Autárquicas 2024: MpD confirma Abraão Vicente Praia e aposta em Armindo Luz para Ribeira Grande Santo Antão

09-03-2024 15:35

Cidade da Praia, 09 Mar (Inforpress) – O Movimento para a Democracia (MpD), divulgou hoje a lista dos candidatos à presidência das Câmaras Municipais nas eleições autárquicas deste ano, confirmando Abraão Vicente para Praia e a aposta em Armindo Luz para Ribeira Grande de Santo Antão.

Na lista que foi divulgada no final da reunião do Comissão Política Nacional, o MpD faz renovação em cinco das câmaras municipais onde é actualmente poder designadamente Paul, onde a aposta recaiu sobre Adilson Fernandes, Ribeira Grande Santo Antão com Armindo Luz, Tarrafal de São Nicolau cujo candidato será Neivo Araújo, Santa Catarina de Santiago Jacinto Horta e Santa Catarina do Fogo Evandro Monteiro.

Nos restantes nove concelhos onde o partido lidera as autarquias neste momento optou-se pelo apoio às candidaturas dos actuais presidentes das câmaras municipais.

Nas oito câmaras onde actualmente o partido é oposição as apostas recaíram sobre o actual ministro da Cultura, Abraão Vicente, para Praia, Domingos Mendes para Ribeira Grande de Santiago, Hipólito Gonçalves para São Domingos, Liver Gomes para Santa Cruz, Marcelo Correia para Tarrafal de Santiago, António Cardoso para São Filipe e Isidoro Gomes para Mosteiros.

O secretário-geral do partido, Luís Carlos Silva, que apresentou a lista à imprensa, falou de um longo processo que teve avanços e recuos e algum grau de dificuldade, salientando que nessas escolhas o partido colocou tónica não nos candidatos, mas sim no processo, que foi abordado tendo em conta o princípio de igualdade.

“Nós ambicionámos ter um processo que fosse da máxima inclusão, um processo participativo, um processo que envolvesse todo o sistema do  MpD para que pudéssemos gerar o processo e os melhores candidatos e que tenham também uma melhor plataforma de apoio”, sustentou.

Luís Carlos Silva frisou que esta é apenas mais uma etapa de um longo processo que iniciou com a aprovação do regulamento de escolha dos candidatos.

De entre os critérios determinantes para a escolha dos candidatos ora anunciados apontou a questão da aceitação, nível de notoriedade a nível dos respectivos municípios mas também critérios políticos, avaliação interna, a capacidade ou não de um determinado candidato ter uma base de suporte que garanta uma melhor abordagem às eleições.

“O objectivo é sempre conseguir ter o melhor candidato, que consiga construir uma melhor equipa e que nos garanta nível de governação que o MpD ambiciona. Nós temos o entendimento de que o poder local é um instrumento que pode gerar uma aceleração do processo de desenvolvimento e, portanto, queremos que os municípios e os territórios estejam governados por pessoas com reconhecida notoriedade, mas também pessoas com reconhecida capacidade de gestão”, explicou.

O porta-voz do MpD salientou que é entendimento do partido que a lista hoje divulgada cumpre com objectivos e entrega os melhores candidatos que o partido pode ter nas próximas eleições.

No que se refere às mudanças, adiantou que o partido quis renovar introduzindo “alguma juventude” no processo.

“Há presidentes que já estavam com alguns anos de mandato e num contexto de entendimento, num contexto de consenso, permitiu-se que se pudesse gerar a alternância e a renovação nessas câmaras municipais”, frisou.

As eleições autárquicas deste ano ainda não têm data marcada. No entanto, a Comissão Nacional de Eleições (CNE) aponta o mês de Novembro como sendo o melhor momento para a sua realização.

MJB/ZS

Inforpress/fim

Notícias Recentes


21-06-2024 8:04
21-06-2024 7:51
20-06-2024 22:21
20-06-2024 21:52
20-06-2024 21:37