Terceiro compacto do MCC terá como prioridades conectividade, ambiente e capital humano

22-02-2024 15:04

Cidade da Praia, 22 Fev (Inforpress) – O terceiro compacto do Millennium Challenge Corporation (MCC), focalizado para a integração económica regional, terá como prioridades a conectividade, o ambiente e o capital humano, anunciou hoje o ministro das Finanças, Olavo Correia.

O governante, que falava durante uma conferência de imprensa, depois de se reunir com uma delegação do Millennium Challenge Corporation (MCC), chefiada pela directora executiva, Alice Albright, destacou a “excelência” da relação entre Cabo Verde e os Estados Unidos da América, baseada em valores como a democracia e estado de direito.

O ministro, que se manifestou “privilegiado” e “orgulhoso” com este novo compacto, explicou que este compacto vai ajudar o País no combate à pobreza, na integração regional através do desenvolvimento económico, mas, sobretudo, a criar condições para duplicar o potencial de crescimento da economia cabo-verdiana.

Para tal, apontou que nos próximos anos, vão trabalhar em cinco áreas fundamentais, como a conectividade e mobilidade numa perspectiva holística, terrestre, aérea, marítima, tecnológica, digital, mas também humana, energia ligada ao ambiente, atracção do digital, diversificação da economia e do capital humano.

“Olhando para esses pilares, que são fundamentais para o nosso futuro, temos aqui três áreas prioritárias em relação às quais queremos trabalhar com o programa IMC para podermos avançar”, sublinhou o governante.

Segundo disse, a nível do capital humano, a ideia é garantir as condições para acelerar a dinâmica de desenvolvimento de Cabo Verde, numa lógica de integração e de abertura ao mundo e à sub-região, mas sobretudo criar factores de competitividade para a economia cabo-verdiana.

Por outro lado, irá priorizar também as jovens e mulheres, com a criação de condições para o país produzir empregos qualificados, bem remunerados, dignos, ancorado na tecnologia, na inovação, modernos e na linha daquilo que tem sido a mudança do ponto de vista dos postos de trabalho a nível mundial.

Na mesma linha, apontou que o compacto irá trabalhar em relação à visão, a estratégia e enquadrar-se no plano estratégico de desenvolvimento sustentável (PEDS) e na visão de desenvolvimento de Cabo Verde 2030.

"Foi uma reunião muito produtiva e vamos agora trabalhar para montarmos todo o quadro e criar um modelo de governança monetária operacional durante o mês de Março para, com a maior brevidade possível, iniciarmos os trabalhos operacionais, sendo que existe de todos os lados uma grande vontade, um grande comprometimento e uma grande expectativa em relação ao início deste grande programa”, precisou o ministro.

A delegação do Millennium Challenge Corporation (MCC) foi ainda recebida hoje pelo Presidente da República, José Maria Neves.

Chefiada pela directora-executiva, Alice Albright, a delegação iniciou na segunda-feira, 19, uma visita de quatro dias a Cabo Verde para discutir com o Governo o processo de desenvolvimento do primeiro compacto regional para Cabo Verde aprovado, em Dezembro último, pela Administração do MCC.

É terceira vez que Cabo Verde é seleccionado para um financiamento do MCC, sendo que nas duas primeiras ocasiões, em 2005 e 2012, foram contemplados um conjunto de investimentos em infra-estruturas portuárias e abastecimento de água e saneamento, num total de 176 milhões de dólares.

AV/HF

Inforpress/Fim

Notícias Recentes


14-06-2024 0:17
14-06-2024 1:25
13-06-2024 22:05
13-06-2024 19:49
13-06-2024 19:04