Situação de abandono do Mercado do Côco deve-se à “birra politica” do edil Francisco Carvalho – diz deputado

20-02-2024 14:35

Cidade da Praia, 20 Fev (Inforpress) – O deputado do Movimento para a Democracia (MpD – poder), Alberto Mello, disse hoje que a situação de “abandono” do Mercado do Côco deve-se à “birra política” do presidente da Câmara Municipal da Praia, Francisco Carvalho.

A afirmação foi feita em declarações aos jornalistas à margem de uma visita de um grupo de deputados do MpD àquela infra-estrutura, de preparação do debate com o primeiro-ministro na sessão parlamentar que inicia esta quarta-feira, 21, sobre a boa governança.

“Trata-se de uma obra de extrema importância para a Cidade da Praia que foi completamente abandonada pela actual liderança da câmara municipal, simplesmente por birra política e demagogia”, apontou

De acordo com o deputado do partido que sustenta o Governo, o actual edil praiense está a fazer “demagogia” e com desconhecimento em relação a uma obra com algum investimento público.

“Quando ele fala em desmantelar do Mercado do Côco, que custará quase meio milhão, é simplesmente por demagogia. O mandato já vai terminar e não fez nada aqui”, acusou Alberto Mello, apelando a um debate público sobre esta questão.

“Estão a utilizar esta infra-estrutura como um cavalo de batalha, para fazer política só com inverdades”, notou o deputado, esclarecendo que o projecto para a construção do Mercado do Côco foi através de um concurso público.

“Não há nada para esconder, simplesmente temos um presidente com birra política e falta de sensibilidade. Inclusive há financiamento do actual Governo, no valor de 350 mil contos, pronto para executar e terminar a obra”, reiterou.

O projecto do Mercado do Côco, iniciado em 2011 pelo então presidente da Câmara Municipal da Praia, Ulisses Correia e Silva, actual primeiro-ministro, estava orçado em cerca de 330 mil contos.

Em 2019, o Governo disponibilizou à edilidade o valor de 350 mil contos, para a conclusão da infra-estrutura, no âmbito do Programa de Requalificação, Reabilitação e Acessibilidades (PRRA).

OM/HF

Inforpress/Fim

Notícias Recentes


14-06-2024 9:54
14-06-2024 9:45
14-06-2024 0:17
14-06-2024 1:25
13-06-2024 22:05