Autor de literatura para infância Dai Varela pede políticas públicas para o sector  

02-04-2024 0:01

Cidade da Praia, 02 Abr (Inforpress) - O jornalista e autor de três obras de literatura para a infância, todas esgotadas no mercado, Odair Varela, defendeu hoje ser necessário desenvolver uma política pública direcionada à produção e desenvolvimento da área no país.

O autor, que enveredou para literatura infantil desde 2013, com a publicação do primeiro livro intitulado “A Fita Cor de Rosa”, falava à Inforpress no âmbito do Dia Mundial do Livro Infantil, que se celebra hoje, defendendo necessário disponibilizar um montante do Orçamento do Estado (OE) para a produção de livros para a infância.

“Deveríamos ter essa previsibilidade que no final do ano há este montante que é destinado à produção. O que nós temos neste momento é a figura do apoio, o autor ou a editora, quando temos essa previsibilidade isso vai impulsionar a produção e terá um impacto tanto para os autores como para o público” disse, sublinhando que pela falta de aposta, não conseguiu reeditar os livros.

Segundo Dai Varela, as obras “A Fita Cor de Rosa” “Tufas Princesa Crioula- Aprendendo as Palavras Mágicas” e “Tufas Princesa Crioula - A Caixa das Desculpas”, editados em português, inglês e crioulo, estão inseridos no Plano Nacional de Leitura, no entanto, estão indisponíveis para compras em formato físico.

“A parte positiva é ver que há um interesse nos livros, compras, mas alguma dificuldade de fazer uma reedição” reiterou, apelando a formulação de políticas voltada a produção de livros infantis e promoção de hábitos de leitura.

O autor criticou o Estado por não revelar um interesse pela literatura, mas disse acreditar ser algo recente e que só agora os cabo-verdianos descobriram essa “vontade do saber”.

“Deve ter uma verba já pré-definida no orçamento para a produção de livros para a infância, há pessoas que estão fora da área da infância sabendo que há essa verba poderiam emprestar a sua visibilidade e provocar a leitura de livros” acentuou, apelando às famílias a apostar nos livros e ser um exemplo para as crianças.

O Dia Internacional do Livro Infantil, assinalado anualmente no dia 02 de Abril, foi escolhida para celebrar a literatura infantil com o objectivo de despertar o amor e interesse pela leitura e homenagear o escritor dinamarquês Hans Christian Andersen, um dos principais nomes da literatura mundial, autor de obras como “A Pequena Sereia”.

LT/AA

Inforpress/Fim

Notícias Recentes


21-04-2024 12:20
21-04-2024 12:07
21-04-2024 11:51
21-04-2024 10:54
21-04-2024 9:59