​​​​​​​Governo anuncia criação de 11 Centros de Dia este ano no âmbito do programa Fundo Mais

13-03-2024 12:53

Cidade da Praia, 13 Mar (Inforpress) – Cabo Verde vai ganhar este ano 11 Centros de Dia com o objectivo de fortalecer as medidas de promoção e protecção dos direitos das crianças e adolescentes, orçados em mais de 580 mil contos, anunciou hoje o Governo.

Esses 11 centros vão ser criados na Cidade da Praia, São Vicente, São Nicolau, Sal e Boa Vista, conforme avançou hoje a ministra da Presidência do Conselho de Ministros, Janine Lélis, em conferência de imprensa para balanço da reunião do Conselho de Ministros.

“Vamos ter cinco centros aqui na Cidade da Praia, sendo uma em Achada Santo António, outro em Achada Grande Trás, no Alto da Glória, mais um centro em Tira Chapéu e um outro em São Pedro Latada”, indicou.

Em São Vicente os Centros de Dia vão ser construídos em Monte Sossego, Ribeirinha e Salamansa, enquanto que na Boa Vista está previsto para Rabil, em São Nicolau, para o Tarrafal e o Sal terá mais um centro na localidade de Palmeira.

Isto vai ser possível com a aprovação das directivas do Fundo Mais para este ano, um programa criado com o objectivo de financiar projectos, acções, actividades e medidas de políticas sociais, tendo em vista a eliminação da pobreza extrema no país.

“Assim sendo, 80 por cento (%) desses recursos são destinados para as transferências sociais para as famílias que estão enquadradas no grupo 1 do cadastro social único e 20% dos recursos do fundo são destinados aos projectos de cuidados e reforço da protecção social das famílias em situação de extrema vulnerabilidade”, clarificou.

De modo que, afirmou a ministra, o propósito da criação dos 11 centros é de fortalecer as medidas de promoção e protecção dos direitos das crianças e adolescentes.

“O objectivo primordial desses centros é a prestação de assistência diária a crianças e adolescentes que se encontram em situação de risco e vulnerabilidade social e abrange crianças e adolescentes com idade entre os seis e os 18 anos”, disse.

No quadro deste projecto vai ser ainda reforçado o Centro de Emergência Infantil do Sal para alargar o nível de assistência que é prestado e vai-se também fazer abertura de dois centros de emergência, um em Santiago Norte e outro em Santo Antão, mais precisamente no Paul.

Prevê-se ainda no quadro deste programa a restauração das instalações do Centro Juvenil Nhô Djunga e do Centro de Emergência Infantil em São Vicente.

ET/ZS

Inforpress/Fim

Notícias Recentes


16-06-2024 19:33
16-06-2024 16:12
16-06-2024 16:03
16-06-2024 15:47
16-06-2024 14:57