Porto Novo: Programa de cuidados abrange mais de 1.300 idosos com “impactos altamente positivos” – edilidade

21-02-2024 17:20

Porto Novo, 21 Fev (Inforpress) – O programa de cuidados no município do Porto Novo, Santo Antão, abrange, neste momento, mais de 1.300 idosos, correspondente a 8.3 por cento (%) da população do concelho, com “impactos altamente positivos na vida dessas pessoas”.

Esses dados foram fornecidos hoje pela autarquia porto-novense, que realçou o impacto positivo do programa de cuidados que está a ser implementado no município do Porto Novo e que tem direccionado as acções a 1.318 idosos. 

“O programa de cuidados continua com as suas acções direccionadas a 1.318 idosos, correspondente a 8.3% da população do município, com impactos altamente positivos na vida dessas pessoas”, notou o executivo camarário, salientando também a importância dos três centros da terceira idade na melhoria das condições de vida desta camada social.

Porto Novo dispõe de três centros de dia, dois na cidade e outro na Ribeira das Patas (Círio) que acolhem os idosos diariamente, dando a resposta, neste momento, a cerca de 150 idosos, explicam ainda os dados fornecidos pela equipa camararia.

Os idosos que passam o dia nos centros de dia fazem várias actividades sócio-culturais, lúdicas, recreativas, extensivas à motricidade e estimulação cognitiva, ginástica todos dias, cuidados de higiene pessoal, entre outras actividades.

Os porto-novenses têm estado a reclamar a criação de mais centros de dia no interior do Porto Novo para acolher os idosos em situação de vulnerabilidade, sugerindo a construção de um centro no Tarrafal de Monte Trigo.

Porém, Ribeira da Patas pode ainda este ano receber mais um centro de terceira idade, a localizar em Coice de Chã, onde já existe uma infra-estrutura construída para o efeito, explica o plano de investimentos municipais para 2024. 

O plano, a que a Inforpress teve acesso, diz ainda que a edilidade porto-novense pretende investir em 2024 quase 40 mil contos na coesão social, sendo que a promoção da habitação social e a protecção social (assistência social, apoio às igrejas e promoção da infância social) algumas das áreas a abarcar. 

JM/HF

Inforpress/Fim

Notícias Recentes


19-04-2024 23:26
19-04-2024 22:50
19-04-2024 22:41
19-04-2024 22:36
19-04-2024 21:23