Primeiro-ministro enaltece papel da mulher no desporto cabo-verdiano

08-03-2024 12:25

Cidade da Praia, 08 Mar. (Inforpress) - O primeiro-ministro apadrinhou hoje o encontro entre o ministro da Juventude e Desporto e atletas femininas em comemoração ao Dia Internacional da Mulher, no Palácio do Governo, onde enalteceu o papel da mulher cabo-verdiana nas diversas áreas desportivas.

Ulisses Correia e Silva surpreendeu a plateia com a sua presença nesta recepção idealizada pela tutela do desporto, Carlos do Canto Monteiro, para destacar o papel fundamental das mulheres no desporto e na sociedade em geral, por forma a reconhecer as suas conquistas e significativas contribuições.

No evento que serviu, igualmente, para homenagear às atletas femininas que se destacaram em suas modalidades, com o propósito de inspirar outras mulheres a seguirem seus passos, o chefe do Governo considerou tratar-se de um momento muito simbólico, por ser um momento de reconhecimento, gratidão, mas também de reflexão.

O Dia Internacional da Mulher, segundo Correia e Silva, deve ser encarado como momento de reflexão sobre grandes combates e lutas que levaram séculos para que hoje em dia os direitos como a igualdade e a equidade de género fossem constituídos para a afirmação daquilo que é o ser humano, “feito mulher e homem por Deus”, na igualdade.

Relativamente ao desporto, reconheceu que se trata de um símbolo de  grandes conquistas, ainda que exista muitos caminhos a percorrer, salientando que modalidades que outrora foram praticamente vedadas às mulheres, como o futebol, tem vindo a afirmar-se, tanto em termos de grandes conquistas, como nos mais diversos cargos nacionais e internacionais.

“O desporto não tem fronteiras entre homens e mulheres. Tudo o que o homem pratica a mulher pratica e talvez com mais qualidade. Celebrar este dia é sinal de reconhecimento. Vocês têm uma voz na sociedade. Estamos perante caras conhecidas como a seleccionadora de futebol feminino e isto é importante para o empoderamento da mulher, não só no desporto, mas também em todas as outras áreas”, frisou o chefe do Governo, realçando que cada uma das atletas pode ser a embaixadora de causas nobres como a responsabilidade parental.

Esta causa é, para o primeiro-ministro, um dos fortes combates, assim como a Violência Baseada no Género, razão pela qual considerou necessário reforçar cada vez mais, não só acções coercivas, mas também a sensibilização à tolerância zero em área como o feminicídio, asseverando que o desporto deve ser usado para melhor sensibilizar a sociedade.

Em representação das atletas, a seleccionadora de futebol feminino de Cabo Verde Silvéria “Nita” Nédio, destacou a importância deste reconhecimento pelo Governo neste “dia especial”, tendo, entretanto, considerando que a mulher trava diariamente uma luta enorme, tanto nos espaços desportivos, como nos lares e que o desporto não foge à regra.

Muita força física e mental foram os condimentos apontados por Nita Nédio como “essencial” para a dignificação da mulher no campo desportivo, tendo-as alertado para “falar sem medo, criticar o mal e elogiar o bem”, para que continue a trabalhar e transmitir, cada dia, mais forças da mulher no desporto.

SR/ZS

Inforpress/Fim

Notícias Recentes


17-06-2024 11:11
17-06-2024 10:59
17-06-2024 10:42
17-06-2024 10:30
17-06-2024 10:27