Fogo: Governo foi excluído do processo de asfaltagem dos Mosteiros - ministra

29-02-2024 15:19

São Filipe, 29 Fev (Inforpress) – A ministra das Infraestruturas, Ordenamento do Território e Habitação (MIOTH), Eunice Silva, disse hoje que o Governo foi excluído do processo de asfaltagem das vias urbanas dos Mosteiros pela câmara municipal.

A titular da pasta das Infraestruturas, que foi questionada se o diferendo com o município dos Mosteiros já foi ultrapassado, disse que ainda não porque o Governo foi excluído do processo, justificando que havia um acordo de base com a câmara, mas esta saiu para o lado e neste momento está sem a execução do contrato que foi assinado entre a autarquia e executivo.

“Neste momento não há diálogo, mas acredito que vamos retomá-lo”, admitiu a ministra das Infraestruturas.

Com relação ao município de Santa Catarina, Eunice Silva disse que o concurso publicado esta semana é para asfaltagem das vias periféricas da cidade de Cova Figueira como aconteceu na cidade de São Filipe e que a intenção era fazer a asfaltagem das vias nas três cidades.

Questionada se a asfaltagem do troço de estrada Patim (São Filipe) a Cova Figueira (Santa Catarina do Fogo) será para este mandato, a titular da pasta das Infraestruturas afirmou que a mesma está enquadrada no anel rodoviário que vai também de Cova Figueira (Santa Catarina) a Mosteiros e está sendo tratado noutro pacote, assegurando que possivelmente no final do mandato as obras poderão estar em curso.

“Tudo o que fazemos na ilha é replicado nos três municípios e não há nada de novo para Santa Catarina que não esteja contemplado nos outros municípios”, referiu.

Com relação à asfaltagem das vias periféricas de Cova Figueira, o concurso público nacional nº O-FG-02/20224/ECV foi lançado esta semana e até o dia 26 de Março as empresas podem concorrer, devendo as propostas serem encaminhadas até 01 de Abril de 2024.

As propostas devem ser acompanhadas de uma garantia de manutenção da proposta no valor de um milhão de escudos sendo que o preço base máximo que a Estrada de Cabo Verde (ECV) está disposta a pagar pela execução de todas as prestações que integram o contrato foi fixado em 80 mil contos.

A asfaltagem das vias periféricas da cidade de Cova Figueira, que em Novembro beneficiou de uma primeira intervenção, vai cobrir o troço que se estende desde as proximidades do edifício dos Paços do Concelho até a Capela de Nossa Senhora de Boa Viagem e a via alternativa que se estende desde Monte Paragem até a cidade de Cova Figueira, passando pelo cemitério e pelo estádio de Monte Pelado.

JR/ZS

Inforpress/Fim

Notícias Recentes


14-06-2024 0:17
14-06-2024 1:25
13-06-2024 22:05
13-06-2024 19:49
13-06-2024 19:04