Parlamento: “Cabo Verde é um país bem governado, estável, seguro com uma economia aberta ao mundo”, MpD

21-02-2024 12:26

Cidade da Praia, 21 Fev (Inforpress) - O grupo parlamentar (GP) do Movimento para a Democracia (Mpd-poder) considerou hoje, durante o debate sobre a “Boa Governança” que “Cabo Verde é hoje, um país bem governado, estável, seguro, com uma economia aberta ao mundo”.

Na voz do vice-presidente da Direcção do Grupo Parlamentar do MpD, Celso Ribeiro, Cabo Verde é visto como uma plataforma de acesso aos mercados estrangeiros de bens e serviços, de atracção de turismo, investimento e capital, “uma referência no mundo e um parceiro estratégico no espaço Euro-Atlântico”.

“A visão estratégica, a transparência, “accountability”, “compliance”, a previsibilidade e a resiliência são os pilares nucleares ou, se quiserem, o expoente máximo desta governação, reconhecido um pouco por todo o mundo, seja pela comunidade internacional, seja pelos parceiros para o desenvolvimento - multilaterais e bilaterais, em todos os níveis”, afirmou.

Para o deputado, Cabo Verde tem apresentado uma melhoria contínua ao longo dos últimos 5 anos, na captação de investimentos estrangeiros, do mesmo modo na Liberdade Civil e Política como 1ª da Região Africana, Liberdade Económica -2ª da Região da África e na Democracia e Cidadania - 3ª da Região Africana.

No entender do deputado há “ganhos palpáveis e à vista de todos”, assegurando que nem tudo está consolidado e que a governação não é linear, considerando que assim como há ganhos há também desafios.

“Temos a plena consciência que há ainda muito caminho por percorrer nesta jornada, mas temos um rumo, um programa com metas e objectivos bem claros, enfrentando com rigor e determinação tempos complexos, imprevisíveis e desafiantes de governação, mas tem sabido resolver, incluir e ultrapassar estes desafios”, disse.

Segundo Celso Ribeiro, a boa governança oferece mais transparência aos cidadãos, promove a eficiência das instituições públicas, contribuindo consequentemente para o desenvolvimento económico e social.

Neste sentido, sublinhou que a boa governança exige ética, rigor, verdade, responsabilidade, coerência e compromisso, pelo que “este governo introduziu um conjunto de reformas que culminaram com a boa governação”, anotou.

Acrescentando que o Governo continuará a investir no Capital Humano para reduzir a pobreza no horizonte da legislatura através de uma “educação de excelência”, orientada para o conhecimento, aprendizagem e formação profissional.

Ainda no seu discurso lamentou o facto de [PAICV e a UCID- oposições] não reconhecerem os ganhos em matéria da transparência e da boa gestão, desafiando-os a apresentar denúncias às instâncias próprias sobre aquilo que “configuram ser corrupção”.

OS/ZS

Inforpress/Fim

Notícias Recentes


21-06-2024 8:04
21-06-2024 7:51
20-06-2024 22:21
20-06-2024 21:52
20-06-2024 21:37