São Vicente: Mercado de Peixe vai ter fachada principal voltada para mar após reabilitação

05-03-2024 19:17

Mindelo, 05 Mar (Inforpress) – O Mercado de Peixe do Mindelo deverá ter, após reabilitação e modernização, a fachada principal voltada para o mar e outras valências que constarão de um estudo que deverá estar pronto em cinco meses.

A informação foi avançada à imprensa hoje, no Mindelo, pelo director Nacional das Pescas e Aquacultura, Carlos Monteiro, na sequência de um workshop, com a presença de consultores internacionais, tendo como propósito a recolha de informações e a interação directa com elementos de um grupo de trabalho.

Segundo o responsável, o encontro de hoje foi “importantíssimo” por se tratar de um projecto aguardado há muito, de reabilitação e modernização do Mercado de Peixe do Mindelo e que tem como uma das novidades o facto do empreendimento passar a ter entrada virada para o mar.

Carlos Monteiro assegurou que, por agora, a equipa de consultores, da Espanha e do Brasil, está a fazer o trabalho de campo e a recolher todos os subsídios para se ter “um mercado moderno, funcional e estrutural”.

“Mas, sobretudo um mercado que congrega algumas valências a nível cultural, de turismo, porque sabemos que o mercado é um ponto turístico, e daí, essa necessidade se fazia sentir”, ressaltou, adiantando que os resultados devem ser apresentados dentro de quatro-cinco meses.

Por outro lado, conforme a mesma fonte, o projecto de arquitectura deverá abarcar toda a zona envolvente, que terá “cara nova” e virada para o mar, eficiência energética, mas, mantendo o traço histórico-arquitectónico.
Mudanças que, garantiu, estão a ser consertadas entre os especialistas internacionais, a Câmara Municipal de São Vicente e o Governo.

“Há todo esse trabalho de sintonia e a nossa pespectiva é que possamos de facto ter um mercado à altura de São Vicente, à altura das necessidades e à altura da mudança de mentalidade, que estamos a ver”, exortou Carlos Monteiro.

Entre as obras projectadas, a modernização inclui galgamento do mar para se ganhar mais espaço, cais de desembarque melhorado, restauração e outras formas de comércio, que, segundo o director, deverá ser “emblemático” para São Vicente, e, quiçá, expandir-se às outras ilhas.

O reabilitação e modernização do mercado de peixe enquadra-se no projecto “Turismo resiliente e desenvolvimento da Economia Azul em Cabo Verde”, financiado pelo Banco Mundial, que objectiva aumentar a diversidade e a resiliência na oferta turística e a participação das pequenas e médias empresas nas cadeias de valor relacionadas com o turismo em destinos específicos, conforme o Ministério do Mar.

LN/JMV
Inforpress/Fim


 

Notícias Recentes


20-06-2024 8:09
20-06-2024 8:02
20-06-2024 7:55
19-06-2024 22:59
19-06-2024 22:48