Edição 2024 do Grito Rock Praia a 23 de Março associada a causas ambientais marinhas – organização  

27-02-2024 13:33

Cidade da Praia, 27 Fev (Inforpress) – A 8ª edição do Grito Rock Praia, prevista para 23 de Março, está associada a causas ambientais chamando atenção essencialmente à poluição, protecção das tartarugas e protecção balnear, anunciou hoje o mentor do projecto.

Cesar Freitas, que falava hoje em conferência de imprensa na cidade da Praia ressaltou que o evento, orçado em 5 mil contos, acontece com limitações já que conseguiram apenas 2.260 contos, tendo sido obrigados a reduzir a produção

A 8ª edição do Grito Rock Praia presta homenagem ao professor da Escola de Música Pentagrama, Tó Tavares, pelo mérito e contribuição que tem dado às crianças e vários instrumentistas de Cabo Verde, além de homenagear a memória de Edi, que era vocalista da Banda Primitive e estava muito ligado à música alternativa em Cabo Verde.

“Pela terceira vez vamos fazer uma campanha ambiental no Grito Rock Praia, a primeira foi de lixo, a segunda foi de árvores e essa terceira do mar. Somos 90 % mar, os cabo-verdianos são pessoas do mar, temos que ter uma responsabilidade perante o nosso oceano”, enfatizou.

Segundo César Freitas, este ano serão realizadas palestras e workshops à volta de quatro temas, poluição, sustentabilidade, proteção das tartarugas e proteção balnear.

O momento alto do Grito Rock Praia será no dia 23 de Março, das 17:00 às 00:00, na Pracinha Escola Grande, Praça Luís de Camões, com entrada gratuita.

Um evento que contava com oito a dez bandas, este ano vai ser possível apenas com quatro, duas de Cabo Verde e duas de Portugal, por falta de verbas.

De Cabo Verde são as bandas The Sourse e Archipels e de Portugal, pela primeira vez, bandas profissionais como Viralata e Serrabulho.

No entanto, antecedendo o festival prevê-se para o dia 20 de Março, pelas 19:00, no Centro Cultural Português, o “Cinema Documental”, a transmissão de um documentário produzido e realizado pela ARTiCUL CJ (Grito Rock) que consiste na produção de plantas frutíferas para depois embelezar as cidades e as casas de Cabo Verde.

Também, no dia 21 acontece o “Grito Encontro”, um intercâmbio entre artistas e convidados, para troca de experiências e de conhecimento, a ser realizado na Câmara Municipal da Praia, com a participação de artistas tradicionais de escolas.

O vereador da Cultura da Câmara Municipal da Praia, Jorge Garcia, por seu lado, destacou a importância do Grito Rock, sobretudo pelo cariz educativo que agrega, as palestras, workshops e as campanhas ambientais.

Jorge Garcia avançou que a autarquia da capital, que disponibilizou 1000 contos para o evento, continuará a associar-se a este tipo de eventos que movimenta a capital cabo-verdiana.

De entre outros parceiros, o Grito Rock Praia 2024 conta com o apoio do Ministério da Cultura, que disponibilizou 600 contos.

TC/AA

Inforpress/Fim

Notícias Recentes


14-06-2024 0:17
14-06-2024 1:25
13-06-2024 22:05
13-06-2024 19:49
13-06-2024 19:04