São Miguel: Câmara lança concurso público construção de 9 km de rede de distribuição de água na Ribeira dos Flamengos

15-03-2024 15:17

Calheta, 15 Mar (Inforpress) – A Câmara Municipal de São Miguel, interior de Santiago, já fez o lançamento do concurso público de empreitada da obra de construção de 9 quilómetros de rede de distribuição de água na Ribeira dos Flamengos.

Com este investimento, orçado em mais de 15 milhões de escudos, a edilidade micaelense garante que vai ultrapassar este “grande desafio” que tem que ver com o abastecimento de água nesta localidade.

De acordo com informações divulgadas pela câmara municipal, o prazo de execução do contrato é de 90 dias e os interessados devem entregar as suas propostas no Balcão Único até as 10:00 do dia 17 de Abril de 2024, estando o acto público de abertura das propostas agendado para as 10:30 do mesmo dia, no Salão Nobre da Câmara Municipal de São Miguel.

No quadro de concursos públicos no município, o Ministério da Indústria, Comércio e Energia já fez o lançamento do concurso público para a instalação de kits solares fotovoltaicos (off grid) na comunidade de Gongon, na Ribeira de Principal, financiado pelo Programa de Apoio à Transição Energética.

Este concurso tem como objectivo selecionar uma empresa para a electrificação das habitações nas comunidades de Djobe e Maton em São Lourenço dos Órgãos e a comunidade de Gongon em São Miguel, através da instalação de 30 kits fotovoltaicos, projecto orçado em quinze milhões de escudos.

O prazo de execução do referido contrato é de 17 meses, a contar da data da assinatura do contrato, sendo 5 meses para a instalação dos kits e um ano para seguimento e monitorização do projecto.

A autarquia micaelense enalteceu a importância deste projecto, reforçando que neste momento encontram-se em curso as obras da electrificação da comunidade de Mato Dentro e com a conclusão do investimento na comunidade de Gongon será alcançada a meta de 100% de electrificação no município.

Igualmente, está a decorrer o concurso para a construção do Centro de Saúde de Achada Monte, no âmbito do projecto “Covid-19 Emergency Response”, financiado pelo Banco Mundial, cujo período de construção é de 10 meses a partir da data da consignação.

MC/ZS

Inforpress/Fim

Notícias Recentes


14-06-2024 0:17
14-06-2024 1:25
13-06-2024 22:05
13-06-2024 19:49
13-06-2024 19:04