Ilha de Santiago recebe em Agosto projecto Jubileu dos Jovens Cabo-verdianos 2024

16-02-2024 14:56

Cidade da Praia, 16 Fev (Inforpress) – A ilha de Santiago acolhe de 04 a 12 de Agosto o projecto de Jubileu dos Jovens Cabo-verdianos 2024 (JJCV 2024), evento que pretende juntar cerca de 50 mil jovens do país e da diáspora.

O anúncio foi feito hoje pelo presidente da comissão, padre António Ferreira, também conhecido como padre Ima, durante a cerimónia de empossamento da equipa que irá coordenar e executar o projecto, que irá decorrer sobre o tema “Animados pela gratidão e guiados pela esperança”.”

Segundo explicou, trata-se de uma iniciativa dos jovens católicos, enquadrada na preparação do Jubileu dos 500 Anos da Diocese de Santiago de Cabo Verde, celebrado em 2033, que pretende convocar o maior número de jovens de todos os extrato e vertentes sociais para este encontro, que será “um momento único e o maior evento de sempre” em Cabo Verde.

Adiantou que o evento vai contar com juventudes partidárias e jovens de igrejas como a Liga Nazarena, Igreja Adventista do Sétimo Dia, Testemunhas de Jeová, Igreja de Jesus Cristo dos Santos dos Últimos Dias e Igreja Universal do Reino de Deus, e todos aqueles que estão interessados em promover o bem do outro e o bem da nação.

Entretanto, disse que nos próximos sete meses de preparação vão ser criadas subcomissões de trabalho para promover várias actividades nos seus concelhos, ilhas e na diáspora.

“Pensamos com isso, fazer chegar a todos os jovens as ideias essenciais, esse olhar o passado com gratidão porque a gratidão nos cura, prepara, reanima e nos guia com a esperança neste futuro, e que toda a gente não só os jovens e adultos tenham e reflitam sobre este tema que temos a trabalhar”, apontou.

Por seu turno, o coordenador da equipa, Bernardino Gonçalves, destacou a importância deste projeto, uma iniciativa da juventude que irá abranger jovens de todas as vertentes.

"Esse projeto de jubileu de jovens cabo-verdianos é uma grande oportunidade de munir os jovens de ferramentas tangíveis, mas sobretudo ajudar os jovens a se convencerem que a maior viagem que podem fazer é a viagem interior”, sublinhou este responsável, que considera que diante das crises e turbulências a juventude é o que mais sofre.

Por outro lado, constitui ainda uma oportunidade para preparar os jovens a nível intelectual, emocional e sobretudo do ponto de vista espiritual de modo a superar bem esses tempos de hoje em dia que são cada vez mais exigentes, perspectivou a mesma fonte.

O JJCV 2024 irá decorrer em duas fases, a primeira entre Fevereiro e Julho e abrangerá cerca de 50 mil jovens peregrinos, através das celebrações descentralizadas e itinerantes pelas ilhas na diáspora.

A segunda fase e acto central irá acontecer de 04 a 12 de Agosto do corrente ano e pretende mobilizar mais de 20 mil jovens em actividades no interior de Santiago, cidades da Praia e Ribeira Grande de Santiago.

AV/AA

Inforpress/Fim

Notícias Recentes


20-06-2024 10:05
20-06-2024 8:09
20-06-2024 8:02
20-06-2024 7:55
19-06-2024 22:59