Cerca de 20 jovens vão beneficiar do acordo de financiamento entre IEFP e CV Telecom

07-03-2024 13:58

Cidade da Praia, 07 Mar (Inforpress) – O acordo de financiamento de Bolsas de Formação Profissional assinado hoje entre o Instituto do Emprego e Formação Profissional (IEFP) e a CV Telecom vai beneficiar 20 jovens com atribuição de bolsas de acesso e permanência nos cursos.

O valor de um milhão e trezentos contos tem como objectivo investir na formação profissional dos jovens provenientes de famílias carenciadas e inscritas no Cadastro Social Único, avançou o presidente do conselho directivo do IEFP durante o acto de assinatura com a empresa CV Telecom.

Segundo Paulo Santos, muitas famílias enfrentam dificuldades financeiras para investir na formação dos jovens, por isso a formalização deste acordo, com o intuito de garantir o acesso, permanência e estágios profissionais aos que se encontram em situação de vulnerabilidade social e económica.

“Temos um sistema de financiamento bem montado, através do fundo de promoção de emprego, inclusive já saiu uma lei em que as empresas comparticipam. Mas esta iniciativa faz parte da responsabilidade social das empresas, penso que a Cabo Verde Telecom é uma empresa a seguir e as outras empresas também podem aderir a esta iniciativa” disse.

Segundo Paulo Santos, o acordo faz parte do protocolo de cooperação estabelecido entre as duas instituições e a vontade do instituto é fazer da iniciativa uma prática no sistema educacional e ajudar as famílias cabo-verdianas.

Por sua vez, o presidente do conselho de administração da CV Telecom, João Domingos Correia, afirmou que a empresa tem apostado no social como parte das responsabilidades assumidas no processo de desenvolvimento do País.

Conforme considerou, o capital humano é fundamental para o desenvolvimento de qualquer País, uma vez que a empresa não pode crescer se não tiver um capital humano à disposição.

“Estamos juntamente com o IEFP que é uma grande instituição que tem trabalhado muito nestes últimos tempos para a formação dos nossos jovens, fazer com que estejam capacitados para concorrer no processo de desenvolvimento do País e disputarem o mercado mundial que se encontra a nossa disposição” disse, adiantando que o protocolo vai ser replicado nos próximos anos. 

LT/AA

Inforpress/Fim

Notícias Recentes


16-06-2024 19:33
16-06-2024 16:12
16-06-2024 16:03
16-06-2024 15:47
16-06-2024 14:57