Dia Mundial da Rádio: RCM de cara nova e com muitos desafios – responsável

13-02-2024 13:10

Cidade das Pombas, Paul 13 Fev (Inforpress) – O responsável da Rádio Comunitária para Desenvolvimento da Mulher (RCM), Rilson Baptista, disse hoje que a estação emissora está de “cara nova” e com “muitos” desafios pela frente.

Em declarações à Inforpress, Rilson Baptista contou que há alguns meses três elementos sendo dois da antiga direção da radio colocou o cargo a disposição e com a saída destes a RCM mudou em “todos os sentidos”.

“A saída destes elementos nos entristeceu. Levaram alguns materiais que são da RCM e justificaram que esses materiais são frutos dos seus esforços”, pontuou.

Entretanto, Rilson Baptista esclareceu que desde o inicio que quem colabora com a RCM “sempre” foi de forma voluntária com excepção da secretaria que é a única contratada da rádio.

Rilson Baptista salientou que quando havia alguns trabalhos na qual a RCM cobrava pelo serviço, o montante era dividido entre as pessoas que participavam no trabalho e também uma parte deste montante seria para a rádio.

“Ultimamente tinha surgido alguns trabalhos eles que faziam e nisso acharam que não tocaria nada à RCM porque faziam a transmissão no Facebook da RCM e não utilizariam as antenas. Dai começou o problema porque confrontamos do porquê da RCM não receber nada. Então colocaram o cargo a disposição e com a saída levaram alguns equipamentos da rádio que foram adquiridos com o dinheiro da RCM” e temos provas disso, salientou.

Desde então Rilson Baptista afiançou que já tentaram de tudo para recuperar os equipamentos, mas sem sucesso.

“Não vamos parar e vamos recuperar os equipamentos até porque deixam muita falta”, sublinhou.

Os obstáculos, conforme a mesma fonte têm surgido, mas Rilson Baptista foi categórico e afirmou que não vão “desistir” por considerar que a RCM é um “esforço” de todos.

“Estamos a funcionar lindamente via FM e facebook com uma nova página, tivemos que mudar o nosso logotipo. Também mudamos o nosso email porque a antiga direcção não nos deu acesso ao antigo. São dificuldades que estão aparecendo, mas estamos conseguindo ultrapassá-los”, enfatizou.

Neste momento a equipa da RCM ganhou, segundo Rilson Baptista, outros animadores que sempre quiseram fazer parte da família, mas por alguma razão a antiga direcção não lhes dava uma oportunidade.

“RCM está no nosso sangue e não a vamos deixar morrer, ao contrário do que estavam a dizer quando colocaram o cargo à disposição que iríamos fechar, mas estamos aqui firmes e fortes. E com a ideia voluntariado e uma rádio também voltada para a comunidade”, acentuou.

Rilson Baptista garantiu ainda que a RCM está com muitas novidades em termos de programas.

A RCM foi criada em 30 de Junho de 2005, pela ONG Amipaul.

LFS/HF

Inforpress/Fim

Notícias Recentes


16-06-2024 19:33
16-06-2024 16:12
16-06-2024 16:03
16-06-2024 15:47
16-06-2024 14:57