanha, que organizouo Euro 2024, conta com três títulos, ganhos em 1996, 1990 e  1972.

Melhores do Euro 2024: 

Melhor Jogador: Rodri (Espanha)

Jogador mais jovem: Yamin Yamal (Espanha)

Listas dos campeões:

Espanha: Quatro (2024, 2012, 2008, 1964)

Alemanha: Três (1996, 1990, 1972)

Itália; Dois (2020 e 1968)

França: Dois (2000 e 1984)

Portugal, Grécia, Dinamarca, Holanda, República Tcheca e Rússia contam  com um título cada.

OM/ZS

Inforpress/Fim

14-07-2024 19:39

Assomada, 14 Jul (Inforpress) – As ginastas Rafaela Leal e Mayara Furtado na categoria júnior e Elaine Monteiro e Andrine Mendes na categoria sénior garantiram hoje o passaporte para o Campeonato Nacional de Ginástica ao vencer o campeonato regional.

O III Campeonato Regional de Ginástica de Santiago Norte contou com a participação de 22 ginastas, todas do município de Santa Catarina, visto que, os outros municípios não participaram, no evento que teve como palco o Gimnodesportivo de Nhagar.

Na categoria júnior Rafaela Leal levou o primeiro lugar, seguida de Mayara Furtado e Israela Gonçalves, tendo as duas primeiras garantido o lugar no campeonato nacional que vai ser disputado no próximo sábado, 20, na cidade da Praia.

E para o campeonato nacional, Rafaela Leal comprometeu-se a trabalhar com a sua colega de categoria para dar o máximo e representar da melhor forma a região norte nesta competição.

Na categoria sénior, Elaine Monteiro e Andrine Mendes ocuparam as duas primeiras posições desta competição e Elaine, 1ª classificada, emocionada, disse que não estava à espera de chegar neste patamar, mas como já chegou vai dar o seu máximo no nacional.

Da parte da Associação de Ginástica de Santa Catarina (AGYMSC), a presidente Eurídice Costa fez um balanço “positivo”, e explicou que este ano decidiram realizar o evento em Santa Catarina para que os pais, outros munícipes e mesmo os outros municípios da região vejam a grandeza do evento e desta modalidade desportiva.

Esta, conforme avançou a dirigente, é uma forma que encontraram para sensibilizar os outros municípios a se organizarem e participarem em outras actividades do tipo, mas também de mostrarem aos pais e encarregados da educação a potencialidade de cada ginasta e que caso haja envolvimento de todos é possível ter melhores resultados.

Sobre as dificuldades para a organização deste evento, uma vez que nem todos os municípios têm escolas, a mesma fonte contou que a primeira dificuldade ocorre durante o ano, que é a dificuldade em encontrar espaço para os treinos, mas também a falta de materiais, justificando que a ginástica rítmica exige muito e diferentes tipos de materiais.

Por seu turno, a presidente da Federação de Ginástica de Cabo Verde, Lizandra Varela, presente no evento, avançou que o campeonato nacional vai decorrer já no próximo final de semana na cidade da Praia. Ela adiantou ainda que vão participar todas as associações regionais de ginástica nas modalidades rítmica, aeróbica e acrobata.

Esta actividade, conforme avançou, é realizada anualmente, pois é neste campeonato que se define as atletas que a federação envia para as competições a nível internacional.

MC/ZS

Inforpress/Fim

14-07-2024 13:16

Porto Novo, 14 Jul (Inforpress) – A edilidade porto-novense felicitou hoje os setes jogadores de andebol do concelho do Porto Novo integrantes da selecção de Cabo Verde sub-16 masculina que participou, recentemente, na Partille Cup”, na Suécia.

O facto, conforme informou hoje a câmara do Porto Novo, através de uma nota, “honra e encoraja” a autarquia “a continuar no processo contínuo de apoio ao desporto” no município do Porto Novo.

Os atletas foram recebidos pelo edil nos Paços do Concelho.

A “Partille Cup” é uma prova que junta talentos promissores do andebol mundial, proporcionando uma atmosfera de alta competição e aprendizagem. Esta 53ª edição contado com a participação de 500 atletas de 50 países.

Cabo Verde esteve representado na competição com 14 atletas, seleccionados devido ao seu “notável desempenho” na segunda edição das Olimpíadas do Desporto Escolar, realizada na ilha do Sal, em Março deste ano.

JM/ZS

Inforpress/Fim

14-07-2024 12:30

Cidade da Praia, 14 Jul (Inforpress) - As Super Estrelas e a Graciosa procuram hoje, a partir das 19:30, no pavilhão Vavá Duarte, a última vaga nas meias-finais do campeonato nacional de andebol feminino, que decorre na Cidade da Praia.

No jogo a contar para a quinta e última jornada da fase preliminar, as duas formações entram para esta partida sem qualquer ponto e o vencedor fica com quarto lugar, que dá a qualificação para as semifinais.

Ainda esta noite, ABC e Girassol, ambas de Santiago Sul e com nove pontos cada, procuram o primeiro lugar, num jogo considerado pelos adeptos como uma final antecipada.

Nos jogos da quarta jornada, realizados este sábado, 13, o Girassol  venceu o Atlético por 32-29,  enquanto que o ABC derrotou as Super Estrelas (30-23).

De acordo com o regulamento anunciado pela FCA, as quatro primeiras equipas apuram-se às meias-finais, com a primeira a jogar com a quarta posicionada, ao passo que na outra semifinal defrontam-se a segunda e a terceira classificadas.

O campeonato de Cabo Verde de andebol em seniores femininos, temporada 2023/2024, está a ser disputado por cinco equipas em representação de Santo Antão, São Vicente, Santiago Sul (duas, por ser a região cuja equipa, ABC, detém o título conquistado na temporada transacta) e Santiago Norte.

Resultados dos jogos:

Primeira jornada: ABC 38 - Graciosa 29 e Atlético 29 - Super Estrelas 19;

Segunda jornada: Atlético 30 - Graciosa 24 e Super Estrelas 19 - Girassol 36;

Terceira jornada: Atlético 24 - ABC 32 e Graciosa 19 - Girassol 24;

Quarta jornada: Girassol 32 - Atlético 29 e Super Estrelas 23 - ABC 30;

Jogos da quinta jornada: Super Estrelas - Graciosa e ABC - Girassol.

Atlético fica isento nesta ronda.

Classificação: ABC e Girassol (nove pontos), Atlético (seis pontos), Super Estrelas e Graciosa ainda não pontuaram.

OM/ZS

Inforpress/Fim

14-07-2024 11:19

São Filipe, 14 Jul (Inforpress) – A câmara de São Filipe investiu nos últimos quatro anos mais de 800 mil contos na infraestruturação desportiva para transformar São Filipe num município de campeões, disse sábado o edil Nuías Silva.

Nuías Silva fez essas referências após a inauguração do complexo desportivo da comunidade de Jardim/Batente, zona sul do município, e que representa um investimento 100 por cento (%) camarário em mais de 11 mil contos.

Os investimentos realizados nos cerca de quatro anos no sector das infraestruturas desportivas, algumas concluídas e outras em curso ultrapassam os 800 mil contos e o edil apontou como exemplo as obras do pavilhão desportivo Simão Mendes, estádio 5 de Julho, campo da vila de Patim, piscina municipal, arrelvamento dos campos de Ponta Verde e Salto e um conjunto de placas desportivas.

“O slogan ‘transformar São Filipe num município de campeões” exigia três condições: infraestruturação do município com grandes infraestruturas desportivas cobrindo todas as localidades, organização do desporto e a disciplina”, disse Nuías Silvas.

O autarca assegurou igualmente que a câmara está a cumprir a sua parte e cabe aos clubes e associações desportivas trabalhar na questão da disciplina e formatação daquilo que vai ser o desporto a nível do município.

O edil apontou como exemplo a conquista do título de 100 e 200 metros livres a nível de natação seis meses depois da construção da primeira piscina municipal de Cabo Verde, algo que era impensável antes.

Com relação ao complexo desportivo de Jardim/Batente, uma reivindicação antiga dos jovens das duas comunidades, Nuías Silva indicou que a ideia é levar “importantes investimentos” nas infra-estruturas desportivas para zona sul para uma cobertura mais equitativa.

A zona sul do município, reconheceu o edil de São Filipe tinha um déficit de infra-estruturas desportivas, mas desde que assumiu a gestão do município em Outubro de 2020 a sua equipa está a fazer “grandes obras” como o complexo desportivo entregue sábado à comunidade de Jardim/Batente.

“É um complexo grande, com capacidade e alinhamento para todas as modalidades e a ideia é que surjam escolinhas de basquetebol, futebol, voleibol, futsal e andebol”, declarou Nuías Silvas.

O presidente da câmara de São Filipe recordou que está em curso a modernização e reabilitação da placa desportiva de Monte Largo, que vai ser concluído no próximo mês de Agosto, e o arrelvamento do campo de Salto que tem servido as equipas de futebol da zona sul.

Ainda para a zona sul do município apontou a construção, em curso, do campo de futebol da vila de Patim com todas as condições regulamentares para a prática de futebol regional e nacional.

Para a zona norte disse que a edilidade tem um conjunto de infra-estruturas para serem entregues nos meses de Agosto e Setembro como o arrelvamento do campo de Ponta Verde e a placa desportiva de Monte Tabor e anunciou o lançamento de concurso público a partir de 15 de Julho para as obras das placas desportivas de Inhuco e Curral Ochô que vão ser realidades antes das eleições autárquicas deste ano.

O presidente da Associação de Desenvolvimento Comunitário de Jardim/Batente, Redy Culá, referiu que a infra-estrutura tem “grande significado” para a comunidade porque vai servir para as crianças, jovens e idosos e era aguardada há muito tempo pela comunidade local.

Para o presidente da associação e para os jovens de Jardim/Batente que antes não dispunham de espaço para prática desportiva é o concretizar de uma reivindicação antiga.

JR/ZS

Inforpress/Fim

13-07-2024 21:41

Cidade da Praia, 13 Jul (Inforpress) - O presidente da Federação Cabo-verdiana de Futebol (FCF), Mário Semedo, faz um balanço positivo do campeonato nacional, que consagrou hoje o Boavista da Praia como o novo campeão de Cabo Verde.

“Atendendo todas as circunstâncias que passamos a nível de transporte fazemos um balanço positivo porque chegamos ao fim conforme o programa estabelecido”, observou.

Para Mário Semedo, o problema de ligação inter-ilhas, para além de aumentar os custos são prova, criou problemas com a deslocação das equipas.

O responsável enalteceu o espírito de fair-play reinante durante a prova, quer dentro, quer fora do campo.

“Quando assim é, nós que estamos no futebol ficamos satisfeitos”, frisou Mário Semedo, que enalteceu o facto de o Estádio Nacional receber pela primeira vez uma final do campeonato nacional de futebol em sénior masculino.

“É importante valorizar esta infraestrutura desportiva que tem todas as condições para receber esta grande festa do futebol nacional”, concluiu.

O Boavista da Praia sagrou-se pela quinta vez, campeão de Cabo Verde em futebol sénior masculino, ao triunfar por 2-1 ante o Derby de São Vicente, na final disputada no Estádio Nacional, na cidade da Praia.

Fundada em 05 de Julho de 1936, consegue assim o seu quinto titulo nacional, 14 anos depois, e traz o troféu para a ilha do Santiago após seis temporadas.

A mais recente conquista foi da Académica da Praia, conseguida em 2018.

OM/AA

Inforpress/Fim 

13-07-2024 21:36

Cidade da Praia, 13 Jul (Inforpress) - O Boavista da Praia sagrou-se hoje, pela quinta vez, campeão de Cabo Verde em futebol sénior masculino, ao triunfar por 2-1 ante o Derby de São Vicente, na final disputada no Estádio Nacional, na cidade da Praia.

Edvaldo Cardoso (treinador do Boavista da Praia): “É lógico que fomos um justo vencedor do Campeonato Nacional, dominamos praticamente todos os jogos que disputamos, final foi mais um jogo totalmente dominado e se não saíssemos com uma vitória do jogo de hoje era muito injusto, mas também parabéns para a equipa do Derby uma excelente equipa que foi um digno vencido. O segredo foi trabalho, acreditar e humildade, porque se não fosse assim não conseguimos e êxito que tivemos nesta competição, se não ficávamos como mais um plantel e mais uma equipa técnica que não consegui e nós queríamos fazer diferente queríamos dar aos adeptos do Boavista esta glória e conseguimos, estamos de parabéns”.  

Kelvy (Guarda-redes do Boavista da Praia): “Foram dez golos sofridos numa época, para mim é uma época dos sonhos que todos os guarda-redes desejam e sofrer o menor número de golos possível, por isso estou sem palavras, mas só foi possível graças a toda a equipa. O segredo foi trabalho! Acordar todos os dias às 5 horas para ir treinar, temos colegas que dormiam menos de três horas, devido ao trabalho, depois acordar e ir treinar com muitos sacrifícios. Conquistar o Campeonato Nacional era um objetivo desde o início da época desportiva, começando pelas contratações de jogadores e entramos em todas as provas para ganhar, infelizmente perdemos a taça da Praia, mas agora é festejar e desfrutar desta conquista”.

Elizandro Mendes (Treinador do Derby de São Vicente): “Quando perdemos uma final nunca é fácil de gerir, ainda mais neste estádio com um publico fantástico que vieram apoiar as duas equipas, mais foi um jogo em que entramos mal sofremos um golo, na segunda parte acreditamos mostramos que somos uma boa equipa que temos qualidade, tem garra e conseguimos empatar a partida, mas pronto são detalhes que decidem os jogos e num canto não em que não tivemos a marcação agressiva como devia ser e acabamos por sofrer o segundo golo e ficou tarde, já não conseguimos reagir. E sentimento de tristeza, pois defendemos uma ilha como São Vicente que tem muitos títulos e o nosso objectivo era vencer o nacional, estamos tristes, mas pronto agora é levantar a cabeça ir descansar e depois pensar na próxima época”.

Paulo Marins- “Metcha” (Capitão do Derby): “É um sentimento de tristeza, considera que podíamos levar o jogo ate ao fim e talvez as grandes penalidades e sair com a vitória, mas estamos a falar de uma final um jogo complicado em que um erro pode ditar uma derrota como acabou por acontecer, tivemos um lapso numa bola parada sofremos um golo e acabamos por perder o Campeonato Nacional, agora e levanta a cabeça e lutar para o próximo ano. Foi um detalhe! Foi um jogo estudado pelas duas equipas não arriscamos muito foi jogo tático e foi decidido num detalhe, um erro que quando é assim custa bastante”.

WM/AA

Inforpress/Fim

13-07-2024 21:02

Cidade da Praia,  13  Jul (Inforpress) – A Agência Inforpress divulga o histórico dos vencedores do campeonato de Cabo Verde, em futebol, com as épocas e respectivos vencedores antes e depois da Independência Nacional.

Títulos antes da independência:

1952-53: Associação ACADÉMICA DO MINDELO (São Vicente)

1955-56: Clube Sportivo MINDELENSE (São Vicente)

1959-60: Clube Sportivo MINDELENSE (São Vicente)

1960-61: SPORTING Clube da PRAIA (Santiago)

1961-62: Clube Sportivo MINDELENSE (São Vicente)

1962-63: BOAVISTA Futebol Clube da PRAIA (Santiago)

1964-65: Associação ACADÉMICA DA PRAIA (Santiago)

1965-66: Clube Sportivo MINDELENSE (São Vicente)

1966-67: Associação ACADÉMICA DO MINDELO (São Vicente)

1967-68: Clube Sportivo MINDELENSE (São Vicente)

1968-69: SPORTING Clube da PRAIA (Santiago)

1970-71: Clube Sportivo MINDELENSE (São Vicente)

1971-72: Clube Desportivo Os TRAVADORES (Santiago)

1972/73: CASTILHO do Mindelo (São Vicente)

1973-74: Clube Desportivo OS TRAVADORES (Santiago)

Títulos após independência:

1975-76: Clube Sportivo MINDELENSE (São Vicente)

1976-77: Clube Sportivo MINDELENSE (São Vicente)

1979-80: BOTAFOGO (Fogo)

1980-81: Clube Sportivo MINDELENSE (São Vicente)

1982-83: ACADÉMICA Operária da BOAVISTA (Boa Vista)

1983-84: Futebol Clube DERBY (São Vicente)

1984-85: SPORTING Clube da PRAIA (Santiago)

1986-87: BOAVISTA Futebol Clube da Praia (Santiago)

1987-88: Clube Sportivo MINDELENSE (São Vicente)

1988-89: ACADÉMICA do Mindelo (São Vicente)

1989-90: Clube Sportivo MINDELENSE (São Vicente)

1990-91: SPORTING Clube da PRAIA (Santiago)

1991-92: Clube Sportivo MINDELENSE (São Vicente)

1992-93: ACADÉMICA do Aeroporto (Sal)

1993-94: Clube Desportivo Os TRAVADORES (Santiago)

1994-95: BOAVISTA Futebol Clube da PRAIA (Santiago)

1995-96: Clube Desportivo Os TRAVADORES (Santiago)

1996-97: SPORTING Clube da PRAIA (Santiago)

1997-98: Clube Sportivo MINDELENSE (São Vicente)

1998-99: Grémio Desportivo AMARANTE (São Vicente)

1999-00: Futebol Clube DERBY (São Vicente)

2000-01: ONZE UNIDOS (Maio)

2001-02: SPORTING Clube da PRAIA (Santiago)

2002-03: ACADÉMICO do Aeroporto do Sal (Sal)

2003-04: Sport Clube SAL-REI (Boa Vista)

2004-05: Futebol Clube DERBY (São Vicente)

2005-06: SPORTING Clube da PRAIA (Santiago)

2006-07: SPORTING Clube da PRAIA (Santiago)

2007-08: SPORTING Clube da PRAIA (Santiago)

2008-09:SPORTING Clube da PRAIA (Santiago)

2009-10: BOAVISTA da Praia (Santiago)

2010-11: Clube Sportivo MINDELENSE (São Vicente)

2011-12: SPORTING Clube da PRAIA (Santiago)

2012-13: Clube Sportivo MINDELENSE (São Vicente)

2013-14: Clube Sportivo MINDELENSE (São Vicente)

2014-15: Clube Sportivo MINDELENSE (São Vicente)

2015-16: Clube Sportivo MINDELENSE (São Vicente)

2016-17: SPORTING Clube da PRAIA (Santiago)

2017-18: ACADÉMICA da PRAIA (Santiago)

2018-19: CLUBE Sportivo MINDELENSE ( São Vicente)

2021-22: ACADÉMICA do Mindelo ( São Vicente)

2022-23:  Grupo Desportivo  PALMEIRA (Sal)

2023-2024: BOAVISTA  da Praia

OM/AA

Inforpress/Fim 

13-07-2024 18:53

Cidade  da Praia, 13 Jul (Inforpress) - O Boavista da Praia sagrou-se hoje, pela quinta vez, campeão de Cabo Verde em futebol sénior masculino, ao triunfar por 2-1 ante o Derby de São  Vicente, na final disputada no Estádio  Nacional, na cidade da Praia.

Antes do pontapé de saída do árbitro santantonense,  da região  desportiva do Sal, Roberto  Santos, a bola do jogo foi levada ao centro do relvado  num balaio, transportado pelo antigo guarda-redes, Cadabra, campeão nacional pelas duas equipas.

Numa tarde amena, as duas equipas entraram tímidas, mas aos sete minutos o atacante Sunday inaugurou o marcador, com um golpe de cabeça, após cruzamemto de Stopira, na sequência de um remate à barra de Wi.

Após o golo, os sanvicentinos esboçaram alguma reacção, sempre sob a batuta de Duk e Nuno Rocha, mas o Boavista da Praia controlava as operações e chegava sempre com perigo à baliza do guara-redes derbiano Hélio.

A partir da meia hora, Derby começou   a assentar o seu jogo e por duas vezes testou a atenção do guarda-redes Kelvi, primeiro com um remate de longe de Csékim e depois ao antecipar Toy de Salamansa, após passe de Billy.

Até o final da primeira parte, as jogadas de perigo rarearam, mas sempre com o Boavista da Praia mais perto do 2-0, do que o Derby do empate.

Na segunda parte, os treinadores apostaram nos mesmos onzes e os axadrezados entraram outra vez a controlar, mas o Derby tinha no seu irrequieto avançado Rodrigo uma seta apontada para a baliza de Kelvin.

Aos 65 minutos, contra a corrente do jogo, o defesa-central do Boavista Chibinho fez um autogolo ao tentar interceptar um cruzamento de Rodrigo, dando assim o empate ao Derby.

Após o golo,  o Derby  ganhou mais confiança  e do lado da equipa axadrezada, pela primeira vez, começou a aparecer  algum nervosismo, principalmente na sua linha defensiva.

Aos 80 minutos, quando já começava a se vislumbrar o prolongamento, apareceu o  antigo internacional  cabo-verdiano Stopira,  após  um pontapé  de canto  apontado  por Wi, a marcar o golo que fez o Boavista  da Praia regressar ao título  nacional, 14 anos depois.

O Boavista da Praia, fundada em 1936, consegue assim o seu quinto  titulo nacional, 14 anos depois, e traz  o troféu para a ilha do Santiago  após seis temporadas. 

A mais recente conquista  foi da   Académica da Praia, conseguida em 2018.

Os melhores do campeonato de Cabo Verde época 2023/2024:

Campeão Nacional: Boavista da Praia

Vice-campeão: Derby

Melhor marcador – “Wi ” (Boavista da Praia  –  cinco golos)

Guarda-redes menos batido – Kelvi  (Boavista da Praia – quatro golos sofridos)

MVP da final –  Stopira (Boavista da Praia)

Melhor Jogador do campeonato – Kanté  (Palmeira do Sal)

Fair Play – Boavista  da Praia

Melhor treinador –  Edvaldo Cardoso (Boavista da Praia)

OM/AA

Inforpress/Fim

13-07-2024 13:18

Cidade da Praia, 13 Jul (Inforpress) - As equipa do ABC, Girassol, ambas de Santiago Sul, e Atlético, de São Vicente, já têm garantidas a passagem para as meias-finais do campeonato nacional de andebol feminino, que decorre na cidade da Praia.

Nesta sexta-feira, 12, no Pavilhão Vavá Duarte, em jogo da terceira jornada, o ABC venceu o Atlético por 32 -24, e juntou-se às sanvicentinas , que já haviam confirmado a passagem às meias-finais na ronda anterior.

O Girassol, por sua vez, ganhou ao Graciosa por 24 -19, e com seis pontos também carimbou a passagem às semifinais.

Para quarta jornada, a disputar-se hoje, a partir das 19:30, no Pavilhão Vavá, Atlético joga com o Girassol e as Super Estrelas defrontam o ABC.

O quadro das meias-finais fica definido na última jornada com o jogo entre Super Estrelas e Graciosa, a disputar-se no domingo, 14, no Pavilhão Vavá Duarte.

Nesta ronda fica isenta a equipa da Graciosa, do Tarrafal de Santiago.

De acordo com o regulamento anunciado pela Federação Cabo-verdiana de Andebol (FCA), as quatro primeiras equipas apuram-se às meias-finais, com o primeiro a jogar com o quarto, ao passo que na outra semifinal defrontam-se o segundo e o terceiro classificados.

O campeonato de Cabo Verde de andebol em sénior feminino, temporada 2023/2024, é disputado por cinco equipas em representação de Santo Antão, São Vicente, Santiago Sul (duas, por ser a região cuja equipa, ABC, detém o título conquistado na temporada transacta) e Santiago Norte.

Resultados dos jogos:

Primeira jornada: ABC 38 - Graciosa 29 e Atlético 29 - Super Estrelas 19.

Segunda jornada: Atlético 30 - Graciosa 24 e Super Estrelas 19 - Girassol 36.

Terceira jornada: Atlético 24 - ABC 32 e Graciosa 19 - Girassol 24;

Jogos da quarta jornada: Atlético - Girassol e Super Estrelas - ABC.

Classificação: ABC, Girassol e Atlético (seis pontos), Super Estrelas e Graciosa, ainda não pontuaram.

OM/AA

Inforpress/Fim

Exibindo 1 para 12 de 60