Governo quer que Cimeira de Investimento e Financiamento Jovem seja espaço de diálogo entre jovens e o ecossistema

05-03-2024 19:23

Cidade da Praia, 05 Mar (Inforpress) - O Governo quer que a primeira Cimeira de Investimentos e Financiamento Jovem, que arranca esta quinta-feira, nas instalações da FIC, na cidade da Praia, seja efectivamente um espaço de diálogo entre os jovens e as instituições do ecossistema.

Em conferência de imprensa hoje para falar no evento, que terá lugar de 07 a 09 de Março, sob o lema “Criar oportunidades e conectar futuros”, Edney Cabral, presidente da Pró-Empresa, uma das entidades organizadoras, explicou que pretende-se com essa cimeira promover uma reflexão e análise das políticas públicas existentes para a promoção do empreendedorismo e emprego jovem.

“Teremos como objectivos a promoção de um espaço e a criação de ligação e vamos ter a reunião de elementos-chave e actores do ecossistema que fornecem soluções financeiras e não financeiras aos jovens. Nós vamos criar um espaço efectivamente para que as instituições do ecossistema possam dialogar com os jovens”, realçou.

O momento será igualmente aproveitado para avaliar as políticas públicas existentes no domínio do financiamento, da formação e fazer ajustamentos, se necessário, e explorar e identificar novas oportunidades de financiamento e colaboração para iniciativas lideradas por jovens.

“Vamos promover uma plataforma de diálogo para conectar jovens empreendedores e investidores em potencial e proporcionar condições para que os jovens construam rede de contactos valiosos e que explorem oportunidades de carreira e de negócio”, acrescentou.

A cimeira, que vai contar com a participação de jovens líderes, jovens empreendedores e empresários, representantes das organizações não-governamentais, das agremiações empresariais e estudantes universitários e de promotores de iniciativa para jovens de todas as ilhas do país, será aproveitado pelo Governo para anunciar uma nova abordagem de políticas públicas de financiamento para a juventude.

Para além do espaço reservado à disseminação de informações, conhecimentos e realização de eventos paralelos, como por exemplo, as conferências, a cimeira será também espaço de partilha de experiências internacionais com a participação de instituições congéneres dos países da Comunidade dos Países de Língua Portuguesa (CPLP).

“Estas partilhas serão feitas por instituições congéneres muito relevantes nos países da CPLP. Nós estamos a falar do IAPMEI e do INAPEN de Portugal e do SEBRAE do Brasil”, apontou o presidente da Pró-Empresa.

De acordo com Edney Cabral, a cimeira contará ainda com espaços para exposição de produtos e serviços inovadores de empresas e startups, estando montado 50 stands para acolher 82 empreendedores, incluindo os da oficina do empreendedor.

“Esse espaço será uma montra onde os empreendedores e empresários presentes na feira terão a oportunidade de demonstrar todo o processo criativo de concessão dos seus produtos. Tudo isto para podermos promover a maior valorização do trabalho dos empreendedores”, anotou.

A primeira Cimeira de Investimentos e Financiamento Jovem é organizada pelo Ministério das Finanças, através da Pró-Empresa, Casa do Empreendedor, da Direcção-Geral do Emprego, do Instituto de Emprego e Formação Profissional (IEFP) e outras instituições do sector do emprego e empregabilidade e está orçada em 15 mil contos.

A abertura, prevista para às 16:00 de quinta-feira, vai ser presidida pelo vice-primeiro-ministro e ministro das Finanças e do Fomento Empresarial, Olavo Correia.

MJB/CP

Inforpress/Fim

Notícias Recentes


15-06-2024 22:18
15-06-2024 22:13
15-06-2024 21:40
15-06-2024 22:01
15-06-2024 21:52