CAN'2023: Praienses confiantes na vitória de Cabo Verde apelam à concentração e ambição dos jogadores 

03-02-2024 15:01

Cidade da Praia, 03 Fev (Inforpress) - Os adeptos praienses estão confiantes numa vitória da selecção de Cabo Verde frente a África do Sul, em jogo dos quartos-de-final do CAN'2023, marcado para hoje, às 19:00, no Estádio Charles Konan Banny, em Yamoussoukro, Costa do Marfim.

Num périplo por alguns bairros de Cidade da Praia a Inforpress constatou muita ansiedade e confiança no seio dos adeptos, que estão a sonhar com o apuramento inédito de Cabo Verde para as meias-finais de um Campeonato Africano das Nações. 

Em declarações à Inforpress, João de Deus Carvalho "Djonsa" disse que para sair vencedora Cabo Verde terá que fazer um jogo de paciência e de muita concentração competitiva.

"É preciso muita humildade, muita raça, e se jogarmos com concentração e ambição conseguiremos o objectivo de estar pela primeira vez nas meias-finais de uma fase final do CAN", apontou.

Djonsa acrescentou ainda que o espírito de equipa tem que estar melhor do que no jogo contra a Mauritânia [vitória por 1-0] e estar muito ciente do ambiente à volta do jogo.

"Temos que estar concentrados, deixar de fintinhas, ter solidariedade entre sectores e jogadores, não contar com o árbitro, evitar faltas desnecessárias perto da nossa área e estar ciente nas transições para o contra-ataque", aconselhou.

"Se mantermos o foco e jogarmos com humildade tenho esperança muito grande que vamos estar nas meias-finais", rematou Djonsa, que prognostica uma vitória de 1-0 ou 2-1 para Cabo Verde.

A adepta Melissa Fortes augurou uma vitória de Cabo Verde por a equipa ter demonstrado ao longo da competição que está forte e bem preparada para levar de vencida a África do Sul.

Aos jogadores Mellissa Fortes deixou uma mensagem de “muita moral e força” durante toda a partida.

"Temos que mandar a energia positiva que nos caracteriza, porque quando é assim os nossos vão sentir e vão dar o máximo dentro do campo. Por isso vai ser "carrega baza" [chegar e vencer].

A mesma energia transmite à selecção de Cabo Verde a adepta Janine que diz que, mesmo sem tempo para ver os jogos, tem mandado boas vibrações para os jogadores, para que Cabo Verde esteja sempre "riba la", [lá em cima].

Já o humorista Nito de Tareza afirmou que, "brincadeira à parte", Cabo Verde tem tudo para fazer história hoje e na competição porque o grupo está a demonstrar confiança e futebol de boa qualidade.

"O historial está do nosso lado e sempre conta, mas também estamos cientes que o dinheiro sempre fala mais alto. Temos uma grande equipa, com bons jogadores e com uma grande Nação por detrás", observou.

Por isso, alertou que vai ser um jogo muito "difícil" para as duas equipas, apontando que se Cabo Verde entrar em campo sem ansiedade e com muita ambição vai, com certeza, estar nas meias-finais.

"Estamos nas quartas-de-final, passamos da fase de grupos em primeiro lugar e hoje vamos ganhar 2-0, para continuarmos a fazer história", prognosticou.

No confronto directo com os "Bafana Bafana", como é conhecida a selecção sul-africana, Cabo Verde parte em vantagem, com duas vitórias (1-2 e 2-1) e um empate (0-0), este no CAN'2013, realizado na África do Sul.

Os dois últimos embates aconteceram em 2017 e foram de qualificação africana para o Mundial 2018, que acontecera no Brasil e vencida pela Alemanha.

Na primeira fase da competição Cabo Verde venceu o grupo B com sete pontos, seguido do Egipto com três pontos, os faraós acompanharam Cabo Verde na fase seguinte, enquanto Gana e Moçambique com dois pontos cada, ficaram pelo caminho.

Nos oitavos-de-final, os "Tubarões Azuis" eliminaram a Mauritânia com golo apontado pelo capitão Ryan Mendes aos 88 minutos da partida.

Por seu lado, a África do Sul passou como segundo lugar do grupo E com quatro pontos, atrás do Mali (cinco pontos), selecção que defronta hoje a Costa do Marfim, também de apuramento para as meias-finais.

No jogo de apuramento para os quartos-de-final, os "Bafana Bafana" deixaram pelo caminho o Marrocos.

O jogo entre Cabo Verde e África do Sul vai contar com a presença do Presidente da República, José Maria Neves.

Resultados e confrontos dos quartos-de-final

Sexta-feira, 02: Nigéria 1 – Angola 0 e RD Congo 3 – Guiné-Conacri 1 

Sábado, 03: Mali – Costa do Marfim (16:00) e Cabo Verde – África do Sul (19:00).

OM/OS//CP

Inforpress/Fim

Notícias Recentes


21-06-2024 22:18
21-06-2024 20:26
21-06-2024 20:23
21-06-2024 20:12
21-06-2024 19:35