São Salvador do Mundo: Obras de requalificação urbana de Achada Igreja vão resolver “problemas gritantes” desta cidade – vereador (c/áudio)

14-03-2024 19:44

Achada Igreja, 13 Mar (Inforpress) – O vereador do Urbanismo, Infra-estruturas e Saneamento da Câmara Municipal de São Salvador do Mundo considerou hoje que as obras de requalificação urbana de Achada Igreja vão resolver “problemas gritantes” desta cidade.

Em declarações à Inforpress, Jair Correia realçou que estas obras já se encontram em estudo, cujo concurso foi cofinanciado através das Infraestruturas de Cabo Verde, obras estas que estão orçadas em cerca de 120 mil contos e que constam do Orçamento de Estado para este ano de 2024.

Quanto aos “problemas gritantes”, explicou que por ser uma cidade de somente uma rua, qualquer acontecimento condiciona o acesso às outras partes do município que têm de passar por esta rua e a requalificação prevê a construção de uma via alternativa que vai iniciar junto do polivalente.

Segundo a mesma fonte, a Câmara Municipal de São Salvador do Mundo tem estado junto das empreitadas a ver a possibilidade de negociar o acesso, mas que também, esta requalificação vai garantir a melhoria da qualidade da via, vai ter estacionamento, permitindo a cidade “respirar melhor”.

Para ter algum espaço extra, Jair Correia avançou que a autarquia já tinha apresentado à paróquia local uma proposta, no sentido de se remover os muros existentes na igreja Matriz e no espaço da Cáritas.

Ainda, neste mesmo pacote de requalificação, informou que engloba a construção do Centro de Saúde, que vai ficar situado ao lado da igreja matriz e que pelas informações já foi negociado o terreno, estando em falta neste momento o projecto de execução para o concurso.

Entretanto, o autarca diz estar convicto de que após o de Achada Monte no município de São Miguel, cujo concurso já foi lançado, o próximo pode ser de São Salvador do Mundo. 

Quanto às intervenções na estrada principal, evidenciou que pretendem trabalhar junto das instituições responsáveis pelas diferentes redes, neste caso da electricidade, comunicação e água, entre outras, de forma a que as ligações fiquem todas subterrâneas e assim ter uma “cidade limpa de fios e ligações”.

O vereador considerou que esta é uma primeira fase das obras, explicando que a autarquia fez um levantamento de todas as necessidades nesta cidade, o que engloba não só as obras que vão ser feitas nesta fase, mas também outras que podem ser feitas posteriormente visto que o orçamento de todas essas obras ronda os 300 mil contos. 

Aproveitou para informar que têm em planos algumas obras pontuais que vão se iniciar no quadro do Fundo do Ambiente, nomeadamente a construção de casas de banho, cisternas familiares e a reabilitação de alguns pontos de água, prevendo construir cerca de 25 casas de banho até o final do ano para ajudar as famílias na questão do saneamento. 

Instado sobre o prazo para estas obras, Jair Correia avançou que a requalificação urbana leva tempo, justificando que entre estudos e execução vai levar mais do que 12 meses, mas pensa que ainda no decorrer deste ano é possível iniciá-las.

Este município agrícola, que completou os 18 anos da criação, no passado dia 19 de Julho, prevê para este ano a materialização de alguns projectos em parceria com o Governo, com destaque para a construção do novo Centro de Saúde e a requalificação do centro urbano da cidade de Achada Igreja, que já contam com financiamentos garantidos por parte do Banco Mundial (BM).

MC/CP

Inforpress/Fim

Notícias Recentes


17-06-2024 11:11
17-06-2024 10:59
17-06-2024 10:42
17-06-2024 10:30
17-06-2024 10:27