Ilha do Sal: UCID contra venda do Jardim Infantil 3º Congresso propõe transformação do espaço em escola municipal de desportos náuticos (c/áudio)

08-02-2024 14:27

Santa Maria, 08 Fev (Inforpress) - A UCID, no Sal, insurgiu-se hoje contra a alienação do Jardim Infantil 3º Congresso, em Santa Maria, e propõe ao invés disso a transformação do espaço numa escola municipal de desportos náuticos e conservação ambiental.

A manifestação desse descontentamento veio do vice-presidente da União Cabo-verdiana Independente e Democrática (UCID-Sal), Aldirley Gomes, durante uma conferência de imprensa convocada para o efeito.  

Segundo o político, a “localização privilegiada” do Jardim Infantil 3º Congresso, no contexto urbano de Santa Maria é “estratégica”, elevando a sua importância no contexto sócio identitário da cidade, pelo que a transformação do espaço numa escola municipal de desportos náuticos e conservação ambiental seria de “muito mais valia”.

“Este património deve ser mantido na posse do município. Não devemos entregar tudo à especulação privada. Não é cabível que se justifique a alienação com a possibilidade de invasão ou custos com a demolição para além de não estar claro qual o destino a ser dado ao produto da venda deste património”, comentou.

“Tudo isto nos deve fazer repensar a decisão de venda de um activo estratégico, a partir do qual podemos fazer emanar um conjunto de práticas e valores que devem ser legados às próximas gerações”, fundamentou, lançando um apelo à Assembleia Municipal do Sal, no sentido da suspensão do leilão.

“E a consequente revisão da decisão no sentido de mandar cancelar a alienação deste património por não ser do interesse público tal operação. Há uma tendência dos dirigentes políticos em abandonar e reduzir os espaços históricos e culturais, de conhecimento e de identidade em meros lotes de terrenos para especulação imobiliária”, considerou ainda o líder local da UCID.

Aldirley Gomes disse ainda que a “incapacidade” dos executivos municipais em valorizar tais patrimónios “não pode e nem deve” servir de justificativa para o seu lançamento em hasta pública, no lugar da sua valorização histórica, cultural, identitária, técnica e científica.

A mesma fonte lembrou que o Jardim Infantil 3º Congresso, anteriormente propriedade do Instituto Cabo-verdiano de Solidariedade, hoje em hasta pública, foi instituído em 1972 e oficializado em 1976, tendo passado por aquela escola “várias gerações e figuras proeminentes” da ilha do Sal e de Santa Maria.

“Podemos fazer emanar a partir dela toda a política municipal para os desportos náuticos, para o turismo desportivo e para a juventude de Santa Maria. Está aqui a utilidade pública deste património”, enfatizou, referindo que esta seria uma medida capaz de garantir a permanência e gestação de novas gerações de santa marienses.

SC/AA

Inforpress/Fim

Notícias Recentes


20-06-2024 8:09
20-06-2024 8:02
20-06-2024 7:55
19-06-2024 22:59
19-06-2024 22:48