Projecto “Destino Fogo: Desenvolvimento Ecológico e Sustentável do Turismo e Inovação da Oferta” socializado com parceiros

10-02-2024 11:32

São Filipe, 10 Fev (Inforpress) – O projecto “Destino Fogo: desenvolvimento ecológico e sustentável do turismo e inovação da oferta” a ser implementado pela organização não-governamental (ONG) Italiana, Cospe, foi socializado esta sexta-feira, 09, com os principais parceiros locais.

O coordenador local do projecto, Gerson Pires, disse à Inforpress que este novo projecto é financiado pela União Europeia e está voltado para o desenvolvimento do turismo sustentável nas áreas protegidas de Cabo Verde e que o seu objectivo é criar oportunidades para o desenvolvimento do turismo para que as comunidades locais tenham um desenvolvimento económico e social dentro do turismo.

O coordenador local disse que a Cospe tinha trabalhado esta temática nos projectos anteriores e que a inovação deste projecto é dar atenção especial à inclusão de jovens, mas também o envolvimento dos actores que estão no sector do turismo para ajudá-los a projectar ofertas turísticas.

Segundo o mesmo, o projecto dedica parte das suas acções com a inclusão de pessoas sensíveis, nomeadamente, a recuperação das pessoas que já cumpriram pena de privação de liberdade e emigrantes retornados, mas também trabalhar para diversificar a oferta turística através de apoio a terceiros já que cooperativas e associações podem candidatar-se e receber fundos do projecto para implementar actividades que visam diversificar a oferta  turística quer do ponto de vista do produto como dos serviços que oferecem.

O novo projecto, que terá a duração de três anos, conta com um financiamento de um mais de um milhão de euros (1.055.000), perto de 120 mil contos cabo-verdianos, vai disponibilizar 200 mil euros para as cooperativas, empresas e associações visando a implementação de actividades de diversificação turística e requalificação de estruturas de acolhimento, uma iniciativa que foi também desenvolvida nos projectos implementados pela Cospe, nomeadamente, Rotas do Fogo e Pessoas.

O Destino Fogo pretende, através de análise participativa, conhecer a realidade do território para a elaboração de um plano ecoturístico da ilha, mas também prevê trabalhar a questão da co-gestão da área protegida através de um diálogo a nível institucional.

O projecto denominado “destino Fogo: desenvolvimento ecológico e sustentável do turismo e inovação da oferta em Fogo” é implementado em parceria com a Associação Projecto Vitó, Associação Cabo-verdiana de Luta Contra Violência Baseado no Gênero (ACLCVBG), Laço Branco, Associação FG Turismo, Associação Italiana Turismo Responsável (AITR) e as três câmaras da ilha, contando com financiamento da União Europeia.

Este projecto visa promover o turismo sustentável nas áreas protegidas de Cabo Verde como factor de geração de rendimentos e crescimento socioeconómico para as comunidades locais.

JR/HF

Inforpress/Fim

Notícias Recentes


21-02-2024 21:53
21-02-2024 20:43
21-02-2024 20:35
21-02-2024 20:18
21-02-2024 19:53