Coreia do Sul planeia desenvolver interceptor de mísseis para instalar em navios

10-02-2024 9:37

Seul, 10 Fev (Inforpress) – A Coreia do Sul planeia começar a desenvolver este ano um interceptor de mísseis para instalar em navios, com o objectivo de combater ameaças militares da Coreia do Norte, informou hoje a agência de notícias Yonhap.

A Administração do Programa de Aquisição de Defesa (DAPA, na sigla inglesa) quer iniciar a investigação e o desenvolvimento do dispositivo este ano, pretendendo incorporá-lo num contratorpedeiro de próxima geração que está a ser desenvolvido, ainda de acordo com a agência sul-coreana.

O desenho do míssil está orientado para que tenha um desempenho superior ao do míssil SM-2, actualmente utilizado pela marinha.

A DAPA não forneceu mais pormenores sobre o dispositivo, excepto que vai ser produzido pelo fabricante norte-americano Raytheon e terá um alcance de cerca de 166 quilómetros.

As autoridades de defesa sul-coreanas aprovaram, no ano passado, um projecto de 690 mil milhões de won (cerca de 480 milhões de euros), a concluir em 2030, para desenvolver o "Ship-to-Air Missile-II", concebido para abater mísseis de cruzeiro e aviões.

Este projecto surge numa altura em que a Coreia do Norte está a desenvolver novos sistemas de armamento.

Após o fracasso das conversações para a desnuclearização com Washington, em 2019, Pyongyang adoptou um plano de modernização do armamento - com a instalação de satélites militares e inúmeros testes de mísseis -, recusou reatar o diálogo e procurou estreitar os laços com Pequim e Moscovo.

Seul e Washington reforçaram a cooperação militar com Tóquio e fortaleceram o mecanismo de dissuasão, multiplicando as manobras conjuntas e implantando cada vez mais meios estratégicos dos EUA na península.

Inforpress/Lusa/Fim

Notícias Recentes


20-06-2024 22:21
20-06-2024 21:52
20-06-2024 21:37
20-06-2024 21:14
20-06-2024 20:57