São Vicente: Governo garante “todo o apoio” ao Centro Santa Clara destinado a jovens com síndrome de Down (c/áudio)

08-02-2024 13:02

Mindelo, 08 Fev (Inforpress) – O Governo manifestou hoje interesse em apoiar o Centro Santa Clara, dos Irmãos Capuchinhos, em São Vicente, para acolher jovens e mulheres com síndrome de Down, garantiu a secretária de Estado de Inclusão Social.

Durante a visita ao centro, situado na zona de Chã de Alecrim, Lídia Lima foi confrontada pela imprensa sobre a ausência de menção do executivo da placa afixada aquando da inauguração, a 15 de Janeiro, na qual constam os parceiros e benfeitores da iniciativa dos Irmãos Capuchinhos.

Conforme a mesma fonte, tal aconteceu porque não foram convidados, mas, asseverou, o Governo está sempre atento a esses “projectos interessantes” para assinar parcerias e protocolos.

“Nós estamos interessados em apoiar, porque a nossa intenção é chegar a todas as pessoas que têm deficiência, principalmente pessoas jovens e mulheres e que têm muito a dar ao nosso País, que têm as suas habilidades e capacidades e precisam do apoio da sociedade civil e do Estado”, afiançou.

O trabalho a ser desenvolvido no centro que, segundo o responsável, deverá estar em funcionamento brevemente, com certeza, assegurou Lídia Lima, deverá ser merecedor da ajuda governamental, assim como outras instituições a nível nacional.

Tanto assim é que, ajuntou, este ano já se aumentou o valor dos apoios e estuda-se a possibilidade de introdução de novas associações na lista, inclusive instituições religiosas, que, considerou, têm feito “um grande trabalho”, principalmente com projectos dirigidos a públicos mais vulneráveis.

No caso do Centro Santa Clara, a secretária de Estado assumiu o compromisso de o Governo ajudar, talvez, na capacitação das jovens mulheres e reforçar o número de cuidadores.

“A minha presença cá tem esse objectivo de demonstrar a disponibilidade, para além de conhecer o espaço, ver o potencial em termos de condições para acolher, atender as jovens com síndrome de Down e outros tipos de deficiência, para as preparar para a vida e sua autonomia”, ressalvou Lídia Lima.

O Centro Santa Clara, que já existe há cerca de 30 anos, em Chã de Alecrim, deverá brevemente funcionar em espaço novo, construído de raiz pelos Irmãos Capuchinhos.

Além da visita ao centro, Lídia Lima cumpre ainda hoje uma agenda de actividades na ilha de São Vicente.

No período de tarde participa na sessão de entrega de certificados e kits de três acções de capacitação de famílias de crianças em situação de risco, promovidas pelas Aldeias Infantis SOS, enquadradas no projecto “Melhorando a situação das crianças da cidade do Mindelo”.

Logo de seguida estará presente numa actividade sobre responsabilidade parental, dirigida a famílias da comunidade de São Pedro e promovida pelo Instituto Cabo-verdiano da Criança e do Adolescente (ICCA).

LN/AA

Inforpress/Fim

Notícias Recentes


22-02-2024 23:07
22-02-2024 22:33
22-02-2024 21:57
22-02-2024 21:51
22-02-2024 21:07