FAO divulga em brochura processo de salga-secagem de peixe por mulheres transformadoras em São Vicente

20-02-2024 17:59

Cidade da Praia, 20 Fev (Inforpress) - A Organização das Nações Unidas para a Alimentação e a Agricultura (FAO) divulgou hoje uma brochura que relata o resultado de um processo de gestão do conhecimento e capitalização de boas práticas identificadas na pesca artesanal em Cabo Verde.

O documento, segundo FAO, divulga o processo de “salga-secagem” de peixe por mulheres transformadoras em São Vicente, um projecto que faz parte da implementação da componente da África Ocidental do programa Iniciativa Pesca Costeira (CPI).

O objectivo, explica a mesma fonte, é apresentar e partilhar o dinamismo das mulheres transformadoras de marisco em Cabo Verde e a forma como produzem peixe seco e salgado.

Trata-se, conforme FAO, de um processo que pretende contribuir para que a pesca costeira global proporcione benefícios ambientais, sociais e económicos sustentáveis, através da criação de uma melhor governação, incluindo os incentivos adequados, um ambiente propício e a utilização de processos mais holísticos e abordagens integradas.

A Iniciativa Pesca Costeira é um esforço colaborativo global financiado pelo Fundo Global para o Meio Ambiente (GEF) e reúne agências das Nações Unidas, como a FAO, o PNUD e o PNUMA, o Banco Mundial, organizações não-governamentais internacionais, incluindo a Conservação Internacional e o Fundo Mundial para a Natureza (WWF), e os governos envolvidos.

O CPI consiste em cinco projectos interligados em seis países, incluindo três da África Ocidental (Cabo Verde, Costa do Marfim e Senegal).

PC/CP

Inforpress/Fim

Notícias Recentes


14-06-2024 0:17
14-06-2024 1:25
13-06-2024 22:05
13-06-2024 19:49
13-06-2024 19:04