Portugal: ACV e ALMA-CV juntam especialistas para debater a língua materna cabo-verdiana

24-02-2024 10:22

Lisboa, 24 Fev (Inforpress) – A delegação da Associação da Língua Materna Cabo-verdiana (ALMA-CV) em Portugal e a Associação Caboverdeana Lisboa (ACV) promoveram na capital portuguesa uma mesa redonda sobre “A língua cabo-verdiana hoje – Dia Internacional da Língua Materna”.

O evento organizado na noite desta sexta-feira, 23, no âmbito das comemorações do Dia Internacional da Língua Materna, assinalado a 21 de Fevereiro, teve momentos de declamações com Charlie Mourão, Filinto Elísio Correia e Silva, Fredilson Semedo, José Luís Hopffer Almada e Luís de Sousa Lobo, e música com Heloisa Monteiro e Tonecas Lima.

Na mesa redonda, o professor e linguista Hans-Peter “Lonha” Heilmair abordou “A questão do bilinguismo crioulo/português em Amílcar Cabral”, o advogado José Craveiro falou sobre “A questão da oficialização do crioulo” e o jurista, ensaísta e poeta José Luís Hopffer Almada sobre “A presença do crioulo na literatura cabo-verdiana”.

"Em Cabo Verde estamos cada vez mais num processo de alcançar três grandes objetivos com a ALMA-CV. O primeiro é a oficialização plena de língua cabo-verdiana, porque crioulo é uma língua oficial em contrição.

Segundo objectivo é introduzir língua materna no sistema de ensino e terceiro objectivo é incentivar as pessoas a escrever em crioulo (...). Nós os cabo-verdianos queremos ser intrinsecamente bilingue", elencou o coordenador da Delegação ALMA-CV em Portugal, José Luís Hopffer Almada.

A vice-presidente e presidente em exercício da ACV, Dulcineia Sousa, deu as boas-vindas aos presentes, lembrando da importância da data e do crioulo em Cabo Verde como língua materna.

A ALMA-CV foi criada em 2022 e é uma associação que visa “impulsionar a mudança de política linguística” no país e tem como membros linguistas, investigadores e profissionais de várias áreas, personalidades ligadas à promoção da língua cabo-verdiana, historiadores, artistas, entre outros.

O Dia Internacional da Língua Materna foi criado pela Organização das Nações Unidas para a Educação, a Ciência e a Cultura (Unesco) com o objectivo de promover a diversidade linguística e cultura entre as diferentes nações.

DR/JMV
Inforpress/Fim

Notícias Recentes


14-06-2024 10:01
14-06-2024 9:54
14-06-2024 9:45
14-06-2024 0:17
14-06-2024 1:25