Porto Novo: Água, produção forrageira e confinamento de gado entre os desafios da pecuária

08-06-2024 15:14

Porto Novo, 08 Jun (Inforpress) – O problema da água, a produção forrageira e o confinamento do gado são alguns dos desafios que estão a ser debatidos hoje na primeira jornada técnica dos criadores de gado do município do Porto Novo. 

A jornada técnica dos criadores de gado do Porto Novo, uma iniciativa da delegação do Ministério da Agricultura e Ambiente, visa, além dos desafios do sector pecuário, partilhar as boas práticas que têm marcado a actividade pecuária neste concelho, com um dos maiores efectivos pecuários do País (25 mil cabeças de gado). 

Em relação ao abastecimento de água, o delegado do Ministério da Agricultura e Ambiente no Porto Novo, Joel Barros, informou que este ministério vai continuar a investir na resolução do problema da água para o gado na zona baixa deste município.

Joel Barros assegurou à Inforpress que o Ministério da Agricultura e Ambiente vai continuar a apostar na resolução definitiva do problema da água na parte mais baixa do município do Porto Novo (Ribeira Tortolho, Aureliano, Lajedinho, Morro Tubarão e Ribeira Brava), estando em preparação um terceiro projecto para essa zona.

Informou, por isso, que ainda no decurso deste ano, este ministério vai investir mais dois mil contos em mais um projecto na Ribeira de Tortolho, que contemplará 18 criadores nessa zona.

Até agora, o Ministério da Agricultura e Ambiente investiu 28 mil contos na resolução do problema de água para a actividade pecuária na parte baixa do município do Porto Novo, abarcando 55 criadores de gado na Ribeira Tortolho e no Morro de Tubarão.  

Joel Barros assegurou que está estabilizada a situação do abastecimento de água na zona baixa do Porto Novo, onde se concentra uma parte significativa do efectivo pecuário neste município.

JM/HF

Inforpress/Fim 

Notícias Recentes


13-06-2024 17:11
13-06-2024 16:59
13-06-2024 16:46
13-06-2024 16:42
13-06-2024 16:45