Carnaval: Estrela do Mar vai declarar amor por São Vicente num desfile que também celebra as suas bodas de ouro

08-02-2024 18:58

Mindelo, 08 Fev (Inforpress) - O Estrela do Mar vai declarar o seu amor pelo Carnaval e pela ilha de São Vicente, no desfile de terça-feira, e celebrar as bodas de ouro com o enredo “EDM, Je t’aime”, do carnavalesco Emanuel Ribeiro.

Em declarações à Inforpress, Emanuel Ribeiro explicou que se trata de uma declaração que retrata um amor recíproco entre a ilha de São Vicente e o grupo que nos seus 50 anos marcou esta festa na ilha tendo conquistado quatro títulos de campeão.

“Estamos a celebrar 50 anos do Estrela do Mar, mas nós entendemos que não é um simples aniversário. São 50 anos do casamento entre a cidade, o Carnaval e o Estrela do Mar, esclareceu.

“É claro que vamos reviver essa história de amor com momentos fortes relembrando as quatro vezes que o grupo foi campeão do Carnaval de São Vicente e com momentos icónicos desse Carnaval que ficou na memória colectiva do povo sanvicentino”, acrescentou.

Para fazer essa declaração, segundo Emanuel Ribeiro, o grupo convidou os “casais mais lendários que a história da humanidade produziu”, começando pela mitologia grega com “Heros e Psiquê”, passando pelo “Romeu e Julieta”, depois pelo “Marco António e pela Cleópatra sem esquecer da “mitologia cabo-verdiana representada pelo “Pinha de Cantai”.

“O nosso enredo para o Carnaval do dia 13, que já está próximo, vai trazer toda essa cor e toda essa exuberância do Estrela do Mar e, sendo o primeiro grupo a desfilar, esperamos que o povo de São Vicente vai gritar connosco EDM Je t’aime”, disse.

Conforme Emanuel Ribeiro, o grupo terá um tripé abre-alas e três carros alegóricos e, durante o desfile, fará uma homenagem também aos fundadores do grupo com destaque para a ex-presidente Dulce Lima (Dona Dulce), falecida este mês em São Vicente.

“A perda de Dona Dulce aconteceu já com o enredo desenhado, mas ele foi criado também para homenagear todos os fundadores do grupo e Dona Dulce vai ter um destaque, inclusive vai ter uma ala bem à moda do Carnaval vintage que vai prestar tributo a ela, tal como outros fundadores que trouxe momentos de glória ao grupo”, completou.

Para Emanuel Ribeira a expectativa é sedimentar o amor que existe e que entre o público mindelense o Estrela do Mar lembrando que o grupo sempre se destacou por apresentar um Carnaval educativo, com temáticas ligadas à preservação da economia azul, antes mesmo deste tema se transformar “num modismo da actualidade”.

Por outro lado, o carnavalesco notou que este ano os grupos estão a fazer um “verdadeiro milagre de engenharia, de economia e de cronograma” para colocar o Carnaval nas ruas.

Pelo que defendeu que “é preciso dar uma maior atenção à festa caso se pretenda que o evento seja o melhor Carnaval da África ou até da Macaronésia e, através dele, incrementar o nosso turismo”.

A expectativa do grupo é levar cerca de 800 pessoas para o desfile, além dos reinados, das musas e figuras de destaque como a rainha de bateria, Mila Diogo, o casal de mestre-sala e porta-bandeira, Stiven Évora e Mirna Chantre.

O desfile de terça-feira, 13, do Carnaval 2024, organizado pela Liga Independente dos Grupos Oficiais do Carnaval – São Vicente (LIGO-SV), principia às 19:00, no percurso habitual Praça Dom Luís-Rua de Lisboa-Avenida Baltazar Lopes da Silva-Praça Nova-Avenida 5 de Julho. 

De acordo com o sorteio da ordem do desfile, o grupo Estrela do Mar será o primeiro entrar na Rua de Lisboa, às 19:00, seguido de Flores do Mindelo (19:30), Monte Sossego (20:00) e Cruzeiros do Norte (20:30). 

CD/CP

Inforpress/Fim

Notícias Recentes


20-06-2024 8:09
20-06-2024 8:02
20-06-2024 7:55
19-06-2024 22:59
19-06-2024 22:48