Santa Catarina: Agrupamento escolar de Ribeira da Barca ganha horto escolar

27-02-2024 18:51

Assomada, 27 Fev (Inforpress) – O agrupamento escolar Nº V de Ribeira da Barca, no município de Santa Catarina (Santiago), ganhou hoje um horto escolar financiado em cerca de cinco mil contos, pelas associações Impact CV e Avenir Cap Vert.

Em declarações à imprensa, momentos antes da inauguração deste projecto social, o director do Agrupamento Escolar Nº V de Ribeira da Barca, Osvaldino da Moura, mostrou-se satisfeito com a concretização deste projecto que vai ajudar a melhorar a dieta alimentar, a saúde e a aprendizagem dos seus alunos.

É que, segundo ele, a criação deste horto escolar numa comunidade carente, onde os pais não poderiam financiar uma melhor dieta para os seus educandos, é uma “mais-valia” também para a própria escola, que terá um espaço pedagógico, sobretudo para a disciplina de Ciências Integradas, onde vão sensibilizar os alunos sobre a protecção ambiental, saber produzir e para conhecerem melhor a vida.

O horto escolar, adiantou, vai apostar em produtos de ciclo curto, sobretudo legumes, que vão ajudar a melhorar a dieta alimentar dos alunos.

“Com este horto escolar os nossos alunos não terão necessidade de ir fazer visitas de estudos a longa distância, mas, podem aproveitar o próprio horto para conhecerem melhor sobre as plantas e outros conteúdos programáticos que temos na escola”, reforçou Osvaldino da Moura.

Após a concretização deste projecto de horto escolar, este responsável disse esperar continuar a contar com estes e outros parceiros para que a escola possa vencer outro desafio, que é a conclusão da placa desportiva para as actividades desportivas dos alunos, sobretudo para aulas de educação física.

Se tal acontecer, garantiu que vão conseguir captar todas as águas pluviais da placa e da escola e canalizar para a cisterna subterrânea com capacidade para 100 toneladas de água e assim terão água suficiente para a rega durante todo o ano neste horto escolar com uma área 500 metros quadrados para cultivo.

Por sua vez, o presidente da Associação Impact CV, Vladmir Borges, lembrou que para a materialização deste projecto uniu-se à congénere Avenir Ecoles Cap Vert, que mobilizou recursos financeiros junto de outras associações na França e da Embaixada de Polónia, em Dacar, Senegal.

Este líder associativo explicou que o projecto,  orçado em cerca de cinco mil contos, já investiu 1.800 nos trabalhos de construção do reservatório de água e do recinto do jardim, e os demais vão ser alocados na sensibilização e ainda na vertente pedagógica.

Além da criação deste horte escolar, comprometeu-se em procurar novos parceiros para ajudar esta escola na conclusão da placa desportiva para aulas de educação física e outras actividades lúdicas e desportivas.

Na mesma linha, a presidente da Associação Avenir Ecoles Cap Vert, que tem como áreas de actuações educação e família, disse  que a organização abraçou este projecto que sai da própria escola por,  além da parte de alimentação, contemplar sensibilização e vertente pedagógica, onde os alunos vão aprender muito mais sobre o meio ambiente.

A mesma fonte notou que o sucesso deste projecto vai depender do trabalho dos alunos, dos professores e dos pais e encarregados de educação.

FM/JMV
Inforpress/Fim

Notícias Recentes


14-06-2024 0:17
14-06-2024 1:25
13-06-2024 22:05
13-06-2024 19:49
13-06-2024 19:04