Ilha do Sal: Ministro inteira-se do andamento das obras do parque solar fotovoltaico em Santa Maria

05-02-2024 18:48

Santa Maria, 05 Fev (Inforpress) - O ministro da Indústria, Comércio e Energia, Alexandre Monteiro, encontra-se de visita ao Sal, para se inteirar do andamento das obras do parque solar fotovoltaico de 5 MW, que está a ser construído em Santa Maria.
 
Trata-se de um investimento visando o reforço da capacidade das energias renováveis, eólica e solar, bem como das redes de distribuição, “importantes” para a estabilização de alta penetração de energias renováveis e chegar à casa das pessoas. 

Estima-se que com a contribuição dessa unidade, só na ilha do Sal pode-se chegar a 44 por cento de penetração.

“As obras do parque solar fotovoltaico de 5 MW estão a correr a um bom ritmo, e o Sal vai, praticamente, triplicar a capacidade de produção solar.

Nos próximos meses estarão concluídas, permitindo vantagens enormes para o país, já que com uma produção de quase 11 giga wh/hora de energia por ano”, referiu Alexandre Monteiro.

Segundo o governante esta produção poderá representar uma poupança de mais de 2.500 toneladas de combustíveis, cifra que o país deixa de importar.

Em termos de valor, acrescentou que se está a falar de mais de 270 mil contos, o que resulta numa “poupança significativa” nas facturas energéticas.  

“Portanto, é contribuição para aumentar a segurança energética no país, reduzir a dependência dos combustíveis fósseis e o custo de electricidade (…) que nós precisamos”, concretizou, indicando que esta iniciativa, a expansão da produção de energia renovável, está também a ocorrer nas outras ilhas.

“Prevemos chegar em 2030 já com mais de 50% de penetração de energia renovável. Portanto, quanto mais percentagens tivermos de energias renováveis, isso vai contribuir para reduzir a factura. Só que neste momento, como sabem, temos estado num contexto internacional muito complicado, daí não ter havido ainda esse impacto directo”, explicou o titular de Energia. 

As obras do parque solar fotovoltaico com a duração de dez meses tiveram início em Julho do ano passado, prevendo-se a sua conclusão em Junho deste ano.

O Governo de Cabo Verde estabeleceu no Plano Director do Sector Elétrico (PDSE), 2018-2040, a meta de alcançar, pelo menos, 50% de penetração de energia renovável até 2030.

SC/JMV
Inforpress/Fim

Notícias Recentes


19-06-2024 20:22
19-06-2024 19:52
19-06-2024 19:42
19-06-2024 19:30
19-06-2024 19:17