Mundial de Wing-Foil: Campeão do mundo apanhou “um susto” mas já está nas oitavas-de-final

19-02-2024 21:07

Santa Maria, Sal, 19 Fev. (Inforpress) – O jovem velejador internacional cabo-verdiano Wesley Brito, campeão de mundo de wing-foil, apanhou um “grande susto” nas ondas, mas apurou-se hoje às oitavas-de-final do I Circuito do Mundial da modalidade, que arrancou hoje na praia de Ponta Preta.

Organizado pela  “GWA Kitesurf World Cup Cabo Verde”, Cabo Verde contou com o concurso de quatro velejadores, já que ao experiente Wesley Brito, juntam-se Zany Guy,  da Boa Vista, Hendrick Lopes e Noa Ângulo, estes dois últimos da ilha do Sal.

Certo é que na primeira ronda, na qual participaram todos os 24 concorrentes, repartidos por oito “heats” de três concorrentes cada, os cabo-verdianos, incluindo Wesley Brito, não passaram do terceiro lugar, pelo que todos tiveram de disputar a segunda bateria.

Aí, apenas Wesley Brito apurou-se à fase seguinte, ao eliminar o australiano Leon Schiel, num mar muito revolto em que as gigantescas ondulações e ventos que se faziam sentir, colocaram em sentido máximo o atleta cabo-verdiano que viu a sua vela destruída, ao ponto de abandonar a prova quando ainda tinha minutos por competir.

Já em terra, Wesley viu o adversário sozinho na água a aumentar a pontuação, tendo alcançado 14.05, ainda assim insuficiente perante os 14.56 que o detentor do título mundial já tinha acumulado.

Oficializado o resultado, Wesley Brito e a sua torcida festejaram de forma efusiva a passagem, tendo o atleta admitindo à Inforpress que passou por momento de grandes apuros nesta prova, “situação nunca dantes vistas”, porque apanhou “pela primeira vez uma bomba (cercado por duas grandes correntes de ondas) que destruiu o equipamento.

“O pior já passou, mas foi um momento difícil e muito complicado, enfim, ganhámos”, realçou, acrescentando que doravante resta recuperar energia para regressar em força na terça-feira, 20, na defesa do título mundial que ostenta.

Nas restantes provas do dia, envolvendo cabo-verdianos, Hendrick Lopes, com 5.06 pontos foi eliminado pelo francês Julien Bouyer, 12.57, Noa Ângulo com 10:10 foi afastado pelo italiano Gregorio Pugliese (11.33), ao passo que Zany Guy, com 9.90 caiu aos pés do francês Tom Auber 13,04 pontos.

Os oitavos-de-final masculinos realizam-se esta terça-feira, 20, sendo que o único representante da legião cabo-verdiana nesta fase, Wesley Brito,  terá pela frente o concurso do francês Axel Gerard.

“O GWA Wing Foil World Tour está entusiasmado por chegar a Cabo Verde para a primeira Taça do Mundo da disciplina de ondas puras.

Queremos unir os melhores atletas de wing foil wave em um dos melhores e mais renomados locais de ondas do mundo para mostrar o mais alto nível de desempenho de wing foil wave neste evento exclusivo para surf”, refere a organização mundial da modalidade
 
SR/JMV
Inforpress/Fim

Notícias Recentes


14-06-2024 0:17
14-06-2024 1:25
13-06-2024 22:05
14-06-2024 8:00
13-06-2024 19:49