Porto Novo/Tarrafal de Monte Trigo: Entreposto agrícola pronto ainda em Março –  Ministério da Agricultura    

11-03-2024 15:00

Porto Novo, 11 Mar (Inforpress) - Os equipamentos para o entreposto agrícola no Tarrafal de Monte Trigo, no município do Porto Novo, Santo Antão, já se encontram no local, devendo este espaço de tratamento pós-colheita ficar pronto ainda neste mês de Março.

A previsão é do delegado do Ministério da Agricultura e Ambiente no concelho do Porto Novo, Joel Barros, que explicou que o entreposto agrícola do Tarrafal de Monte Trigo insere-se no quadro do projecto agrícola dessa localidade, cujas obras já foram retomadas.

“Falta concluir o entreposto agrícola que ficará instalado até ao fim deste mês de Março”, assegurou o responsável, tranquilizando os agricultores no Tarrafal de Monte Trigo, que desejam a entrada em funcionamento do centro para facilitar a exportação dos excedentes agrícolas.       

A instalação do entreposto agrícola no Tarrafal de Monte Trigo insere-se no âmbito de um projeto financiado em 18 mil contos, através do programa de Promoção das Actividades Socioeconómicas Rurais (Poser), que inclui ainda a construção de reservatórios de água e instalação de sistemas de rega gota a gota nesse vale agrícola.

A Associação dos Agricultores do Tarrafal de Monte Trigo regozijou-se com este entreposto agrícola, enaltecendo a importância do centro de tratamento e embalagem de produtos para os produtores e para o futuro da agricultura na localidade.

O presidente da Associação dos Agricultores do Tarrafal de Monte Trigo, Odorico Lopes, disse à Inforpress que o entreposto agrícola vai ser “muito importante” para localidade, já que vai facilitar a vida dos agricultores, tanto no tratamento dos produtos, como também de embalagem e comercialização.

Odorico Lopes acredita que este centro vai ajudar os agricultores a resolver o problema de mercado, que tem estado a preocupar a classe, não só nessa localidade como em todo o município do Porto Novo, devido à existência de pragas.

Tarrafal de Monte Trigo é um dos maiores produtores do inhame em Cabo Verde, com uma produção anual à volta de 700 toneladas, mas os produtores têm tido dificuldades na colocação do produto no mercado nacional devido ao embargo imposto aos produtos agrícolas da ilha, por causa da praga dos mil pés.

Por isso, os agricultores acreditam que o entreposto agrícola vai “facilitar muito a vida dos agricultores” do Tarrafal de Monte Trigo, que desejam colocar os seus produtos, designadamente o inhame, nos principais mercados nacionais.

Além do inhame, Tarrafal de Monte Trigo, uma das poucas localidades em Santo Antão ainda livre da praga dos mil pés, produz ainda a mandioca, a batata comum, além de outros produtos, que vão passar a ser tratados e embalados pelo entreposto agrícola.

Este o segundo entreposto agrícola instalado no concelho do Porto Novo, depois da Ribeira da Cruz.

Os agricultores em Alto Mira desejam também a instalação de um centro de tratamento pós-colheita, segundo a associação de classe.

JM/AA

Inforpress/Fim

Notícias Recentes


21-06-2024 22:18
21-06-2024 20:26
21-06-2024 20:23
21-06-2024 20:12
21-06-2024 19:35