São Vicente: Corpo de Intervenção da PN “muito melhor preparada” para dar respostas aos desafios – comandante (c/áudio)

08-03-2024 13:11

Mindelo, 08 Mar (Inforpress) – O comandante do Corpo de Intervenção da Polícia Nacional (PN), em São Vicente, considerou hoje que a Unidade está “muito melhor preparada” para dar resposta policial aos “vários e complexos” desafios em matéria de segurança.

Madelino da Luz fazia alusão a uma acção de formação concluída hoje e que durante três semanas preparou o reforço da capacidade dos operacionais do Corpo de Intervenção, com base num “intenso” trabalho e treinamento, para reforçar e actualizar os conhecimentos, mas também para preparar novos elementos da Unidade.

Trata-se, segundo a mesma fonte, de um grupo composto por 31 policiais, que passa a formar o Destacamento do Corpo de Intervenção do Comando de São Vicente, sendo que desse número dez são novos elementos e que receberam certificado e boina da Unidade.

“Acredito que, no fim dessas três semanas, o pessoal que já pertencia ao Corpo de Intervenção está melhor capacitado para o exercício das suas funções, mas também os novos estão preparados para, a partir desse momento, integrarem a unidade e exercer as funções específicas e as atribuições”, reforçou Madelino da Luz.

O comandante deu ênfase ao facto de a formação ter sido ministrada por um corpo de instrutores nacionais, do Comando das Unidades Especiais, tendo felicitado a “dedicação e todo o conhecimento” colocado ao Comando Regional de São Vicente.

“Realmente temos condições de, em casa, com a prata da casa, ministrar e criar condições e ministrar formações do tipo e preparar os nossos operacionais”, concretizou Madelino da Luz.

O comandante do Destacamento do Corpo de Intervenção reforçou, por isso, que com actualização dos conhecimentos e com maior treinamento contínuo qualquer elemento policial, em termos operacionais, está preparado para responder a qualquer situação que encontre no dia a dia e dar uma “melhor resposta” em segurança, com uma actuação “mais eficaz, mais correcta, com um enquadramento legal e respeitando os princípios” que norteiam a actuação policial.

Durante as três semanas de formação foram abordadas várias temáticas, entre elas a abordagem a viaturas de indivíduos suspeitos, técnicos de intervenção policial, que engloba a abordagem a indivíduos suspeitos e a viaturas, controlo de indivíduos suspeitos e prática de tiro.

Da mesma forma foram ministrados exercícios de manutenção de ordem pública, desde a intervenção numa unidade especial e de reserva preparada para a reposição de manutenção de ordem pública, situações de violência concertada e controlo de tumultos.

A cerimónia de entrega de certificados e imposição de boinas foi encerrada com uma demonstração de um exercício pelos formandos em frente ao Comando Regional da Polícia Nacional.

AA/ZS

Inforpress/Fim

Notícias Recentes


21-06-2024 22:18
21-06-2024 20:26
21-06-2024 20:23
21-06-2024 20:12
21-06-2024 19:35