AME 2024: 26 artistas de entre nacionais e internacionais confirmados para 10ª edição

13-03-2024 14:24

Cidade da Praia, 13 Mar (Inforpress) – Vinte e seis artistas nacionais e internacionais compõem o cartaz da 10ª edição do Atlantic Music Expo que acontece este ano de 01 a 04 de Abril, antecedendo Kriol Jazz Festival marcado para 04, 05 e 06, na Praia.

Gugas Veiga avançou hoje em conferência de imprensa, no Palácio da Cultura Ildo Lobo, que o processo de inscrição iniciou logo no mês de Junho, e que em Fevereiro foi ultimado o contacto com os artistas que deverão actuar no evento.

Ao todo, a organização registou centenas de inscrições de 43 países, a maioria, cerca de 38 artistas provenientes do Brasil, prosseguiu, alertando que por se tratar de um processo dinâmico muitas vezes os artistas seleccionados não conseguem patrocínio de viagem para Cabo Verde.

“Tivemos um recorde de candidatura este ano, tanto a nível nacional como internacional. Talvez porque lançamos a candidatura mais cedo, este ano sentimos realmente a mesma pujança de 2019, sentimos aquela retoma depois de duas edições em São Vicente e na Praia” realçou, avançando que o orçamento ronda os 21 mil contos.

Segundo o organizador, com o corte de 20% no montante disponibilizado pelo Governo, o financiamento deverá ser reposto através de outros parceiros. 

“Temos de fazer de tudo para sermos independentes a nível financeiro, porque todo ano é mesmo aperto. Nós precisamos dos meios financeiros antes do AME para tratar de toda burocracia, pagar bilhetes, hotéis, contratos, é complicado quando não conseguimos ter o valor ", lamentou.

A abertura do AME será realizada, como habitual, no auditório nacional, com performance de jovens artistas cabo-verdianos, reservando a novidade de homenagear os fundadores, parceiros técnicos, institucionais e comerciais.

Os precursores, Mário Lúcio, Djô da Silva,  o Presidente da República, José Maria Neves,  o primeiro-ministro,  Ulisses Correia e Silva, e os parceiros Câmara Municipal da Praia, Ministério da Cultura, Ministério dos Transporte e Turismo, Alou, Garantia Seguros, direcção do Palácio da Cultura, órgãos da comunicação social entre os homenageados.

Os shows cases decorrem em dois palcos, um na rua pedonal e outro na pracinha Luís de Camões, e na Kebra Canela com actuação dos DJ.

Gugas Veiga afirmou que a feira de stands estará aberta durante cinco dias, a partir da terça-feira, 02, até domingo, 06, com o término do Kriol Jazz Festival, dando mais oportunidade aos expositores divulgarem os seus produtos e serviços.

“A nível de conferências e workshops que consideramos importante para o meio artístico, a primeira é sobre eventos sustentáveis, temos um festival que existe no Açores que por coincidência este ano vai ter uma noite cabo-verdiana, no dia 30 de Agosto, o director deste festival vai falar como fazer um evento sustentável, económico e social”, acrescentou.

No mesmo dia, continuou, será apresentado o tema da formalização do sector artístico que abrange o estatuto do artista, pelo Ministério da Cultura e das Indústrias Criativas e o Ministério das Finanças.

Posteriormente, no segundo dia, completou, uma delegação de Seychelles vai fazer a apresentação sobre os encontros da crioulidade e à tarde prevê-se um debate sobre os efeitos da lei do álcool no financiamento dos eventos musicais e culturais.

Na quinta-feira, também no período da tarde, os parceiros Pró Empresa, Ponto Praia e Muska farão uma apresentação, este último, do novo aplicativo que controla a programação do evento.

A feira mundial de música discorre este ano sobre o lema “Sustentabilidade artística”, ressaltou Gugas Veiga, um evento “mais pujante” com a vivacidade e atraindo maior participação do público.

Katia Semedo, Quarteto Ano Nobo +1, Zubukilla Spencer, Manu Reys, Ste Mandela, Primitive e Dj Axel da Praia, Gabriele Mendes, Elly Paris, Sizal de São Vicente, Gerson Spencer e Berlock a residir em Portugal, George Tavares do Maio e Dj Sarumawashi de Santo Antão são os artistas nacionais que actuam no AME 2024.

Nove nacionalidade compõem o rol de artistas internacionais, como Giuliano Gabriele da Itália, Ana Setton, Camila Reis e Dend do Brasil, o grupo Browm Rice Family do Japão e Estados Unidos, Luis Caracol e Dj Danykas de Portugal, Klaudio Hoshai de Angola, Jocelyn Balou do Congo, Le-Panda da Quebec Canadá e Insolito Universo da Venezuela.

Recorde-se que pelo AME, realizado desde 2013, já passaram cerca de mil artistas e bandas, 230 jornalistas e profissionais nacionais e internacionais, realizado cerca de 100 workshops e conferências e 540 expositores.

LT/ZS

Inforpress/Fim

Notícias Recentes


20-06-2024 8:09
20-06-2024 8:02
20-06-2024 7:55
19-06-2024 22:59
19-06-2024 22:48