PR participa na 37ª Sessão Ordinária da Conferência de Chefes de Estado e de Governo da União Africana em Adis Abeba

13-02-2024 16:57

Cidade da Praia, 13 Fev (Inforpress) – O Presidente da República anunciou hoje, a sua participação na 37ª Sessão Ordinária da Conferência de Chefes de Estado e de Governo da União Africana, a acontecer nos dias 16 a 19 de Fevereiro, em Adis Abeba.

Uma nota de imprensa da Presidência da República, a que a Inforpress teve acesso, dá conta de que a participação do Chefe de Estado na 37ª Sessão Ordinária da Conferência de Chefes de Estado e de Governo da União Africana e na Reunião de Alto Nível dos Pequenos Estados Insulares Africanos são “cruciais”, dada a relevância dos temas em análise e debate durante as cimeiras.

E entre os temas de relevo está a questão da segurança em África e a apresentação e análise do relatório sobre as reformas institucionais da União Africana.

Em diversas ocasiões, inclusive, na sua última participação na 36ª Sessão ordinária da Conferência de Chefes de Estado e de Governo da União Africana, lembrou José Maria Neves, de ter chamado a atenção para a necessidade de reformas no seio daquela organização.

Pelo que na ocasião da 37ª Sessão Ordinária da Conferência de Chefes de Estado e de Governo da União Africana, lê-se no documento, Neves vai destacar a necessidade de reformas na União Africana numa perspectiva de "governança multinível que permita dar resposta, não só em matéria da promoção de políticas pró-ambiente, mas também, no que tange à resolução dos conflitos existentes em alguns países e na promoção do Estado de Direito no continente”.

Ainda segundo a mesma fonte, o Chefe de Estado defenderá a importância da União Africana, assim como dos organismos sub-regionais, como actores relevantes na busca de soluções “consertadas”, pois que "medidas rotineiras já não fazem muito sentido, porque não produzem efeitos", sobretudo no que toca à resolução dos conflitos.

O relatório anual do Presidente, na qualidade de Champion para a Preservação do Património Natural e Cultural de África, será analisado no âmbito do Relatório Anual da União Africana, lê-se na nota.

“Esta ocasião proporcionará, ainda, oportunidades valiosas para encontros de trabalho com vários outros chefes de Estado presentes nas duas reuniões, tanto da União Africana quanto dos Pequenos Estados Insulares Africanos”.

O Presidente da República considerou que as duas cimeiras são “excelentes oportunidades”, para reforçar laços, discutir desafios comuns e buscar soluções colectivas para promover o desenvolvimento e a estabilidade em África.

OS/HF

Inforpress/Fim

Notícias Recentes


21-06-2024 22:18
21-06-2024 20:26
21-06-2024 20:23
21-06-2024 20:12
21-06-2024 19:35