Porto Novo produziu mais de 12 mil metros cúbicos de lixo em 2023 – edilidade

26-02-2024 17:31

Porto Novo, 26 Fev (Inforpress) – Porto Novo produziu mais de 12 mil metros cúbicos de lixo ao longo de 2023, ano em que os investimentos no ambiente e no saneamento neste município rondaram os 40 mil contos, informou hoje a edilidade porto-novense.  

Estes dados constam do relatório da autarquia, que vai ser apreciado na sessão descentralizada da Assembleia Municipal do Porto Novo, marcada para 02 de Março, na Ribeira da Cruz, o qual diz que somente na cidade foram recolhidos mais de 10 mil metros cúbicos, entre lixo doméstico e resíduos sólidos.

As zonas rurais produziram cerca de dois mil metros cúbicos de lixo, na sua grande maioria resíduos sólidos.

O documento diz que foram investidos, no ano passado, 40 mil contos nos domínios do ambiente e saneamento, mais exactamente na preservação das espécies, na construção de casas de banhos, na criação de espaços verdes, na melhoria do sistema de saneamento básico e na limpeza de cemitérios.

“Estes investimentos mostram uma cidade cada vez mais limpa, cuidada, arborizada e com melhores condições de vida para a população”, diz a mesma fonte, segundo a qual, somente no quadro do projecto de arborização do município, foram investidos cinco mil contos.

No quadro deste projecto, foram produzidas 12 mil plantas no viveiro municipal, sendo que quase dez mil arbustos foram fixados e um milhar foi doado.

“Estas acções fizeram com que Porto Novo seja hoje um município mais limpo, asseado, verde e aprazível para quem vive ou deseja fixar a sua residência”, notou a fonte.

Para 2024, Porto Novo recebe cerca de 68 mil contos de investimentos no ambiente e saneamento, sendo que mais de 50 mil contos se destinam à construção de 150 casas de banho em todo o concelho no âmbito do Fundo do Ambiente e do projecto de água e saneamento de Santo Antão.

JM/CP

Inforpress/Fim

Notícias Recentes


19-06-2024 19:52
19-06-2024 19:42
19-06-2024 19:30
19-06-2024 19:17
19-06-2024 19:02