Dengue: Cabo Verde com um a dois casos por dia, mas ministra alerta que é preciso não baixar a guarda

01-02-2024 19:59

Cidade da Praia, 01 Fev (Inforpress) - Cabo Verde tem ultimamente registado um a dois casos de dengue por dia, conforme informações avançadas hoje pela ministra da Saúde, Filomena Gonçalves, que pede à população para não baixar a guarda, apesar da situação estar sob controlo.

A governante falava aos jornalistas depois de conferir posse a três novos membros do Conselho de Administração do Hospital Universitário Agostinho Neto.

“Nós temos tido a média de um a dois casos por dia, mas o nosso desafio é eliminar de facto a dengue em Cabo Verde. Nós temos que conseguir controlar e nós acreditamos que tendo em atenção o estado em que nos encontramos   agora em termos de vigilância epidemiológica nós conseguimos confinar o vírus, que é importante, mas não podemos baixar a guarda”, disse.

A ministra lembrou que o país recebeu recentemente a certificação de Cabo Verde livre do paludismo, existindo um plano estratégico já em acção para manutenção que inclui a dengue também.

“A dengue entra neste plano de acção porque essa manutenção significa combater cada vez mais o mosquito vector”, explicou.

 Em finais de Dezembro o país contava com um total de 232 casos confirmados de dengue num total de aproximadamente 500 de casos suspeitos.

O ressurgimento da infecção foi anunciado no início de Novembro de 2023, 14 anos após o surto mais grave de dengue em Cabo Verde, que teve lugar em 2009, com 21.000 casos e seis óbitos, todos na ilha de Santiago.

Febre, dor de cabeça, dores musculares e nas articulações, a par de inflamações na pele, fazem parte dos sintomas da infeção que, nos casos mais graves, pode evoluir para dengue hemorrágica e, no limite, causar a morte.

MJB/JMV

Inforpress/fim

Notícias Recentes


17-06-2024 7:47
16-06-2024 19:33
16-06-2024 16:12
16-06-2024 16:03
16-06-2024 15:47