Músico cabo-verdiano June Freedom inicia hoje o primeiro de dois concertos em Portugal

07-02-2024 12:11

Lisboa, 07 Fev (Inforpress) - O artista cabo-verdiano afropop alternativo nascido nos Estados Unidos da América (EUA) June Freedom, inicia hoje, em Lisboa, o primeiro de dois concertos em Portugal, que termina esta quinta-feira, 08, na cidade do Porto.

Os dois concertos estão enquadrados no tour do artista pela Europa com o seu novo álbum “7 SEAS”, que começou no dia 25 de Janeiro, em Roterdão (Países Baixos), passando por Alemanha nas cidade de Berlin, Hamburgo e Colónia, seguindo por Paris (França), Londres (Reino Unido) e Espanha (Madrid e Barcelona), no dia 05.

Hoje, June Freedom actua no Lisboa ao Vivo, tendo como convidados Dino D’Santiago, Nelson Freitas, Djodje e Looney Johnson, para no dia 08 de Fevereiro, no Porto, actuar no Hard Club.

“A expectativa para Lisboa e Porto, com a comunidade cabo-verdiana, é que possamos unir o nosso povo e a nossa cultura para fazer bonito. Não são só crioulos que hoje em dia ouvem os meus trabalhos, mas é muito importante ter a nossa presença, porque a maioria conhece a música e conhece a letra”, disse June Freedom em declarações à Inforpress.

Depois de Portugal, o artista vai a Cabo Verde para actuação na Festa da Banderona, na ilha do Fogo, que acontece nos dias 11 e 12 de Fevereiro, prevendo outras deslocações ao arquipélago no Verão, em que está a organizar alguns shows, nomeadamente para as ilhas de Santiago (Praia), Sal e São Vicente.

O primeiro álbum do artista que reside actualmente em Los Angeles, “Anchor Baby”, foi lançado em 2021, tendo ganhado com ele, em 2022, na 11ª edição dos Cabo Verde Music Awards (CVMA) os prémios de Melhor Ritmo Internacional com “Andréia” e Melhor Interprete Masculino.

O álbum “7 SEAS” mistura Alt-Pop, Worldbeat, Zouk/Kizomba, R&B e Afro-soul, ao mesmo tempo que inspiração nos géneros musicais cabo-verdianos.

Sobre a música que se tem feito em Cabo Verde, June Freedom acredita que a evolução é constante, mudando de estilo e fusão de vários tipos de sonoridades, elevando cada vez mais a cultura cabo-verdiana para o mundo.

“Morna e coladeira estão vivos e acredito que vem mais ainda em termos de música tradicional cabo-verdiana, porque precisamos fazer mais para dar aos nossos jovens incentivos para continuarem. Cesária, Ildo Lobo, Bana e outros já se foram e acho importante continuar esta história e continuar a sonoridade autêntica de Cabo Verde, não só fusão.

Neste sentido, Freedom avançou que um dos seus planos para o futuro é fazer um projecto “mais alinhado com cenas mais tradicionais”, mesmo sendo mais moderno, mas sempre apostar naquilo que é de Cabo Verde que “tem muito para dar e evoluir”.

Ao longo da sua carreira, June Freedom já fez apresentações no SXSW (Austin, EUA), AfriCon (Los Angeles, EUA), Atlantic Music Expo (cidade da Praia), Afro Fusion Festival (Roterdão), e recentemente esteve em Portugal, com uma participação especial no concerto de Kriol Kings (Nelson Freitas & Djodje), a 08 de Abril de 2023, no Campo Pequeno, em Lisboa.

DR/ZS

Inforpress/Fim

Notícias Recentes


20-06-2024 22:21
20-06-2024 21:52
20-06-2024 21:37
20-06-2024 21:14
20-06-2024 20:57