Governo anuncia programa de incentivo à pecuária para tornar actividade economicamente rentável

06-02-2024 22:20

Calheta, São Miguel, 06 Fev (Inforpress) – O secretário de Estado da Economia Agrária anunciou hoje, em Flamengos, São Miguel (Santiago), que o Governo criou um programa de incentivo à pecuária para ajudar os criadores de gado a tornar este sector economicamente rentável.

“O Governo já aprovou uma lei,  denominada lei da pecuária, que vai ser complementada com um plano de fomento à pecuária, onde vamos ajudar criadores de gado a escolherem as melhores raças e que lhes dão melhor

rendimento e também vamos ajudá-los a montar as suas criações da melhor forma”, afirmou Miguel Moura.

O governante falava à imprensa, em Flamengos, São Miguel, no âmbito da visita do Presidente da Republica, José Maria Neves, ao interior de Santiago para visitar barragens e a encontrar-se com agricultores das regiões limítrofes.

O PR pretende com esta visita às barragens de Flamengos e Ribeira Principal, em São Miguel, e de Poilão, em São Lourenço dos Órgãos e Santa Cruz, constatar, no terreno, a situação agrícola na ilha e o seu impacto na segurança alimentar e nas condições de vida em geral das populações, neste contexto de subida dos preços e diminuição do poder de compra, com reflexos, particularmente, nos mais vulneráveis.

Pretende-se, segundo ele, com este plano de fomento fazer o registo dos animais, colocação de brincos, e ainda ajudar os pecuaristas na questão da alimentação, sobretudo a quantidade de alimento e água que os animais precisam.

Tudo isso, segundo ele, vai ajudar os criadores de gado a não perderem dinheiro e para que esta actividade seja economicamente rentável.

Segundo o Ministério da Agricultura e Ambiente (MAA), a pecuária é uma actividade muito importante para a economia nacional, particularmente no meio rural, propiciando emprego e rendimentos complementares, produz adubo orgânico para a agricultura e matéria-prima para a transformação artesanal e contribui ainda, para a contenção do êxodo rural.

FM/JMV

Inforpress/Fim

Notícias Recentes


16-06-2024 19:33
16-06-2024 16:12
16-06-2024 16:03
16-06-2024 15:47
16-06-2024 14:57