Sub-17: FCF pune jogadores do Batuque com penas entre seis a 12 meses de suspensão

13-03-2024 12:04

Cidade da Praia, 13 Mar. (Inforpress) - O Conselho de Justiça da Federação Cabo-verdiana de Futebol condenou sete jogadores da equipa sub-17 do Batuque com penas entre seis a 12 meses de suspensão face aos acontecimentos registados no ano passado no jogo do Nacional ante Ultramarina.

O acórdão da Conselho de Disciplina deu como provada a acusação contra actos de indisciplinas, designadamente agressões provocadas pelos axadrezados do Mindelo, tendo sido apontados como responsáveis por “actos de infracções disciplinares” e suspendeu por um período de seis a 12 meses, sete jogadores do Batuque, mais um elemento da equipa técnica.

De acordo com o acórdão, quatro destes jovens jogadores foram condenados a pena de um ano de suspensão, dois atletas foram punidos com o castigo de 10 meses de suspensão, enquanto um outro foi condenado a uma suspensão de seis meses, já que viu a sua pena reduzida por “ter confessado integralmente e sem reservas os factos de acusação”.

O CD da FCF, condenou, igualmente, o técnico de equipamento do Batuque, Nuno Miguel Tiene, à pena de um ano de suspensão, e uma multa pecuniária de 20.000$00 à equipa do Batuque Futebol Clube de sub-17.

O caso, refira-se, ocorreu em Abril de 2023 no Estádio Municipal Adérito Sena, em São Vicente, num embate que apesar da vitória do Batuque, terminou com cenas de agressões, provocadas pela equipa axadrezada do Mindelo.

Este acórdão saiu num momento no qual a comunidade desportiva já reclamava pela “demora da justiça na FCF”, já que o Nacional de Futebol de sub-17 da presente temporada arranca já na segunda-feira, 18, com a região desportiva de São Vicente a voltar a acolher um grupo, assim como a de Santiago Sul.

SR/ZS

Inforpress/Fim

Notícias Recentes


14-06-2024 0:17
14-06-2024 1:25
13-06-2024 22:05
13-06-2024 19:49
13-06-2024 19:04