MpD destaca “avanços importantes” nos últimos anos na melhoria dos indicadores do sector da água

08-03-2024 16:56

Cidade da Praia, 08 Mar (Inforpress) - O MpD destacou hoje a nova abordagem e as medidas adoptadas pelo Governo visando melhorar o fornecimento da água em Cabo Verde, considerando que nos últimos anos foram registados “avanços importantes” na melhoria dos indicadores do sector.

Esta declaração foi feita pelo deputado do Movimento para a Democracia (MpD - poder), Adilson Fernandes, durante a interpelação do PAICV (oposição) ao Governo sobre o fornecimento de água para o consumo e irrigação na primeira sessão plenária deste mês.

Apontou na sua intervenção, que a situação herdada pelo Governo do MpD, designadamente no sector da água, reclamava medidas “urgentes e corajosas”, sempre em defesa do interesse público, afirmando que o foco colocado na última década da governação do PAICV, na mobilização de águas superficiais mostrou-se “ineficaz”.

Com efeito, realçou, desde 2016, o actual Governo, suportado pela maioria parlamentar do MpD, assumiu, desde a primeira hora, o compromisso de desenhar soluções ajustadas e credíveis para os muitos problemas, todos complexos, no domínio em questão, cuja finalidade é a de resolver os problemas dos cabo-verdianos.

“De 2016 a 2023 registamos avanços importantes na melhoria dos indicadores do sector da água. Avanços na melhoria e qualidade dos serviços prestados, na governança do sector e, sobretudo, na qualidade e transparência da regulação técnica e económica, indispensável para atrair e manter os investimentos e parcerias público-privadas”, destacou.

Afirmou que a nova abordagem do Governo colocou tónica na diversificação de fontes, introduziu instrumentos de incentivos à massificação de sistemas eficientes de irrigação, através dos sistemas de microirrigação e do recurso a hidropónica, associado com a massificação do uso de energias renováveis.

O deputado do MpD exemplificou que as ilhas de Santiago e de Santo Antão, bem como as de Fogo e São Nicolau, são aquelas em que os esforços de mobilização de água na agricultura irrigada melhor atestam as apostas do Governo na diversificação das fontes de mobilização de água.

Afiançou, neste sentido, que o Governo continua fortemente empenhado na criação de todas condições de mobilização e de governança de água no consumo humano e na economia, como forma de atender com regularidade e em condições de sustentabilidade, às crescentes demandas das populações e do sector produtivo.

Considerou, ainda, que Cabo Verde é hoje um país mais resiliente do que era em 2016, frisando que apesar do recrudescimento das secas severas dos últimos anos com a redução das precipitações, este fenómeno não resultou na redução da capacidade de oferta de água nos grandes centros populacionais e nas regiões e ilhas de maior pendor rural.

 “Em termos absolutos, graças aos investimentos no sector mais 21.310 domicílios cabo-verdianos passaram a estar ligados à rede de água no período compreendido entre 2016 e 2020. Igualmente, entre 2016 e 2023 foram mobilizados um total de 117.322.795 metros cúbicos de água, sendo 36.087.143 metros cúbicos de água subterrânea e 81.235.652 metros cúbicos de água dessalinizada”, afirmou.

O deputado reconheceu, no entanto, que apesar dos desafios enfrentados, inclusive os decorrentes de períodos prolongados de seca, Cabo Verde obteve avanços significativos no domínio de água e saneamento nos últimos anos, apontando que a reforma do sector, aliada à empresarialização dos serviços de água e saneamento, resultou em ganhos substanciais para os consumidores e para a gestão adequada dos resíduos sólidos urbanos.

“Esta interpelação oferece uma oportunidade valiosa para debatermos abertamente, trocarmos ideias e explorarmos formas de enfrentar os desafios relacionados ao fornecimento de água. E em nome do grupo parlamentar do MpD, encorajamos o Governo a desbravar os caminhos, por difíceis que sejam, para solucionar de forma sustentada os problemas com que o país se confronta neste domínio”, concluiu.

CM/CP

Inforpress/Fim

Notícias Recentes


20-06-2024 22:21
20-06-2024 21:52
20-06-2024 21:37
20-06-2024 21:14
20-06-2024 20:57