Carnaval/São Vicente: Dupla Jotacê e Anísio se afasta de composições de competição mas nega ser devido à escolha do júri

17-02-2024 17:11

Mindelo, 17 Fev (Inforpress) - A dupla de compositores Jotacê e Anísio Rodrigues decidiu fazer um interregno em composições para o concurso oficial do Carnaval mindelense, mas assegura que não tem a ver com a última decisão do júri.

A garantia foi dada à Inforpress por João Carlos Silva, também conhecido por Jotacê, que assegurou que a decisão não é definitiva, mas já tinham pensado nisso desde o ano passado, a ponto de nem terem em 2023 aceitado convites para comporem músicas dos grupos que desfilaram na terça-feira do Carnaval.

Quanto a razões, a mesma fonte apontou o facto de a dupla ter outros compromissos e estar um pouco com os caminhos desencontrados, isto é, no seu caso vive actualmente na cidade da Praia, o Anísio Rodrigues reside nos Estados Unidos e a equipa de produção está toda em São Vicente.

“O que torna a logística de produção um tanto ou quanto complicado”, justificou.

O músico e compositor disse que agora em 2024 a intenção estava praticamente tomada, mas, depois convenceu o seu parceiro de composições a aceitarem o desafio do presidente do grupo Estrela do Mar, Júlio do Rosário, único com quem trabalharam para o concurso oficial.

 “Aceitamos porque era uma ocasião especial dos 50 anos do `Estrela do Mar´ e por ser também a comemoração dos meus 50 anos”, sublinhou.

Questionado pela Inforpress se a decisão da pausa, não foi também influenciada pelo facto do júri do Carnaval ter classificado a música da dupla em último lugar, Jotacê asseverou que não tem a ver, mas, admitiu uma “certa desmotivação” pelo resultado.

Contudo, o compositor disse que não tira o mérito dos vencedores do prémio, Edson Oliveira e Constantino Cardoso, que, como disse, são “dois feras” nas lides do Carnaval, assim como o outro participante Gai Dias.

Em contrapartida, Jotacê confirmou que a decisão da dupla, que já tem cerca de 12 anos a compor para o Carnaval e com alguns prémios no palamarés, não é em definitivo, e tudo está em aberto se aparecer outros “desafios estimulantes” no futuro, até porque vão continuar no ramo, a trabalhar e compor músicas para a Escola de Samba Tropical, assim como para grupos escolares e associações.

“Toda gente sabe que tenho uma paixão grande pelo Carnaval e se este não me virar as costas, também nunca vou estar de costas para ele”, afiançou a mesma fonte.

Por agora, Jotacê disse que vai estar concentrado no `Samba Tropical´, grupo no qual desfila e, para além das composições de música, partilha também o encargo de concepção do enredo e outros.

Também disse estar “muito orgulhoso” de neste momento começarem a aparecer novos talentos que só “vão contribuir para que o Carnaval do Mindelo nunca morra e se torne cada dia mais forte”.

Mas, um enriquecimento, que quer que aconteça “num clima de competição sadia, paz e onde todos aplaudem a todos”, concretizou.

Os resultados ditados pelo júri neste Carnaval de 2024, que teve como grupo vencedor Monte Sossego, suscitou várias polémicas advindas, por exemplo, da atribuição do prémio Melhor Rainha Bateria a todas a outras participantes, também a divisão do prémio de Melhor Música a dois compositores e ainda o facto do presidente do grupo Cruzeiros do Norte negar receber o cheque por ter ficado em segundo lugar.

LN/CP

Inforpress/Fim

Notícias Recentes


19-06-2024 19:02
19-06-2024 18:59
19-06-2024 18:11
19-06-2024 17:57
19-06-2024 17:47