“Mulheres com deficiência sofrem duplamente” - responsável da Adevic

08-03-2024 17:08

Cidade da Praia, 08 Mar (Inforpress) - A Associação de Deficientes Visuais de Cabo Verde (Adevic) alertou hoje, na cidade da Praia, para a situação de dupla vulnerabilidade enfrentada pelas mulheres com deficiência no país.

O alerta foi dado pelo coordenador do projecto de direitos humanos e advocacia da União Africana dos Cegos (AFUB), Carlos Mascarenhas, em entrevista à Inforpress, a propósito da celebração do Março mês da mulher.

“As mulheres com deficiência têm sofrido duplamente. Já conhecemos as dificuldades que as mulheres enfrentam de forma geral, agora imagine, acrescido com a deficiência", ressaltou o responsável, destacando a importância de sensibilizar essas mulheres primeiro, pois algumas ainda têm alguma insegurança em participar de forma activa na sociedade.

Por ocasião do Março, mês da mulher, a organização está a promover um conjunto de iniciativas para garantir os direitos das pessoas com deficiência no país, que constam do plano de actividades para 2024.

De entre essas acções Carlos Mascarenhas ressaltou a “conversa aberta” intitulada “A insegurança na mulher com enfoque na mulher com deficiência”, que vai decorrer este sábado na sede da ADEVIC.

Carlos Mascarenhas reforçou a pertinência de debater o tema, tendo em conta que, argumentou, uma mulher segura e firme no seu propósito é capaz de alcançar os seus objectivos.

Por outro lado, acrescentou que constam do plano para 2024 estabelecer contactos com autoridades para tentar acelerar o processo de ratificação e assinatura do protocolo referente à Carta Africana sobre os Direitos das Pessoas com Deficiência na África.

“Temos programado também um fórum sobre trabalho e empregabilidades das pessoas com deficiência. Temos a produção das leis e das normas que versam sobre o direito das pessoas com deficiência por forma a que todos possam perceber”, indicou Carlos Mascarenhas.

Para além dessa coletânea das leis sobre o direito das pessoas com deficiência, destacou também a gravação de um vídeo que narra também o direito das pessoas com deficiência que estão plasmados no protocolo referente à Carta Africana sobre os Direitos das Pessoas com Deficiência na África.

TC/CP

Inforpress/Fim

Notícias Recentes


13-06-2024 22:05
13-06-2024 19:49
13-06-2024 19:04
13-06-2024 19:45
13-06-2024 18:59