Kriol Jazz Festival: 80% dos preparativos já estão fechados e com avaliação muito positiva- organização

21-02-2024 19:53

Cidade da Praia, 21 Fev (Inforpress) – O director da produtora e organizadora do Kriol Jazz Festival Harmonia mostrou-se hoje satisfeito com os preparativos do evento, que estão fechados em 80 por cento (%) e com uma avaliação muito positiva dos anos anteriores.

José da Silva fez estas afirmações à imprensa, durante a assinatura do protocolo entre o Ministério da Cultura e a produtora Harmonia, que é a organizadora do Kriol Jazz Festival, realizada esta tarde na Cidade da Praia.

De acordo com o organizador, o ponto de situação dos preparativos para a realização da 13ª edição do referido evento é muito melhor do que o registado nos anos anteriores, tendo garantido que tudo está a correr bem.

“Como sabem, anunciamos o cartaz do Krol Jazz Festival no passado mês de Janeiro e temos tido alguma dificuldade em anunciar o cartaz devido a problemas ligados a parcerias, mas este ano tentamos adiantar e anunciar o cartaz no mês de janeiro, o que nos levou a trabalhar nas questões ligadas com viagens dos artistas e actualmente 80% do festival já está fechado antes mesmo do habitual”, declarou.

Após três anos de tentativas e com contrato assinado antes da pandemia, é desta vez que a organização do Kriol Jazz Festival vai trazer o artista maliano Salif Keita, “um dos maiores nomes da música mundial”, a Cabo Verde.

A 13.ª edição do Kriol Jazz Festival acontece nos dias 4, 5 e 6 de Abril na Praia e a abertura está a cargo dos artistas Jorge Pardo & Armando Orbón (Espanha) e do cabo-verdiano Soren Araújo, que se apresenta em trio acompanhado do guitarrista santantonense Pelada e do percussionista santiaguense Ndu.

No dia 5, sobe ao palco o artista cabo-verdiano Tibau Tavares,  acompanhado da Munganga Band (Áustria), que em conjunto já pisaram vários palcos internacionais e que trazem pela primeira vez o show ao país.

A abertura do último dia do festival (dia 6) está a cargo da banda cabo-verdiana Pret e Bronk e da artista Jenifer Solidade, que vai actuar pela primeira vez no KJF.

Depois sobe ao palco Hermeto Pascoal, que “é um monumento de jazz” no Brasil. 

“Há muito anos que estávamos a tentar trazer o artista e desta vez conseguimos. Com ele tudo é possível, nunca os seus shows são iguais e esperamos ter um Hermeto (Pascoal) em forma para ter um show de grande qualidade”, perspectivou Djô da Silva

Ainda no último dia está programada a atuação do Kriolatino, que é um projeto composto por cinco músicos cabo-verdianos e cinco , cubanos que durante uma semana vão ensaiar para apresentar um show de mistura crioula e latina. Zubikilla Spencer, Fábio Ramos, Hernani Almeida, Toninho e Khaly Angel são alguns dos artistas que fazem parte deste projeto.

Esta edição do KJF está orçada em 28 mil contos, sendo que a Câmara Municipal contribuiu com 10 mil contos. A organização ainda conta com o apoio do Fundo do Turismo e do Ministério da Cultura e das Indústrias Criativas.
 
CM/JMV
Inforpress/Fim.
 

Notícias Recentes


19-04-2024 23:26
19-04-2024 22:50
19-04-2024 22:41
19-04-2024 22:36
19-04-2024 21:23