Santa Catarina do Fogo: Uma dezena de embarcações de pesca seleccionadas para fibragem - presidente associação

01-02-2024 10:26

São Filipe, 01 Fev (Inforpress) – Uma dezena de embarcações de pesca de boca aberta de Santa Catarina do Fogo vão passar, nos próximos dias, pelo processo de fibragem no quadro do projecto financiado pelo Ministério do Mar.

O presidente da Associação dos Pescadores e Peixeiras de Santa Catarina do Fogo denominado de 3Baías, António Miranda, disse à Inforpress que a selecção das embarcações foi feita no ano passado, através de um edital do Ministério do Mar e que a comunicação do financiamento chegou no início de 2024.

Nas três baias e principais portos de desembarque de pescados, Alcatraz, Fajã e Forapó, existem mais de duas dezenas de embarcações de pescas no activo e algumas já tinham sido beneficiadas de fibragem antes da constituição da Associação 3Baías, sublinhando que a ideia é recolher a documentação das demais para submeter ao novo pacote de financiamento para fibragem das mesmas.

António Miranda avançou que a associação aguarda apenas a transferência das verbas para iniciar o processo, através de contratação de prestadores de serviços na área de fibragem, acrescentando que a associação vai enviar uma documentação do banco para poder receber o montante.

A fibragem das dez embarcações vai decorrer na Baía de Alcatraz onde está concentrada a maioria das embarcações beneficiárias, devendo as outras deslocarem para este porto para a realização do trabalho.

A associação que conta neste momento com 54 associados, sendo que alguns não são pescadores e peixeira directamente, vai reunir-se no dia 04 de Fevereiro na cidade de Cova Figueira para comemorar, antecipadamente o Dia Nacional dos Pescadores, 05 de Fevereiro.

António Miranda disse que a ideia inicial era realizar o encontro de socialização e convívio com pescadores na Baía de Forapó já que nos dois anos anteriores a data foi celebrada nas baías de Fajã e Alcatraz, mas como a estrada de acesso que está sendo construída pela associação de Fonte Aleixo ficou em péssimas condições com as chuvas do ano passado, a associação decidiu realizar o encontro na cidade de Cova Figueira.

O encontro/convívio, segundo António Miranda contará, além dos sócios e pescadores, com a presença de algumas instituições como Associação Projecto Vitó que vai socializar o projecto guardiões do mar que vai ser implementado também no município de Santa Catarina do Fogo, a Inspecção de Pesca que vai abordar aspectos ligados à legislação e sobre a pesca sustentável e responsável, o Instituto Marítimo Portuário (IMP), câmara de Santa Catarina.

A classe dos pescadores de Santa Catarina depara com alguns desafios, nomeadamente a inexistência de um espaço (mercado) para a comercialização de pescado, a reabilitação das casas da Baía de Fajã, observando que neste domínio um projecto vai ser implementado para resolver o problema com financiamento da edilidade e Ministério do Mar.

Segundo o mesmo, existe a necessidade de formações ligadas a área de reparação de motores e de embarcações de pesca, sublinhando que a associação tem no plano de actividades um conjunto de formações para capacitar os pescadores, dando assim continuidade às acções já realizadas, mas que precisam ser certificadas.

Dos projectos da Associação 3Baías, António Miranda destacou o da aquisição de uma embarcação de maior porte, com mais de dez metros e com capacidade para a faina mais afastada da costa, que vai ser gerida pela própria associação que tem alguns sócios formados na área de navegação no alto mar, mas também o projecto de definição e identificação de banco de pesca.

Estes e outros projectos vão ser submetidos às instituições ligadas ao sector para financiamento e segundo o presidente da associação, falta apenas reunir alguns detalhes dos projectos, para serem encaminhados a potenciais financiadores.

Outro projecto é a construção de um local para comercialização de pescado que pode ser posto de venda ou mercado de peixe que está sendo analisado com a edilidade de Santa Catarina do Fogo.

O presidente da câmara de Santa Catarina do Fogo, Alberto Nunes disse que já foi encomendada e deverá chegar ao município nos próximos dias uma máquina de produção de gelo com capacidade para 750 quilos/dia.

O presidente da associação congratulou-se com aquisição deste equipamento, sublinhando que o projecto implementado na Baía de Alcatraz necessita de ser complementado com a instalação de uma máquina de produção de gelo para abastecer os pescadores que utilizam esta baía e não só.

JR/ZS

Inforpress/Fim

Notícias Recentes


17-06-2024 8:38
17-06-2024 8:07
17-06-2024 7:47
16-06-2024 19:33
16-06-2024 16:12