Desporto


23-06-2024 9:58

Cidade da Praia, 23 Jun (Inforpress) – A equipa do Prédio sagrou-se, este sábado, campeão regional de basquetebol de Santiago Sul, em sénior masculino, após vencer o ABC por 58 -53, no sétimo e último jogo dos play-off da final, disputado no pavilhão Vavá Duarte. 

As duas equipas entraram em campo empatadas na série (3-3) e com muito público no recinto, o Prédio foi mais forte e conseguiu o quarto título seguido, desta vez sob a "batuta" de David Buccilli, que foi o Most Value Player (MVP) – Jogador Mais Valioso – da final. 

O ABC, que foi um adversário à altura, conforme demonstra o equilíbrio do resultado da série fica com o "prémio de consolação" a participação no campeonato nacional, onde o Prédio vai fazer a defesa do título.

De referir que nas meias-finais, a formação de Achada Santo António [Prédio], eliminou o Bairro, enquanto que o ABC deixou pelo caminho o Revolution.

O regional de Santiago Sul época 2023/2024, que contou com nove equipas, marca o regresso da histórica formação do Bairro e as estreias das equipas Veteranos, São Filipe e Achadinha.

A primeira fase foi disputada no sistema todos contra todos, a duas voltas, e transitaram para a fase do play-off as quatro melhores classificadas.

Conforme o regulamento da competição, o primeiro classificado da fase regular (Prédio) jogou com o quarto (Bairro), e o segundo (ABC) defrontou o terceiro classificado (Revolution).

Na classificação final da fase preliminar o Prédio liderou com 46 pontos, seguido de ABC, como os mesmos pontos, Revolution (38), Bairro (34), Veteranos (32), São Filipe (30), Guardiões (26), Achadinha (18) e Maracanã (desclassificado).

OM/HF

Inforpress/Fim

22-06-2024 21:09

Espargos, 22 Jun (Inforpress) - O Académico do Sal derrotou hoje o Derby de São Vicente por 1-0 em jogo da primeira-mão das meias-finais do campeonato de Cabo Verde de clubes, jogo disputado no Estádio Marcelo Leitão, na ilha do Sal.

Com esta vitória, o campeão da ilha do Sal segue em vantagem para o jogo da segunda mão, a realizar-se no próximo fim-de-semana, no Estádio Adérito Sena, em São Vicente.

Ao intervalo, as duas equipas estavam empatadas a zero, mas na segunda parte o Académico do Sal chegou à vitória através do golo marcado por Yanick, aos 89 minutos de jogo.

Nas declarações pós-jogo, o treinador do Académico do Sal, Dichinha, considerou que foi uma partida difícil contra uma “grande equipa”.

“Este foi apenas a primeira parte da eliminatória e sabemos que vamos encontrar muitas dificuldades em São Vicente, porque o Derby é uma excelente equipa. Hoje assistimos a um bom jogo, agora é ir ao Adérito Sena tentar defender este resultado”, sublinhou.

Quanto à preparação para o segundo jogo das meias-finais, Dichinha enfatizou que é um privilégio para qualquer jogador estar nesta fase no nacional de futebol, algo que muitos jogadores aspiram, pelo que aconselhou os seus atletas a desfrutarem deste momento.

O treinador do Derby, Elizandro Mendes, conhecido como Lizi, por seu lado, disse que a sua equipa estava consciente de que seria um jogo difícil, mas que hoje “nada resultou” para a sua equipa.

“O Académico mereceu esta vitória e temos de lhes dar o mérito. Já o Derby falhou em tudo. Mas temos mais um jogo e vamos trabalhar para vencer. Conseguiram marcar um golo aqui, mas também poderemos ripostar em casa”, afirmou.

O Académico do Aeroporto, campeão da ilha do Sal, chegou às meias-finais como primeiro classificado do Grupo A, enquanto o Derby de São Vicente, que integrou o Grupo C, qualificou-se como melhor segundo classificado da fase de grupos.

O Palmeira do Sal e o Boavista da Praia disputam no domingo, 23, às 16:00, o outro jogo da primeira-mão das meias-finais, igualmente no Estádio Marcelo Leitão, na ilha do Sal.

NA/AA

Inforpress/Fim

22-06-2024 20:55

Cidade da Praia, 22 Jun (Inforpress) - A dupla cabo-verdiana de voleibol feminino de praia constituída pelas irmãs Janine e Ludmila Varela garantiu hoje a passagem às meias-finais do torneio olímpico em Marrocos, de apuramento para os Jogos Olímpicos Paris’2024.

As ‘manas’ do Tarrafal de Santiago venceram a dupla do Gana, num jogo que a página do Comité Olímpico Cabo-verdiano (COC) classificou, na sua página oficial, de uma “partida de loucos”.

“As irmãs Varela venceram a congénere do Gana, numa partida de loucos”, lê-se.

Esta foi a terceira vitória da equipa cabo-verdiana, vencedora do Torneio da Zona II Africana, depois de eliminar na quinta-feira, 20, a congénere do Níger (2-0) e na sexta-feira, 21, frente às Ilhas Maurícias.

Para se apurar para Paris’2024 e integrar o “Team Cabo Verde”, a dupla cabo-verdiana terá de sair vencedora neste torneio qualificativo de Marrocos.

Cabo Verde conta neste momento com quatro atletas qualificados para Paris’2024, designadamente o atleta Samuel Freire (maratona), os pugilistas David Pina (51 quilogramas) e Nancy Moreira (66 quilogramas) e o esgrimista Victor Alvares.

O COC deposita ainda esperanças em atletas com qualificação pendentes, como Djamila Correia e Silva, no judo, e dos nadadores Jayla Pina, nos 100 metros bruços, e Troy Pina, nos 50 metros freestyle.

Os Jogos Olímpicos de Paris realizam-se de 26 de Julho a 11 de Agosto e tem assegurada a participação de 10.500 atletas, em representação de 206 Comités Olímpicos Nacionais a competirem em 28 desportos olímpicos.

OM/AA

Inforpress/Fim

22-06-2024 20:01

Cidade da Praia, 22 Jun (Inforpress) - As equipas da Epif e Bola pa Frente são as finalistas do campeonato regional de futebol de Santiago Sul, escalão sub-19, referente à época 2023-2024.

Para isso, esta tarde, no Estádio da Várzea, em jogos da segunda-mão das meias-finais, a Epif goleou o Prédio por 4-0, e a Bola pa Frente venceu a Efsod, equipa sensação do campeonato, por 3-2.

Nos jogos da primeira-mão, a Epif havia vencido por 3 -1, enquanto a Bola pa Frente e a Efsod não foram além de um empate sem golos, em jogos também realizados no Estádio da Várzea.

A fase regular contou com a participação de sete equipas e foi disputada no sistema de todos contra todos a uma volta, e as quatro melhores classificadas seguiram qualificaram-se às meias-finais.

A Epif, na qualidade de campeão nacional, vai representar a região desportiva de Santiago Sul no campeonato de Cabo Verde do referido escalão.

Bola pa Frente também garante a participação na prova, uma vez que a Epif é também a detentora do título em Santiago Sul.

OM/AA

Inforpress/Fim

22-06-2024 12:34

Assomada, 22 Jun (Inforpress) – O Comité Olímpico Cabo-verdiano (COC) promoveu hoje, em Assomada, Santa Catarina, no interior de Santiago, uma marcha cívica para lembrar a ligação de Amílcar Cabral com o desporto e o olimpismo.

A iniciativa, para celebrar o Dia Olímpico, assinalado no domingo, 23, e o ano do centenário do líder anticolonialista, foi organizada em parceria com Assomada Sport Center e Fundação Amílcar Cabral (FAC).

Em declarações à Inforpress, o presidente da Academia Olímpica, Orlando Mascarenhas, explicou que a marcha cívica no percurso Liceu Amílcar Cabral - Praça Central de Assomada, que contou com a presença de um grupo de pessoas, na maioria crianças, teve como objectivo demostrar a ligação do pai da independência de Guiné e Cabo Verde com o desporto e o olimpismo.

A marcha cívica, reforçou, simboliza o espírito de união, diversidade e determinação, valores que Amílcar Cabral sempre promoveu e que são a essência do Movimento Olímpico.

“Nós quisemos aproveitar esta data para celebrarmos as relações que Amílcar Cabral teve com o olimpismo, porque, independentemente de ele ser apresentado como um grande líder africano e internacional pelas suas acções como diplomata, militante, fundador do PAIGC, e que fez a luta de libertação para independência de Cabo Verde e da Guiné-Bissau, ele durante a sua trajetória teve uma relacção muito forte com o desporto, particularmente o futebol”, notou.

Amílcar Cabral, segundo ele, aproveitou do desporto para fazer a mobilização para a luta da independência da Guiné-Bissau e Cabo Verde, e viu que nos Jogos Olímpicos havia liberdade e oportunidade para todo o mundo, onde negros também notabilizaram.

“Para Amílcar Cabral os Jogos Olímpicos constituem um elemento precioso para que as pessoas sejam livres, felizes, e participem activamente naquilo que gostam e querem”, acrescentou, insistindo que as pessoas devem conhecer esta ligação de Cabral com o desporto e o olimpismo.

Além da marcha cívica no município onde Cabral esteve muito tempo durante a instrução primária, antes de ir para as cidades da Praia e do Mindelo e a formação superior em Lisboa (Portugal), foi realizado um conjunto de actividades desportivas na Praça de Assomada.

Da programação consta ainda a inauguração um “mural dos atletas”, no Estádio Municipal 25 de Julho, em Santa Cruz.

Amílcar Cabral é considerado um dos líderes africanos mais carismáticos, influentes e figura de destaque no continente africano.

Fundador do Partido Africano da Independência da Guiné e Cabo Verde (PAIGC), morreu depois de uma luta armada iniciada em 1962 contra o colonialismo português.

A 20 de Janeiro de 1973, Amílcar Cabral foi assassinado, em Conacri, numa altura em que travava uma luta armada contra o exército português, e 61 anos depois, permanece como uma figura central da história de África, em especial a de Cabo Verde e da Guiné-Bissau.

FM/AA

Inforpress/Fim

22-06-2024 11:21

Cidade da Praia, 22 Jun (Inforpress) - O treinador do Boavista da Praia, Edvaldo Cardoso, garante “uma postura vencedora” no primeiro jogo das meias-finais, ante à Palmeira, marcado para domingo,2 3, às 16:00, no Estádio Marcelo Leitão, na ilha doi Sal.

“Prometo o mesmo Boavista de sempre, com postura vencedora, mas ciente das qualidades do adversário”, disse o técnico axadrezado antes da partida para a ilha do Sal, ressalvando que o adversário também está ciente das potencialidades da sua equipa.

“Vamos à procura da vitória, desde do primeiro minuto. Não sabemos jogar de outra forma”, frisou.

O Boavista da Praia, campeão de Santiago Sul, conta com todos jogadores disponíveis, pelo que, segundo Edvaldo Cardoso, está na “máxima força”.

O Boavista da Praia chegou às meias-finais na qualidade de primeiro classificado do Grupo C de qualificação, com 16 pontos, fruto de cinco vitórias e um empate.

Do grupo fizeram parte o Derby, que se classificou como o melhor segundo lugar, Sanjonenses (Santo Antão Sul) e Ultrmarina (São Nicolau).

O outro jogo das meias-finais disputa-se também hoje, no Estádio Marcelo Leitão, e coloca frente-a-frente o Académico do Sal e o Derby de São Vicente.

A final do campeonato nacional de futebol está agendada para o dia 13 de Julho, às 15:30, no Estádio Nacional, na Cidade da Praia.

OM/AA

Inforpress/Fim 

21-06-2024 19:35

Cidade da Praia, 21 Jun (Inforpress) – As meias-finais da Taça de Cabo Verde vão ser disputadas nos dias 02 e 03 de Julho e a final a 05 do mesmo mês no estádio Marcelo Leitão, no Sal, informou hoje a FCF.

Em comunicado, a Federação Cabo-verdiana de Futebol (FCF) esclarece que essa decisão deveu-se a razões de transporte que levou ao não cumprimento do calendário previamente estabelecido. 

Assim, no dia 02 de Julho o Mindelense (São Vicente) joga contra o Paulense de Santo Antão Norte e no dia seguinte a Académica da Praia medirá forças com a Palmeira do Sal.

A FCF informa ainda que a final do campeonato nacional, que estava marcado para 05 de Julho, Dia da Independência, vai ser disputada no dia 13 às 15:30, no estádio nacional, na cidade da Praia.

De referir que a ilha do Sal recebe, este fim-de-semana, os jogos da primeira mão das meias-finais do campeonato nacional de futebol com os semifinalistas Académico do Aeroporto do Sal, Palmeira, Derby e Boavista da Praia.

No sábado, 22, às 16:00, no estádio Marcelo Leitão, o Académico do Sal joga com o Derby de São Vicente e no domingo, 23, o Palmeira recebe o Boavista da Praia.

OM/HF

Inforpress/Fim 

21-06-2024 18:41

Cidade da Praia, 21 Jun. (Inforpress) – A dupla cabo-verdiana de voleibol feminino de praia, constituída pelas irmãs Janine e Ludmila Varela, venceu esta tarde as ilhas Maurícias no torneio olímpico em Marrocos, de apuramento para os Jogos Olímpicos Paris’2024 e qualifica-se para as quartas-de-finais.

Esta foi a segunda vitória da equipa cabo-verdiana, vencedora do Torneio da Zona II Africana, depois de eliminar na quinta-feira a sua congénere do Níger (2-0), pelo que vai jogar no sábado em jogo de acesso às meias-finais do Continental Cup de Beach Volley.

Para se apurar para Paris’2024 e integrar o “Team Cabo Verde”, a dupla cabo-verdiana terá de sair vencedora neste torneio qualificativo de Marrocos.

Cabo Verde conta neste momento com quatro atletas qualificados para Paris’2024, designadamente o atleta Samuel Freire (maratona), os pugilistas David Pina (51Kg) e Nancy Moreira (66kg) e o esgrimista Victor Alvares

O COC deposita ainda esperanças em atletas com qualificação pendentes,  como Djamila Correia e Silva, no judo, e dos nadadores Jayla Pina, nos 100 metros bruços, e Troy Pina, nos 50 metros freestyle.  

Os Jogos Olímpicos de Paris realizam-se de 26 de Julho a 11 de Agosto e tem assegurada a participação de 10.500 atletas, em representação de 206 Comités Olímpicos Nacionais a competirem em 28 desportos olímpicos.

SR/JMV

Inforpress/Fim

21-06-2024 18:19

Espargos, 21 Jun (Inforpress) – A ilha do Sal recebe, este fim-de-semana, os jogos da primeira mão das meias-finais do campeonato nacional de futebol com os semifinalistas Académico do Aeroporto do Sal, Palmeira, Derby e Boavista da Praia.

No primeiro jogo da 1ª mão das meias-finais do campeonato nacional, que acontece no sábado, 22 de Junho, às 16 horas no estádio Marcelo Leitão, o Académico do Aeroporto do Sal, vencedor do Grupo "A" com 10 pontos, enfrentará o Futebol Clube Derby de São Vicente, melhor 2º classificado entre todos os grupos, com 11 pontos.

Já para domingo, espera-se o segundo jogo desta 1ª mão das meias-finais com o Grupo Desportivo Palmeira a receber o Boavista Futebol Clube da Praia, as duas equipas que ainda não sofreram qualquer derrota no campeonato.

O Palmeira, campeão nacional em título, foi o vencedor do Grupo "B", com 12 pontos, fruto de três vitórias, três empates e nenhuma derrota. Já o Boavista da Praia venceu o Grupo "C" com 16 pontos, foi a equipa que mais pontuou e teve mais vitórias, totalizando 5 vitórias e 1 empate.

O jogo entre o Académico e o Derby vai ser dirigido por um quarteto de árbitros, liderado por Hermógenes Fernandes, tendo como assistentes João Pires e Miguel Barbosa (Fogo) e Henrique de Pina actuará como quarto árbitro.

No jogo de domingo, entre Palmeira e Boavista da Praia, o quarteto é composto por por uma equipa de São Vicente, tendo como árbitro principal, Olavo Lopes, assistido por Benedito dos Santos e Carlos Monteiro, sendo que o quarto árbitro ficou a cargo de Manuel Gomes.

De recordar que os jogos da segunda mão estão agendados para o próximo fim-de-semana, 29 e 30, e a grande final acontece no dia 05 de Julho no estádio nacional na cidade da Praia

NA/HF

Inforpress/Fim

21-06-2024 16:29

Cidade da Praia, 21 Jun (Inforpress) – A atleta cabo-verdiana, residente nos EUA, Ariane Morais já tem licença internacional para representar Cabo Verde no Campeonato Africano de Atletismo, que se realiza de 21 a 26 do corrente no Estádio Olímpico de Douala, Camarões.

“Finalmente, desenlace feliz para a conceituada lançadora cabo-verdiana residente nos Estados Unidos, Arianne Morais. A partir de hoje, luz verde para se juntar e reforçar a equipa nacional já instalada em Douala, República dos Camarões”, avançou a Federação Cabo-verdiana de Atletismo, que deposita grande esperança nesta atleta de lançamento de dardo.

Arianne Morais vai a Camarões em busca de qualificação Olímpica para Paris’2024.

Medalhista de ouro no campeonato europeu sub-18 de 2016, norueguesa de origem cabo-verdiana e especialista no lançamento de dardo e peso, Morais manifestou-se disponível para competir por Cabo Verde nas competições internacionais.

Arianne Morais tem ainda no seu curriculum o título de medalhista de ouro no campeonato norueguês sub-17, de 2015, nas disciplinas do lançamento de dardo e arremesso de peso, tendo feito a sua estreia universitária na Universidade da Flórida (EUA) durante a temporada de 2021 na categoria de lançamento de dardo, terminando em segundo lugar com a marca de 55,13 metros.

No seu palmarés, conta ainda com o título de vencedora no lançamento de dardo com 57,38 metros no 63º Annual Mt. SAC Relays e segundo lugar com 53,82m em 2023 no lançamento de dardo no “Desert Heat Classic” e terceiro posicionado na prova do lançamento de dardo com 49,19 metros na “Conference USA Championships”, em 2022.

O Campeonato Africano de Atletismo, entretanto, começa a ser disputado hoje, com o “sprinter” cabo-verdiano Ronaldinho Oliveira Cabral a estrear-se nas eliminatórias dos 100 metros.

Já na disciplina do fundo, o país vai estar representado pelo atleta internacional cabo-verdiano Arthur Fortes.

SR/HF

Inforpress/Fim

21-06-2024 15:06

Cidade da Praia, 21 Jun (Inforpress) - O campeão do campeonato regional de basquetebol de Santiago Sul, em sénior masculino, vai ser conhecido no sábado, 22, no sétimo e último jogo do play-off da final, a disputar-se entre o Prédio e o ABC.

As duas equipas estão empatadas na serie (3-3), que é decidida sistema a melhor de sete jogos, conforme o regulamento da Associação Regional de Basquetebol de Santiago Sul.

A única certeza é que as duas formações vão ser os representantes de Santiago Sul no campeonato de Cabo Verde da modalidade, uma vez que o Prédio, na qualidade de campeão nacional, terá que fazer a defesa do título.

Nas meias-finais, a formação de Achada Santo António [Prédio], eliminou o Bairro, enquanto que o ABC deixou pelo caminho o Revolution.

O regional de Santiago Sul época 2023/2024, que contou com nove equipas, marca o regresso da histórica formação do Bairro e as estreias das equipas Veteranos, São Filipe e Achadinha.

A primeira fase foi disputada no sistema de todos contra todos, a duas voltas, e transitaram para a fase do play-off as quatro melhores classificadas.

Conforme o regulamento da competição, o primeiro classificado da fase regular (Prédio) joga com o quarto (Bairro), e segundo (ABC) defronta o terceiro classificado (Revolution).

Na classificação final da fase preliminar o Prédio liderou com 46 pontos, seguido de ABC, como os mesmos pontos, Revolution (38), Bairro (34), Veteranos (32), São Filipe (30), Guardiões (26), Achadinha (18) e Maracanã (desclassificado).

OM/AA

Inforpress/Fim

21-06-2024 12:29

Ribeira Grande, 21 Jun (Inforpress) – A Escolinha Pinhão, na costa leste do concelho da Ribeira Grande, Santo Antão, criou o projecto “Bola no Pé, Caderno na Mão” como forma de incentivar os atletas a se dedicarem mais aos estudos. 

Segundo o vice-presidente da agremiação, Vanderzé Pires, a escolinha foi criada no pós-pandemia e a ideia surgiu porque muitas crianças da localidade de Pinhão jogam à bola no caminho.

“Comecei a observa-los e constatei que havia ali muitos talentos.  Nisso resolvi criar este projecto para trabalhar com essas crianças”, salientou, indicando que no início eram nove meninos dos 08 aos 09 anos, e hoje já são 74 atletas, dos quais 22 do sexo feminino.

Conforme Vanderzé Pires, o projecto da escolinha está voltado para a educação dos atletas, e, em parceria com os pais, ensinam não só o futebol, mas também “impulsionam” os mesmos a se dedicarem mais aos estudos.

E os resultados, segundo o vice-presidente da Escolinha Pinhão, estão sendo “muito satisfatório”, tanto na prática da modalidade, como no aproveitamento escolar dos atletas.

“A maiorias das nossas crianças têm evoluído muito bem nos estudos, mas temos outras crianças que nem por isso, até porquê, o nível de aprendizagem não é igual, depende de pessoa para pessoa”, frisou a mesma fonte.

“Uns que aprendem mais rápido e outros mais devagar, no entanto, o importante é que mesmo assim não desistimos deles e mostramos que são capazes mesmo aprendendo no tempo deles”, concretizou.

Vanderzé Pires contou inda que já participaram em algumas competições e classificaram-se na segunda posição, e que, em parceria com algumas pessoas conseguiram dar “uma nova cara” à placa desportiva de Pinhão e torna-la “mais atrativa”.

“Queria deixar um apelo ao poder local para acolher mais as escolinhas, porque não temos nenhum tipo de apoio do mesmo e o nosso projecto é de suma importância”, finalizou o mentor do projecto “Bola no Pé, Caderno na Mão”.

LFS/AA

Inforpress/Fim

Exibindo 1 para 12 de 60