Santo Antão: Cruzinha beneficia de projecto sobre criação da rede de áreas marinhas protegidas para Cabo Verde

12-02-2024 16:30

Porto Novo, 12 Fev (Inforpress) - O parque natural marinho de Cruzinha, em Santo Antão, é uma das áreas protegidas que beneficiam do projecto que promove a rede de áreas marinhas protegidas para Cabo Verde, a cargo da organização internacional Fauna & Flora. 

A criação desta rede surge no âmbito do projeto intitulado “Uma rede de Áreas Marinhas Protegidas eficazes para Cabo Verde”, financiado pelo Blue Action Fund, Arcadia e Oceans 5 e que está a ser implementado pela organização não internacional Fauna & Flora Internacional.

Neste momento, o projecto está a ser apresentado nas comunidades do parque natural marinho de Cruzinha pela associação Terrimar (Ambiente e Desenvolvimento Sustentável), com sede em Santo Antão, que é um dos parceiros da Fauna e Flora Internacional.

Conforme apurou a Inforpress junto do Terrimar, os principais objectivos do projecto visam promover uma melhor gestão das áreas marinhas protegidas e expansão de algumas áreas marinhas protegidas no país.

A criação de novas áreas marinhas protegidas em algumas ilhas, a promoção de meios de subsistência às famílias que vivem nessas mesmas áreas e a capacitação dos membros das comunidades locais são outros propósitos deste projecto.

O mesmo é implementado em parceria com várias organizações não-governamentais em Cabo Verde ligadas ao ambiente, como a Terrimar, a Biosfera 1, o Projecto Biodiversidade, Fundação Maio Biodiversidade, Associação Projeto Vitó e a Biflores.

Em Janeiro, uma equipa das Ilhas Atlânticas Orientais da Fauna & Flora visitou Cabo Verde, tendo reunido com o ministro do Mar, Abraão Vicente, para apresentar o “trabalho marinho em curso” conforme o site desta organização internacional, que desenvolve mais de 120 projectos em 50 países.  

O site de Fauna & Flora, diz que Cabo Verde é reconhecido como “um ponto quente global para a biodiversidade marinha, lar de animais marinhos únicos incluindo golfinhos e botos”.

“Cabo Verde é o lar de tubarões-limão ameaçados e apoia um dos mais importantes locais de nidificação de tartarugas-de-lenha do mundo. As maiores ameaças para estas espécies vêm do tráfego de barco, da destruição de habitat costeiro e das atividades de pesca insustentáveis e ilegais”, sublinha esta ONG.

A Fauna & Flora enaltece o apoio do Blue Action Fund, Arcadia e Oceans 5 na implementação do projecto em Cabo Verde e destaca a parceria das organizações ambientalistas cabo-verdianas na realização das acções.

JM/CP

Inforpress/Fim

Notícias Recentes


21-06-2024 8:04
21-06-2024 7:51
20-06-2024 22:21
20-06-2024 21:52
20-06-2024 21:37