Porto Novo/Turismo: ONG portuguesa considera de extrema importância promover percursos turísticos em Santo Antão

07-07-2024 11:35

Porto Novo, 07 Jul (Inforpress) – A Associação para a Defesa do Património de Mértola, Portugal, entende que é de “extrema importância promover a rede de caminhos existentes em Santo Antão, através das plataformas digitais, para se chegar “a novos visitantes”.

“Santo Antão é especialmente procurado por amantes do turismo de natureza. Nesse sentido, é de extrema importância promover, online, a rede de caminhos e chegar a novos visitantes”, diz esta organização não-governamental portuguesa no seu newsletter referente ao mês de Junho.

Esta associação, que há mais de duas décadas desenvolve projectos nos domínios do turismo, ambiental e social, no município do Porto Novo, pertence a um consórcio que realizou, recentemente, uma formação sobre a gestão de plataformas digitais, precisamente com o propósito de promover a rede de caminhos vicinais de Santo Antão.

A formação, promovida pelo consórcio Portugal Active Tourism in Holidays e Letras Encantadas Estudos e Projectos, foi dirigida a técnicos e operadores turísticos envolvidos na promoção turística da rede dos percursos pedestres desta ilha, que oferece o “trekking” (caminhadas em trilhas) como principal produto turístico.

No âmbito do projecto "Turismo Resiliente e Desenvolvimento da Economia Azul" foram já reabilitadas oito trilhas turísticas na ilha de Santo Antão para “impulsionar o turismo da natureza” nesta região.  

Este projecto, financiado pelo Banco Mundial, é promovido pelo Governo de Cabo Verde, através da Unidade de Gestão de Projectos Especiais (UGPE), que investiu 25 mil contos na reabilitação das trilhas, em resposta a uma preocupação dos operadores turísticos de Santo Antão, que se vinham queixando do “mau estado” dos percursos turísticos.

JM/HF

Inforpress/Fim 

Notícias Recentes


15-07-2024 13:41
15-07-2024 13:25
15-07-2024 13:19
15-07-2024 12:34
15-07-2024 12:34