Cabo Verde está a fortalecer atractivos turísticos e busca aumentar investimentos com apoio de Portugal – PM

29-02-2024 19:58

Lisboa, 29 Fev (Inforpress) – O primeiro-ministro, Ulisses Correia e Silva, destacou hoje, em Lisboa, os pontos fortes de Cabo Verde e apresentou as linhas estratégicas para impulsionar, ainda mais, o sector turístico e atrair investimentos com o apoio de Portugal.

O primeiro-ministro falava na sessão de abertura da “Conferência empresarial: Oportunidades de negócios e investimentos em Cabo Verde” promovido à margem da 34ª edição da Bolsa de Turismo de Lisboa (BTL) 2024, que decorre de 28 de Fevereiro a 03 de Março, na Feira Internacional de Lisboa (FIL), Parque das Nações, em Lisboa, em que Cabo Verde é destino internacional convidado.

Numa sala cheia de operadores, investidores e representantes do corpo diplomático de diferentes países, em Portugal, Ulisses Correia e Silva ressaltou que Cabo Verde é um destino turístico em ascensão, destacando-se, não apenas pelas suas belezas naturais, mas também pela abertura económica e oportunidades de investimento.

“Portugal deu um apoio muito grande no seu posicionamento em termos de país emissor de turistas para Cabo Verde, estava na posição quarta, hoje está na posição segunda, e esperamos que esteja na posição primeira, brevemente, mas para além disso, termos maior captação de investimentos”, frisou.

O governante, ao abordar os atractivos de Cabo Verde, enfatizou a diversidade de experiências que o país oferece aos visitantes, desde “praias paradisíacas” até “montanhas imponentes” e vulcão activo, ressaltando que o país é um destino que cativa pela sua variedade.

No que diz respeito aos investimentos, o Governo cabo-verdiano está à procura de atrair grupos turísticos de renome para expandir a capacidade de oferta do país, sem esquecer o desenvolvimento de infra-estrutura relacionada ao turismo, como o sector dos transportes, com a introdução de voos de baixo custo e a concessão dos aeroportos para promover um maior fluxo de visitantes.

“A concessão dos aeroportos tem uma componente crucial na promoção do turismo. Quanto mais voos aterrarem, mais oportunidades teremos de rentabilizar os negócios”, explicou o primeiro-ministro.

Os esforços visam, não apenas, atrair turistas, mas também estimular investimentos em diversos sectores da economia cabo-verdiana, sustentando que o Governo está aberto a propostas de investidores interessados em aproveitar as oportunidades que o país oferece.

“Estamos abrindo as nossas portas para criar interesse e demonstrar as possibilidades que existem em Cabo Verde. Esperamos que haja mais investimentos, não apenas no sector do turismo, mas em outros sectores também”, concluiu o ministro.

Deu as boas-vindas ao evento, o presidente do Conselho Directivo do Instituto do Turismo de Cabo Verde (ITCV), Humberto Lélis, que falou da nova Marca Cabo Verde, no evento que teve dois painéis, sendo “Oportunidades de investimento em Cabo Verde” e “Financiamento de negócios em Cabo Verde”.

A “Conferência empresarial: Oportunidades de negócios e investimentos em Cabo Verde”, que visou promover o país como destino de negócios e atrair projectos associados ao turismo, contou com a presença do embaixador de Cabo Verde em Portugal, Eurico Monteiro, e foi encerrada pelo ministro do Turismo e Transportes, Carlos Santos.

DR/HF

Inforpress/Fim

Notícias Recentes


14-06-2024 0:17
14-06-2024 1:25
13-06-2024 22:05
13-06-2024 19:49
13-06-2024 19:04