Porto Novo: Obras do novo centro de expurgo em fase adiantada, segundo empreiteiro

01-03-2024 18:26

Porto Novo, 01 Mar (Inforpress) - As obras de construção do novo centro de expurgo de Santo Antão, que se localiza no porto do Porto Novo, prosseguem “a bom ritmo”, encontrando-se numa fase adiantada, conforme constatou a Inforpress junto do empreiteiro.  

Consignadas em finais de Novembro, as obras devem ser realizadas num período de nove meses, estimando-se que no terceiro trimestre deste ano o novo centro de inspecção e embalagem dos produtos agrícolas de Santo Antão já estará pronto, num investimento de 80 mil contos.  

O novo centro de expurgo de Santo Antão insere-se no âmbito do plano de investimentos da Enapor - Portos de Cabo Verde “para os próximos anos” e faz parte de um pacote de “projectos estruturantes” que estão a ser edificados nos portos de Cabo Verde, escreve esta empresa no seu site.

Aquando da consignação das obras, o ministro do Mar, que presidiu ao acto, explicou que o Governo pretende com o centro de inspecção resolver o embargo imposto há quase 40 anos aos produtos agrícolas de Santo Antão, devido à praga dos mil pés.

O novo centro de expurgo, que está a ser erguido dentro das instalações do porto do Porto Novo numa área de 1.350 metros quadrados, trará, no entender do Governo, “muitas vantagens” aos agricultores de Santo Antão, desde logo, o facto de se situar no “ponto de saída” desta ilha.

O actual centro de inspecção, construído em 2010 nos arredores da cidade do Porto Novo, tem sido subutilizado por alegada “má localização” e terá “outro uso”, mas sempre ligado ao sector agro-pecuário, informou o Ministério da Agricultura e Ambiente.

Mesmo assim, este centro de expurgos tratou 118 toneladas de produtos agrícolas diversos ao longo de 2023, que foram exportadas para as ilhas turísticas do Sal e da Boa Vista, conforme dados avançados pelos serviços do Ministério da Agricultura e Ambiente.

Depois de vários anos praticamente inactivo, o centro de expurgos, que começou a operar em 2013, conheceu em 2023 “uma boa dinâmica” graças ao aumento de procura por parte dos agricultores, facto que, segundo aqueles serviços, se deve à melhoria nos transportes marítimos para as ilhas do Sal e Boa Vista.

JM/CP

Inforpress/Fim

Notícias Recentes


14-06-2024 0:17
14-06-2024 1:25
13-06-2024 22:05
14-06-2024 8:00
13-06-2024 19:49